quinta-feira, junho 09, 2011

Para futuras e au pairs novinhas #ficamasdicas

Oi, sou nova no blog mas não nova como Au Pair, meu nome é Alexandra, sou Au Pair há 10 meses, desde que decidi vir pra cá já chorei, já ri, ja me diverti, já sofri, mas tenho certeza que tudo que fiz valeu a pena, E SE VALEU... Vou comecar escrevendo uma lista de coisas que pessoas que estão pensando em ser Au Pair precisam ler e talvez já tenham lido em mil blogs isso, mas vou escrever sobre a minha experiência, minha visão da vida aqui!

RENUNCIAS: essa é a primeira coisa que a Au pair tem que estar preparada, pois vida que a gente deixa pra trás no Brasil, para muitas gurias, faz muita falta... Amigos, familia, namorado, faculdade, trabalho, tudo isso faz falta demais quando a gente chega aqui... mas quando a saudade do Brasil chegava (e ainda chega), a única coisa que tento focar é no meu objetivo, o porque de eu estar aqui, o porque que eu quis vir... Sofri muito, terminei namoro de 4 anos, vi minhas amigas irem pra festas que eu queria ir, minha familia viajando para lugares onde eu queria estar, minhas colegas de trabalho crescendo, etc.

SONO: a não ser que tu tenha teu quarto separado da casa da familia, tu vai penar pra conseguir dormir no teu tempo off... As casas aqui são de madeira, da pra ouvir todo tipo de barulho, passos, arrotos, vozes, batidas de porta, gente se mexendo na cama, TUDO, alem disso, americanos acordam cedo nos finais de semana e os filhos dos americanos tambem, e ai é aquela coisa, criança gritando, pessoal na cozinha mexendo em louça, um grita pro outro pra alcancar algo, e a au pair, nessas horas já desistiu de tentar dormir porque o barulho é demais! Eu que sempre apreciei uma boa noite e manhã de sono, tive que me adaptar na marra e agora nos finais de semana acordo sempre às 8h!

PRIVACIDADE: esqueça isso! Toda vez que tu vai sair tem que dar satisfação com quem vai, onde vai, que horas volta, o que vão fazer, bla bla bla, além disso, eles vão bater na porta do teu quarto no teu tempo off para perguntar alguma coisa, pedir algum favor, ver se tu ta viva. No Brasil minha mãe mal sabia onde eu ia, com quem ia, mas aqui tive que mudar isso também... Já aconteceu comigo de eu estar tomando banho e meu host batendo na porta perguntando quanto tempo eu ia sair pois ele queria arrumar alguma coisa no banheiro... NINGUÉM MERECE, total invasão!

PESSOAS: a gente encontra muita gente e faz amizade muito facilmente nesse pais, acho que por carência acabamos ficando amigas de pessoas que jamais nos aproximariamos no Brasil, só que é preciso ter muito cuidado, porque aqui as pessoas NÃO TEM PASSADO, tu nao sabe da onde elas vem, se a história que elas te contam é verdade ou mentira, se tu realmente pode contar com ela. É triste mas minha primeira amiga aqui foi uma brasileira que hoje não quero nem ouvir falar o nome, uma guria malvada, que costumo chamar de psicopata, aprendi com isso que antes só do que mal acompanhada. Em contrapartida a gente encontra amigos maravilhosos que nao sabemos como vamos viver sem quando voltar pro Brasil.

PROBLEMAS: os problemas da familia normalmente acabam virando nossos também... Todas familias tem problemas, e eu nunca esperava estar no meio dos problemas da minha host family, mas quando tu menos espera PUM, tu esta tão envolvida com a familia e a rotina deles que acaba sabendo de tudo. O problema da minha familia é uma filha de 20 anos, bipolar que tem sindrome do pânico, bulimia, usa drogas, entre outras coisas. Acreditem ou não, isso perturba todo mundo na casa, inclusive eu que não deveria ter nada a ver com o problema.

FESTAS: a melhor parte! As festas nesse pais, pode ter certeza, são as melhores! A primeira vez que tu frequenta, tu olha com cara estranha para as pessoas, acha que todo mundo é louco, que as mulheres são putas, etc, porém, a segunda vez que tu vai já comeca a achar aquilo normal, entra no clima, pede um Cranberry juice com vodka ou um Long Island, e ai minha filha, aproveita como tu nunca aproveitou antes na vida. Aqui ninguém fica te olhando e julgando o jeito que tu ta vestida, o jeito que tu dança, ao contrario do Brasil onde se tu veste uma roupa mais curta e dança de tal jeito é considerada uma vagaba! Aproveite as festas, vão ser as melhores da tua vida!

FÉRIAS: o tempo que não estamos trabalhando estamos pensando quando vai ser a próxima viagem, as proximas férias, o que fazer, quanto $$ vamos ter que juntar! Eu ainda não tirei férias, peguei apenas feriados e viajei, viajei bastante eu diria: fui pra Las Vegas 2x, Cancun no carnaval (caro mas valeu cada centavo), San Diego 3x, Santa Barbara 2x, San Francisco, Orange County muitas vezes, etc. Minhas férias vão ser nas ultimas semanas aqui nos EUA, vou pra NYC!!!

FINAIS DE SEMANA: pra quem tem o FDS off é uma maravilha! Da pra viajar, sair, comprar (é o que Au Pair mais faz), dá pra se sentir a pessoa mais sozinha do mundo, morrer de saudades do Brasil, falar com toda familia e sentir MUITA, MAS MUITA vontade de poder comer comida da mãe e sentar na mesa com a familia pro café!



TEMPERATURA: A nao ser que tu venha morar na California, Florida, Texas, e alguns outros poucos estados, tu vai encarar neve, gracas a Deus, moro na California e nao precisei encarar isso. Esquiei em umas montanhas que tem neve aqui, mas nas cidades nao tem neve. Neve e' lindo, NO PRIMEIRO DIA, no primeiro contato e depois fica uma merda, vide todos os Au Pairs que moram em NYC, Seattle, Minessota, etc. Tome muito cuidado ao escolher a familia se tu nao e' tolerante ao frio!

HOMENS AMERICANOS: não se iluda! Tu, brasileira, acostumada com o jeitinho maravilhoso do brasileiro, vai se decepcionar aqui! Os homens na maioria são lindos, mas, são lerdos, falam merda como nenhum outro homem no mundo, são retardados, correm muito atrás da gente, aff! Homem americano ISSO TEM QUE TER FIM! hahaha E quando a gente encontra um guri brasileiro, MEU DEUS, parece que é o último da face da terra, não adianta, eles são os melhores, fiz bastante laboratório pra poder afirmar isso, conheci australianos, suecos, canadenses, argentinos, americanos, franceses...



ESTUDOS: a maioria das Au Pairs faz ESL para dar um up no ingles, vale a pena, fazer curso de ingles, SIM! Ainda mais quem nao tem uma gramatica muito boa, mas uma coisa e' verdade o ingles que a gente leva pro Brasil, nao e' o ingles que aprendemos no curso ESL, e sim, o ingles que a gente fala no dia a dia, que a gente erra e logo percebe que errou e se auto corrige... Tente fazer algum curso que va acrescentar pro curriculo do que tu faz no Brasil, eu por exemplo, estudo enfermagem no Brasil, quando cheguei aqui fui no college e me informei que curso poderia fazer pra me dar mais curriculo, e consegui, fiz um curso no college todo o inverno de Educacao em Saude!

Acho que fico por aqui! Proximo mês vou estar me preparando pra ir pra casa, acho que pode sair um post bem criativo e sensível, ja que despedidas sempre mexem com a gente!

Até a próxima!


2 comentários :

  1. Olá!! amei seu post!! muito bom! de grande ajuda para as meninas que estão na mesma situação que eu, futuras Aupairs...rs
    e sobre amigas falsas fique tranquila que aqui mesmo já acreditei em várias mesmo sabendo o passado e conhecendo a family!..rs mais fazer oq? é vida né!!! boa sorti pra ti e que de td certo!
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Muito informativo esse post!! Eu que embarco em menos de um mês, tô pior que mulher grávida, sensivel ao extremo! Mas tento pensar exatamente como você falou... sobre o meu objetivo e prque eu estou vivendo isso! A escolha foi minha e nada cai do céu.. estou correndo atrás de um futuro melhor! E é o que vou conseguir!! Bjos...

    ResponderExcluir