domingo, agosto 26, 2012


Durante um bom tempo eu parei para pensar o que eu poderia escrever aqui! Foram momentos de dúvidas e autoconhecimento. Parei para refletir sobre a minha própria trajetória, sobre a minha vida e sobre meu futuro. Então resolvi que deveria ser apenas eu, com todos meus erros, dúvidas e acertos (bem poucos eu confesso). E aqui vai minha história:


Eu tenho 24 anos e uma vontade imensa e que não cabe em mim de conhecer além dos horizontes brazucas... Desde pequena nutri essa vontade, mas meu sonho era ir para a Itália. Com o passar dos anos minha vida tomou um caminho sinuoso, cheio de dúvidas e mudanças. 

Hoje eu posso dizer com toda certeza do mundo que a única coisa que permaneceu foi essa louca vontade de desbravar o mundo, me conheci e percebi que não pertenço a lugar nenhum e sim ao mundo...



 Decidi então que faria valer esse sonho e que faria isso porque eu merecia, já havia feito muita coisa pelos outros, trabalho que detestava porque os outros o julgavam bom, faculdades que odiava porque os outros acham que era o certo (parei 3 cursos antes de seguir em um), mudar de estado para fazer uma faculdade no qual não vejo o menor sentido além de uma curiosidade natural e pessoal apenas porque eu estava com 20 anos e todos me cobravam um diploma, largar um curso em uma federal voltar para minha cidade, pegar transferência voltar 2 anos no meu curso, porque era o certo a se fazer... Estava cansada de seguir as regras dos outros e deixar meus sonhos e desejos de lado.

Foi então que procurei mais informações sobre o programa de au pair quando estava pesquisando sobre intercâmbios internacionais. 
Percebi em um estalo que esse poderia ser um programa legal, uma vez que é a forma mais em conta de se estudar fora hoje em dia. Mas algo ainda me incomodava muito... Eu nunca quis ir para os estados unidos... Eu queria o berço da civilização! EUROPA!


Infelizmente não são todos os países que aceitam au pairs de fora da União Europeia, e não existem muitas agências que fazem esse tipo de programa... Mas muitos países aceitam estudantes com permissão de trabalho. Eis ai minha luz no fim do túnel.

Desde ano passado (2011) venho procurando famílias e conversando com pessoas a respeito, estava decidida a abandonar novamente a faculdade e ir ao início de 2012, mas como sempre as coisas mudaram e decidi que terminar essa faculdade eu também devia a mim, a minha mãe e principalmente a todos os que nunca acreditaram que terminaria uma faculdade um dia... dei uma pausa nas buscas e me concentrei em terminar a faculdade!



Em paralelo eu estou sim participando do processo com uma agência para os EUA! Acho valido ter opções em aberto neah!!! Afinal conhecer o mundo nunca é demais!
Em resumo é isso o que vocês poderão encontrar nos meus posts... Aqui tentarei falar apenas sobre o processo da Europa, mas tudo de novidade que for surgindo... informarei!
Deixo para vocês meu lema: Pense, reflita e aplique aquilo que julgar melhor para sua vida! Não a torne um plágio das fantasias de grandes artistas! Permita-se errar, Permita-se viver!
Até a próxima Bye!!!

0 comentários :

Postar um comentário