domingo, maio 23, 2010

Os imprevistos que a vida nos traz - Por Raisa

Como já era de se esperar, desde a última vez que eu passei por aqui as coisas mudaram muito.

Além de as amigas que já viajaram, outras que estavam pra começar o processo e já começaram, por fim sinto que está chegando a minha vez. Em uma semana aconteceu de tudo, desde o começo até o final dessa semana eu sofri torturas, começando que queria ir antes e a minha mãe não aceitava, e o esquema sempre o mesmo "termina esse ano de faculdade". Daí descubro que um filho da puta de um ex namorado tá falando mal de mim, junto com a namorada dele e né, de todas as pessoas que eu conheço ele e ela são as únicas que não têm um pingo de moral pra falar de mim, começando que eu não terminei antes aquele lixo de relacionamento porque ele ameaçava se matar, e depois minha mãe mesmo falou "quem quer se matar não avisa". Pronto, agora ele com uma namorada sai espalhando por aí que eu vou me arrepender de ter terminado com ele, vai entender...

Depois de tudo isso, a vontade de ir embora aumentou muito, não posso negar, e quando estava sonhando com meus consumos na terra do tio Sam eis que sofro uma tentativa de assalto e né, a vontade não só aumentou, triplicou, se tivesse um avião ali eu partia na mesma hora. Antes eu idolatrava o meu país, mas pode ser bobagem, só que ultimamente por razões materiais e emocionais eu não tenho mais vontade nenhuma de ficar aqui, só que eu sei também que não vou querer ficar por lá (ou não).

Por fim, minha mãe ficou sabendo da história do meu ex, viu que eu não estou bem e tchauzão meu Brasil, agora é colocar na ponta do lápis o que preciso, o que quero e as minhas preferências, que podem variar desde carro, curfew, quantidade de kids à cidade, lugares próximos, celular...

Estou dando a largada oficial ao meu processo na semana que vem e estou rezando completamente para as coisas acontecerem logo, embora não dependa só de rezar e sim do meu tempo, e eu realmente espero que ele tenha chegado.

É isso meninas, espero que ninguém precise de nada disso pra dar um pontapé inicial, mas no meu caso, mesmo nessas circunstâncias, está valendo à pena.

Beijos.

2 comentários:

  1. Eita!

    Mais uma pro clube! Não só eu, mas muitas meninas te entendem =)
    Seja o que for, que seja o melhor pra nós!
    Boa sorte!!!

    Beijo! xoxox

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga,
    Eu te entendo perfeitamente, quando decidi ser Aupair, tudo que eu queria era entrar no avião e fugir logo...
    Mas isso é só uma fase, tem épocas na nossa vida que tudo dá errado e só queremos fugir disso... Aqui vc tbm vai ter épocas qeu vai estar com vontade de matar suas criancas ou hosts e ir embora... e assim a vida continua rs

    Bjsss

    ResponderExcluir