quinta-feira, agosto 09, 2012

Sou a numero 9

Meu nome e Vanise, sou de Santo Andre - Sao Paulo, tenho 27 anos e sou a Au Pair do dia 09, nice to meet you.
Esse e o meu primeiro post aqui no blog.
Hoje eu completo 5 meses de Au Pair na Terra do Tio Sam e o lugar onde eu moro se chama Nantucket, uma ilha que pertence ao estado de Massachusetts.
E pensando muito no que escrever para voces... resolvi abordar varios assuntos, entre eles algumas dicas, ok?
Superando desafios
Bom eu sempre quis fazer intercambio, mas nunca me imaginei sendo au pair, cuidando de criancas, longe de casa, da familia, isso tudo para mim era algo bem distante...na minha cabeca eu jamais consegueria viver longe dos meus pais, dos meus cachorros e do namorado.... sendo que os meus pais sempre me apoiaram em tudo, mas sempre me aconselharam a cursar uma faculdade primeiro, no meu caso foi o melhor mesmo, porque se eu tivesse escolhido entrar no programa com 18 anos, eu nao teria maturidade suficiente para encarar o desafio entao tudo vem na hora certa e ter optado por entrar no programa aos 26 anos passado do segundo tempo acabou sendo uma escolha arriscada, mas que valeu a pena cada momento, cada correria, cada stress, cada ansiedade que eu tive, porque essa experiencia me trouxe e ainda esta me trazendo um aprimoramento pessoal muito grande, alem de me conhecer melhor, superar desafios, amadurecer, contribuiu muito tambem para o meu lado espiritual e resgatou parte de uma juventude que estava perdida no tempo, por aqui fiz amizades que quero levar por toda eternidade.
Qualidade de vida
Ao contrario da vida maluca, estressante que eu tinha no Brasil que fazia com que eu tivesse um esgotamento mental e fisico diariamente, aqui eu tenho muito contato com a natureza, e possivel eu dar de cara com um Bambi e dezenas de coelhos todos os dias ao redor da casa onde moro, ou pelas ruas, e possivel apos um dia inteiro de trabalho eu pegar a bicicleta e sair por ai tranquila sabendo que nao tem a menor possibilidade de aparecer um louco e me assaltar ou me machucar e ainda ter a oportunidade de ir a praia para relaxar, ver o por do sol, ou ate mesmo fazer um luau com os amigos, e nos finais de semana fazer viagens curtas onde posso explorar cidades proximas, algumas vezes participar de festas, eventos culturais, enfim uma porcao de coisas que ate entao eu nao tinha condicoes de fazer no Brasil, porque sempre andava muito cansada, desanimada, meu salario era pouco enfim quando via o final de semana ja havia passado e eu iniciava a semana exausta mesmo nao tendo feito absolutamente nada.
Lembrando que nao estou desmerecendo o nosso pais, mas e porque quando se mora com a nossa familia, temos alguns deveres, algumas pessoas precisam colaborar com o pagamento de algumas contas, despesas, existem os conflitos diarios, e no programa de Au Pair, quando voce tem a sorte de cair em uma excelente familia que respeita o seu espaco e voce, voce realmente tem as suas horas de trabalho, mas depois disso, a unica coisa que voce tem que fazer e so pensar em voce e em mais nada.... Eu tive essa grande sorte e com isso aprendi a gostar mais de mim e a me mimar bastante.
Ingles
No comeco sempre e muito dificil, primeiro porque voce vem para ca com a ilusao de que voce vai falar um ingles perfeito, que todo mundo vai te entender, ou que em 1 mes voce ja vai estar arrasando ou entao acredita que voce nao sabe falar nada e nao e bem assim.... Se comunicar nos aeroportos e na imigracao e bem facil, porque eles estao acostumados a lidar com gente do mundo inteiro e sempre tem uma criatura que fala portugues, espanhol e que pode te ajudar se voce nao conseguir se expressar... no meu caso foi tudo muito tranquilo... consegui me virar numa boa... o segredo e voce manter a calma sempre, respirar fundo, sempre olhar tudo ao seu redor, no que as pessoas que estao na sua frente estao fazendo e assim voce evita de cometer varias gafes.... e quando voce ve voce ja esta se soltando e voce vai lembrando das palavras naturalmente, parece que a gente vai abrindo os arquivos que ficam armazenados no nosso cerebro.
Uma outra dica por exemplo se o seu ingles nao for tao bom assim.... se voce souber que voce vai no correio por exemplo, procure dar uma estudada antes, pesquise os termos que serao necessarios para voce se comunicar porque assim voce pelo menos vai conseguir se expressar, relembrar do que sera necessario falar, e um conselho bobo, mas que ajuda muito.... porque as vezes lidamos com uma situacao que nos falta palavras, ou entao esquecemos completamente de uma palavra extremamente importante e estudando antes ajuda muito.
Ainda sobre o idioma, eu cai em uma familia de brasileiros e onde eu estou morando, tem milhares de Latinos e Brasileiros, por incrivel que pareca e mais facil eu aprender a falar espanhol aqui do que o ingles, mas mesmo assim estou me esforcando para aprimorar o ingles, o segredo e voce nao se acomodar, nao ter medo de se comunicar, se tiver a oportunidade busque pela biblioteca mais proxima da sua casa, comece a frequenta-la geralmente eles oferecem aulas de conversacao de graca, oferecem uma variedade de dvds, e livros para voce pegar emprestado e possuem uma programacao cultural que voce pode frequentar se tiver interesse.
Eu peguei o habito de sempre assistir filmes, ler livros, assistir desenho animado (porque possue uma linguagem facil), escutar musicas e participar das aulas de conversacao, nessas aulas voce faz muitas amizades.
Adaptacao
Durante os 3 primeiros meses realmente tudo e muito dificil, porque voce passa pelo processo de adaptcao e voce experimenta diversas sensacoes, tem hora que voce abre aquele sorriso " puxa estou na Terra do Tio Sam, alguem pode me beliscar?", ou "nossa que legal, nao sabia que existia isso"... porque tudo e novidade... "Nossa vou ficar louca, aqui e tudo barato, eu quero, eu quero comprar."...."Aff o que eu estou fazendo aqui? sera que eu vou aguentar ficar 1 ano nessa vida? " ,"Meu Deus olha aonde eu fui me meter... quero jogar tudo para o alto", "quero minha mae, quero minha familia, saudades de casa".... "panico:nao tenho amigos ainda.... nao conheco nada, nao conheco ninguem".... "a comida daqui e horrivel", enfim como falei sao diversas as sensacoes, uma hora voce ri ate nao aguentar mais, outra hora voce chora de saudades e por ai vai..... mas gente na boa, tudo voce supera, e so ter paciencia, na hora que bater aquela vontade de chorar, se tranca no quarto e chora, mas chora ate voce esvaziar o seu armazenamento de lagrimas.... e so depois que voce esvaziou, que os 5 min de tristeza passou por voce foi embora, ai voce conversa com a sua familia no Brasil, porque se voce fizer isso na hora da crise, todos irao ficar apavorados, pensando que algo de grave esta acontecendo com voce e essas sensacoes sao passageiras, a famosa Homesick, vem e vai embora.... o segredo e voce nao ficar alimentando ela... na hora que bater... sai do seu quarto, vai conversar com seus hosts, vai dar uma volta, vai fazer compras, vai ler um livro, se ocupe, nunca fique sem fazer nada.....
Com o tempo voce vai explorando a sua cidade, conhecendo gente nova e depois do terceiro mes voce ja comeca a olhar a situacao de uma outra forma, porque a fase de adaptacao passou, voce se sentira localizada, adaptada e ja tera feito uma porcao de amigos, mas para isso voce precisa se esforcar, se jogar, ser ousada e se abrir para a nova cultura.
Eu sentia muita falta de amigos, e como passei muito tempo sozinha, aprendi na marra a gostar da minha propria companhia, hoje em dia e assim: se meus amigos estao disponiveis para sairem comigo otimo se nao estao eu vou sozinha, nao me privo de nada.
Seja flexivel
Sabe aquele contrato que voce assinou, dizendo que voce trabalharia das 9h as 18h30 com todos os seus finais de semana off? ou entao um contrato com um outro tipo de horario e apenas com final de semana off no mes?.... entao nao levem ele tao a serio, arrisca.... pq voce pode cair em uma familia que resolva seguir tudo certinho ou entao em um familia que resolve fazer tudo o inverso....
Eu sempre deixei claro para os meus hosts que eu dava prioridade para o trabalho em primeiro lugar, lembre-se que voce veio a trabalho e nao para tirar ferias, existem agencias por ai que vendem o peixe como se o programa de Au pair fosse um mar de rosas e nao e bem assim....E um trabalho onde voce tem que ser responsavel sempre ainda mais porque voce trabalha com criancas, ou seja voce tem que aprender a contar ate 100 se for preciso, ser amorosa, atenta com tudo sempre.
Entao nao e a familia que tem que se moldar a voce, mas voce que tem que ir se moldando com os habitos da familia.
No meu contrato por exemplo consta informacoes que foram alteradas aos poucos, o horario no comeco foi um, depois mudou para outro, e ai eu sempre ia perguntando para a minha host como seria durante a semana? se teria alguma alteracao e tal....e sempre fazia os meus planos mas sempre confirmando antecipadamente com a minha host, se eu quisesse viajar em um final de semana especifico, avisava ela antes, para nao ter perigo de chegar na hora e ela me dizer que precisaria de mim... e ela tambem sempre me avisa com antecedencia quando precisa de mim nos finais de semana... meus hosts colocaram curfew no meu contrato e de acordo que o tempo foi passando eles foram pegando confianca em mim, me deram a chave de casa, senha do alarme e ate que um dia perguntei se realmente era necessario ter um horario para chegar em casa? ou se eles nao se importariam de eu chegar mais tarde?.... e entao acabaram tirando o curfew, na verdade eu nem precisei.... entao tudo e de acordo com o seu comportamento.
E na hora de escolher uma familia, nunca deixe de escolher uma familia, porque voce nao vai ter carro, ou porque eles tem uma outra religiao, ou porque sao de outra nacionalidade, porque as vezes voce vai perder a sua chance de ouro.
Quanto mais exigencias voce fizer, mais portas se fecharao e voce perdera grandes oportunidades.
Por exemplo meus hosts sao brasileiros e cuido de 4 criancas, esses seriam 2 bons motivos para eu desistir logo de cara, mas decidi topar o desafio e nao me arrependo de nada, porque a quantidade de criancas e relativa, as minhas sao uns amores, claro que de vez em quando tem seus altos e baixos, afinal de contas sao criancas.... mas acredito que tem muita familia por ai que tem apenas 1 kid que so ela consegue dar o trabalho de 5 criancas juntas, e tem muitas familias ai com 3, 4 criancas que acaba sendo o inverso, as criancas sao amorosas e calmas.... e por eles serem brasileiros acabei tendo muitas vantagens.... comida brasileira todos os dias kkkkkkkkkkk e mesmo assim estou conseguindo praticar o meu ingles..... talvez de uma forma mais lenta mas estou conseguindo.
E na hora de reclamar cuidado! Nao vai reclamar para a coordenadora que a cortina da sala e pink e voce queria que fosse azul, sabe aquelas coisas sem nocao mesmo? se tiver que fazer uma reclamacao, pense 10x antes, e reclame so se voce nao conseguir resolver com a host family mesmo.
Bom gente esse foi o meu primeiro post no mes que vem eu coloco mais dicas para voces!
Se alguem se interessar em ler o meu blog pessoal, me mande um e-mail vanise.perli@hotmail.com que eu passo o endereco dele para voces e cadastro o e-mail de voces para voces terem acesso a ele.
Um grande abraco
Vanise

6 comentários :

  1. Zilda Munhoz Perli9/8/12

    Bom dia filha querida!
    Li seu texto e estou muito orgulhosa de você , de ver o quanto esta experiência está sendo importante, o quanto está aprendendo como pessoa e como profissional. Como você ja sabe , sempre te apoiaremos no que for melhor pra você.
    Te amamos muito!
    Deus a abençõe!
    Bjos de amor, carinho, luz, paz....

    ResponderExcluir
  2. Rochelly9/8/12

    Quanto tempo durou do dia em que você se inscreveu até o dia da tão sonhada viagem?

    ResponderExcluir
  3. Amei seu post!!
    Principalmente pq como eu... Embarcar nessa loucura na idade limite (: eu tenho 26 e vou marcar o visto ainda rsrs
    Parabéns pela forca e determinação!
    Dps me manda o link do blog brukirienko@hotmail.com

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanise ^^
    Sou a Cíntia, estou com 25 anos e fiquei curiosa com a sua ida, digo pela idade, vc embarcou antes de completar os 27, foi isso? Tú foi por qual agência?! É que faço 26 em Fevereiro e tenho um certo receio de não dar tempo, sabe..
    Xoxo e que Deus continue a abençoar sua aventura :)

    ResponderExcluir
  5. Oi amore... passando e dei uma lida nos seus posts... adorei... que tal um livro qdo voltar?? rs Bjos amore...

    ResponderExcluir