sexta-feira, agosto 10, 2012

Eeeee foi dada a largada!!!


Primeiramente, uma breve atualização no meu perfil: estou desempregada; mas o namoro vai muito bem, obrigada (pelo menos isso)! Fora isso, eu continuo com 24 anos, sob o signo de áries, morando no Rio de Janeiro em Nova Iguaçu e tudo o que está lá no perfil; para quem ainda não leu, basta clicar no meu button, o da morena 4 olhos mais linda do mundo (eu, obviamente), que fica no lado direito da página - quando estiver disponível, ainda estamos trabalhando nisso. Sorry.
Acertos e concertos à parte, este é meu primeiro post para o Blog das 30 Au Pairs, o que reflete numa felicidade, numa sensação de controle de mim mesma, numa impressão louca (e põe louca nisso) de que as coisas estão finalmente indo para frente (num passinho meio lento....) e espero contagiar todos vocês que estão, ou querem estar, nesse intercâmbio escravocrata cultural chamado Au Pair.
Bem, gente, agora vem a pior parte: falar de mim. Só não vou entrar no clichê do “ai, é tão difícil falar de nós mesmos....” pois, para mim, o difícil é parar de falar! Mas, assim, para hoje resolvi falar mais da minha decisão, do meu processo atravancado e do meu jeitão meio louco de escrever, pois assim vocês me conhecem melhor ao longo dos meses.
E, para já esclarecer, comigo não existem meias palavras, meias verdades, açúcar, adoçante, nada disso; eu falo aquilo que tiver que falar e doa a quem doer, sem travas na língua. Além disso, eu vou escrevendo conforme eu vou conversando com o meu Eu aqui de dentro, então não estranhem se um dia tiverem a impressão de estarem conversando comigo. Ah! Eu também amo quando as pessoas dão ideias, dizem o que acham do que estou fazendo, fazem críticas.... gosto dessa interação. Pois, então, falando em verdade nua e crua...
No final de 2009, aos 21 anos, fui traída pelo meu ex-marido - longa história, mas que fique registrado que "quem é amigado, casado é" -, mas, só pra vocês entenderem a gravidade, ele resolveu viajar nas férias para conhecer uma censurado pessoa, no Recife, e ainda engravidou a mesma de brinde. Enfim, depois de muitas brigas e afins, eu concluí que precisava de um sacode na minha vida, uma big mudança e resolvi voltar pra casa da minha mãe, para recomeçar; havia decidido que poria na ativa meu sonho de fazer intercâmbio e, assim, eu descobri o Au Pair.
Daí pra frente comecei a pesquisar mais sobre o programa (e o medo de ser uma furada?????), achei este blog maravilhoso, onde eu descobri outros blogs, grupos no Facebook - aliás, fiz minha conta no Facebook por causa do programa -, agências e tudo sobre esse mundão nosso de cada dia. Resolvi que era isso o que ia fazer e comecei a correr atrás; e foi aí que começaram os sucessivos problemas que vem me atrasando até o momento, que vão desde de limpar meu nome em primeiro lugar à interromper tudo para cuidar de uma prima com câncer de mama.
E falando em problemas, atualmente eu tenho 2: o desemprego e uma auto escola que não sabe se fecha ou se continua funcionando (historinha que contarei mês que vem). Felizmente já consegui as horas de que precisava, mas ainda quero fazer trabalho voluntário, e meu inglês já não é tão ruim (acho eu...), o que é uma vitória, pois eu tenho um cacoete horrível de enrolar a língua pra falar inglês.
Mas, agora falando do meu processo... Então, oficialmente ele não existe, pois eu ainda estou correndo atrás da minha habilitação. Porém, contudo, entretanto, todavia (e eu amo o prof. Girafales), toda a parte de horas com crianças já está quite e meu nome já está limpo, ou seja, posso sair daqui com a consciência limpa, ao invés de toda breada feito pau de galinheiro.
No geral, eu vou correndo atrás como posso: faço unhas, fico com uma criança aqui e ali, estudo, encho o saco do dono da minha auto escola.... Enfim, faço tudo para dar certo! Aliás, isso vale para todas as meninas - e meninos! - que estiverem na mesma situação que eu; não desistam, pois nada nessa vida que valha a pena vem fácil.
That's it people! No mês que vem eu falarei sobre a saga de uma auto escola e tentarei ser bem específica, então mandem as suas dúvidas, deem as suas ideias, façam os seus comentários, contem os seus problemas... aqui nos comentários, por e-mail, facebook, twitter... enfim, se comuniquem comigo!

P.S. esqueci do arroz por estar escrevendo e acabou queimando. #epicfails

7 comentários:

  1. Mary, super pensamento positivo com a auto escola e o emprego =D Logo cê consegue tudo e sem perceber já vai estar pra embarcar! ahhaha aeee!

    ResponderExcluir
  2. Cristina10/8/12

    Oi!! que bom ver que você está indo adiante nesse teu sonho! conte conosco (: eu tambpem sou aspirante a Au Pair, sou de SC e estoou pela agência Bil (GoAuPair). Gostaria de sugerir um tópico, que você falasse sobre agencias, se você ja entrou em contato com alguma. Fica com Deus, bjo =D

    ResponderExcluir
  3. Então, Cristina, eu estava mesmo pensando em fazer um post sobre agências, mas um pouco mais pra frente. De qualquer forma, verei se alguém falará sobre isso antes de mim e te digo.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Já diria o sábia ditado... ex bom é ex morto. E esse seu aí merecia ser morto, depois ser ressuscitado, só pra poder ser morto de novo! Hahaha... vai dar tudo certo. E não é porque "Deus sabe o que faz" ou qualquer outro bla bla bla a respeito. É porque você sabe o que quer e como correr atrás para conseguir. Sorte pra nós!

    ResponderExcluir
  5. Maryyyyy, isso mesmo!! Vai com tudo garota!! Parabéns pelas horas com crianças e por conseguir limpar seu nome. Mega boa essa sensação neh?! De: Ufa, parece que tomei 50 banhos seguidos de tão limpa que estou kkkkkk
    Boa sorte com a auto escola!!! :)
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Mary, muita fé na vida e bola pra frente. Gosto da sua atitude. Nao desta porque ha de valer a pena!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Força que o que é teu virá ao seu tempo! Parabéns por ter vencido esses obstáculos que fazem toda a diferença. Estou torcendo para que tudo dê certo!

    ResponderExcluir