terça-feira, agosto 17, 2010

Você está realmente preparada?


Ser au pair, pode ser mais complicado do que julga sua vã sabedoria sobre o assunto...
Sim, a maioria decide ser au pair como último e mais barato recurso para ter uma experiência no exterior, só que se empolgam tanto que esquecem que nessa vida tudo tem um preço e ás vezes alto demais para nós.
Se você nunca teve paciência com criança, se nunca teve realmente a experiência de ficar cuidando tempo integral de criança e de todas as necessidades dela, e não estou falando dos finais de semana esporádicos que você cuidava daquele seu sobrinho gracinha, não estou falando do estágio que você fez na creche, estou falando de cuidar de uma criança para manter sua sobrevivência (salário, casa e comida dependerem disso).
Pense, pense muito bem no que você está vindo fazer aqui e reflita se isso é mesmo para você. E não estou falando para você não vir, venha, mas venha sabendo que para você a rapadura vai ser mais dura.
O perfil mais comum de au pair são meninas formada (ou quase) que vem em busca de aprimorar o inglês para dar um up na carreira profissional, muitas vezes acostumadas com escritórios e ar condicionado, não fazem a menor idéia do que é ficar correndo atrás de criança e ouvindo barulho gritos e gargalhadas de criança o dia inteiro.
As au pairs que passam aquele período de application, espera, procura por família, visto e etc e não estão trabalhando, estão só vivendo por conta do ''sonho'' de ser au pair, geralmente se tornam as morcegas de computador (quem era da turma da madrugada levanta a mão aeeee o/ ) e são geralmente sedentárias, e chegando aqui, não tem moleza de dormir tarde ou nap de tarde, conselho dos mais importantes, torne-se uma pessoa ativa já no Brasil, porque se não chegando aqui o bicho pega pro seu lado.
Homesick... existe, e dói. Saudade é uma dor não localizada, não dói só o coração, dói tudo, mas ao mesmo tempo, não dói em lugar nenhum, é uma dor na alma, aqui, a falta de um abraço amigo, um colo de mãe são devastadores, e você chora, você pode se considerar durona e jurar que não vai ter homesick, aqui é onde a filha chora e a mãe não vê, e de duas uma, ou você domina ela... ou ela te vence e te faz voltar pra casa. Saudade não tem piedade.
Ser au pair é uma viagem não só para os EUA, é uma viagem para dentro de nós mesmas, é uma viagem de auto conhecimento, você pode contar com você e com você mesma. Sim você faz amigas, amigas que se tornam companheiras das mais preciosas, nas horas mais felizes e nas mais dolorosas, amiga que te liga para a balada de sexta a noite de última hora, e amiga que te liga chorando de homesick, afinal para se ter amigos basta ser um.
E é agradecendo a todas as amigas que eu fiz nesse mundo au pair, e a todas que eu ainda conhecerei que eu finalizo esse post... =)

Se você quer conhecer minha saga particular leia meu blog: http://srtadanidaquiparaomundo.blogspot.com ou siga-me no twitter: @SrtaDani

7 comentários :

  1. Muito obrigada ... esse poste fez e fará muita diferença no meu futuro e em minhas decisões.
    Ser AuPair não é fácil, mas enquanto estamos no Brasil todos pintam uma bela paisagem para nós.
    É muito bom que alguem venha com um balde de realidade para nos dizer que homesick é real, que ai tem muito trabalho e pouco ou quase nenhum afago. Por que ser recebida por essa realidade só no aeroporto não seria fácil
    OBRIGADA FLOR !!!

    ResponderExcluir
  2. mto bom o `alerta` do post, Dani. E por falar em turma da madrugada, puta saudade de vcs! Qro ve-las antes do ano novo :P

    ResponderExcluir
  3. eu era da madruga o/
    aushaush
    eh verdade dani, eu sinto demais isso!
    mto mesmo!
    odeio meus kids ashuuashuahash
    todo mundo ja conheceu um mte de lugar e eu fico trancada em casa!

    ResponderExcluir
  4. Oeeee
    quem era da turma da madrugada levanta a mão aeeee o/ +1

    E por falar em turma da madrugada, puta saudade de vcs! Qro ve-las antes do ano novo :P +1

    PS-> Adorei o post Dani!
    =D

    ResponderExcluir
  5. Sou da turma do escritório kkk mas sem ar condicionado hehehehe sempre penso sobre o que vc falou aqui, é totalmente diferente cuidar de criança em tempo integral, as vezes me dá medo... mas o jeito é tentar... gostei muito do post... e te acompanho sempre lá no seu blog... bjokas

    ResponderExcluir
  6. Otimo post! Principalmente a parte da saudade...
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oláaa
    Primeira vez por aqui, e adorei o blog de vcs =)
    Sobre o post, achei mara, mt interessante mesmo e concordo com oq vc disse =)

    Bjauuuummm

    ResponderExcluir