terça-feira, dezembro 21, 2010

Adolescentes

Esse assunto talvez nao vai interessar para muita gente, pois a maioria das meninas que sao au pairs cuidam de criancas pequenas, no maximo uns 8-9 anos, mas resolvi escrever minha historia caso interesse alguem ja que esse esta sendo meu "problema" da vez. Como eu, nunca se sabe o que esta reservado quando se trata desse programa ne'.
Bom, tudo comecou quando fiquei online, e a primeira familia que conversei era um pouco fora do que esperava porque quando li a idade das "criancas" tomei um susto, eram dois meninos, um de 12 e um de 15. Passado o susto, conversando com a host mom, acabei gostando dela, era uma pessoa atenciosa, divertida, gostei muito dela e acreditei mesmo que poderia dar certo.
So que a duvida ainda ficava no ar, sera que daria conta de cuidar de dois teens???
Ainda nao contei aqui, mas a minha experiencia para esse programa, comecou uns 6-7 meses antes de eu vir pra ca, foi em um jardim de infancia da minha cidade, fiquei como assistente das professoras com pequeninos nas idades entre 2 e 5 anos. Fiquei um periodo em cada fase e me preparei para tudo, trocar fralda, adaptacao p/ potty, como conversar, como ler historinhas, cantar musiquinhas, brincadeiras; eu amei conviver com essas idades e considero uma das melhores experiencias que tive em tda minha vida.
O que tenho de experiencia com adolescente foi que eu tive com meus primos que na verdade nem cuidava mais convivia so, um ate era bem tranquilo, nem dava trabalho, na verdade mal conversava comigo e o irmao desse ja era outra historia, ele resolvia aprontar justo quando eu estava junto comigo, so me meti em enrascada com ele, tinha que sempre estar salvando a pele dele com meus tios e queimando meu filme junto, era sempre um sufoco daqueles. Hoje em dia, ele comecou a namorar e acabou sussegando bastante.
COntinuando... Pensando melhor, acabei gostando da ideia e ate comecei a me interessar que talvez esse seria um desafio legal, teria muuuuuito tempo off, conseguiria estudar, ir na academia, bater perna no shopping, tirar uma looonga nap, alem de ter me sentido muito a vontade com a familia, eles serem gente boa, conversarem bastante, terem uma estrutura boa da criacao...Bom, mas todo mundo sabe que au pair e' bicho teimoso, e' logico que fechei com eles e vim na fe'.
E e' obvio que nao seria um mar de rosas, como toda au pair que nao tem a familia perfeita, nem as kids perfeitas. Existem os conflitos, todo mundo que ler isso aqui ja foi um " aborrecente" e sabe como essa fase e' chatissima, entao eu aprendi nesses quase 2 meses aqui a revelar muitas coisas, mal-humor matinal, preguica em excesso, olhares bravos...so' que tudo isso nem posso reclamar, meus meninos sao super educados, super pacientes comigo, conversam, explicam e 97% das vezes obedecem e fazem a coisa certa. Mas continuam sendo adolescentes, aprontam como todo adolescente, respondem como todo adolescente, nao gostam de fazer licao como a maioria dos adolescentes.
No final do dia, eu acabo nao fazendo muita coisa, pois nao preciso ficar brincando com eles o dia todo, nao preciso nem conversar se eles nao quiserem, nao preciso cuidar da educuacao deles, o que eu faco e' arrumar as camas, lavar a roupa deles e dar uma geral na casa, coisa que quando eles chegam em casa da escola eu ja acabei, depois disso faco so algum snack p/ eles e fico o resto do dia ou estudando meu livrinho p/ driver license ou no meu ipod conversando com o povo. Juro que no comeco ate me sentia sem graca de estar recebendo p/ fazer tao pouco. rsrsrsrs
Se me arrependo da minha escolha nao sei, mas algumas vezes me pego viajando em como seria se tivesse escolhido uma familia com criancas pequenas, brincar, ler historinhas, cantar, ver filminhos, te obedecer, ter uma companhia, e pricipalmente, alguem que te abraca e fala:I love you!!!. O que posso dizer e' que por enquanto esta bom, nao preciso de mais nada, mesmo porque 2 meses nao tem como ver muita coisa, tudo ainda esta maravilhoso. Mas arrependimento acho que vai ser dificil, nao penso nunca em rematch,nao consigo mais me enxergar com outras pessoas.
So' nao tenho conselho para dar p/ quem vai pegar adolescentes, so falar que se voce se sentir segura com a familia, apos conversar, trocar emails, porque nao, eu cheguei na casa sem nem ter conversado com meus meninos, e eles demoraram p/ me aceitar, hoje em dia, te que temos uma convivencia legal, levo eles nos lugares, tento conversar de vez em quando, eles me ensinam como falar, como escrever e adoram tudo isso!!!Se sentem mais inteligentes...hahahahah

Bom, esse post eu ja escrevi no meu blog pessoal, quem tiver curiosidade e quiser me seguir, comentar, fiquem a vontade
http://flaviaaupair.blogspot.com
La tambem tem outros posts tambem que espero interessar, e mando um beijao tambem para todas as meninas que fazem parte desse blog, para as futuras, atuais e ex-au pairs.

Um comentário:

  1. Realmente cuidar de criancas maiores e diferente. Eu vim para cuidar de duas criancas de 7 anos e um bebe de poucos meses e depois de um rematch vim para a casa de uma familia com criancas de 9 e 13 anos. As vezes eu estranho, sinto falta do carinho de criancas menores, mas cuidar dos grandinhos tambem tem o lado bom...

    Beijos...

    ResponderExcluir