quinta-feira, janeiro 24, 2013

Gente que fala mal do Brasil


Hoje o tema é comum: Gente que fala mal do Brasil.
Falar mal do Brasil é uma doença comumente vista em 3 estágios: pré-embarque, durante a viagem e pós-viagem. Discutiremos suas causas, tratamentos e função na sociedade. Fique ligado! hehe
(Lado bom e ruim sempre andam de mãos dadas)


Maaaaas primeiro, eu queria fazer um pedido de desculpas. Devo ser a pessoa mais avulsa desse lindo blog. Com a correria da vida acabo nem me lembrando de ler os posts e por mais que eu tente, não consegui visitar o blog com a frequência que queria.
(~foto meramente ilustrativa, pra vocês que não sabem~)

Enfim, ano novo, vida nova, cliché antigo!
Passei as ultimas semanas resolvendo minha vida, dando um jeito na minha agenda e reservando tempo pro blog e pra fazer coisas que eu amo e o post de hoje fala um pouco sobre isso. O assunto do dia é: Gente que fala mal do Brasil.

JURO! Vocês podem até não conhecer, ou não saber que existem, mas, por incrível que pareça, tem brasileiro que fala mal do Brasil! (aff , eu sei)
(Sim, weirdly surprised friend, tem gente que fala mal do Brasil!)

Eu entendo, o Brasil não é um lugar péssimo pra viver mas tem MUITOS PROBLEMAS, a corrupção COME SOLTA (ou corre solta, nunca soube qual era o certo), a saúde é uma porcaria e blah blah blah WHYSKAS SACHÊ! Eu já reclamei, você aí da poltrona, também já reclamou e até a dona Chica admirou se se, com os problemas do Brasil.

O que eu acho chato é ver a diferença entre esses dois tipos de Au Pair:


-        O/A Au Pair que quer conhecer os países, conhecer pessoas novas, crescer e se tornar uma pessoa melhor e que sabe que no Brasil, um país em desenvolvimento, as coisas AINDA não são tão boas quanto em países de primeiro mundo mas que, mesmo assim, temos nossa riqueza e cultura. Essa/esse Au Pair vai, com certeza, falar bem do Brasil e recomendar a TODOS os amigos de outros países que conheçam o Brasil. (Até pra aquela amiga alemã, cheia de frescuras e medo de mexicanos).

-      O/A Au Pair que quer conhecer os países, mimimi... E que vai falar mal do Brasil em TODOS os momentos. Ele/ela vai reclamar e comparar o Brasil com qualquer país, vai dizer a todos que o Brasil não esta preparado pra Copa do Mundo, vai dizer que agradece a Deus por estar num país onde o sistema de transporte finalmente funciona e vai dizer que se morasse no Brasil nunca teria dinheiro pra comprar o Mac ou o iPhone 5 dela/dele e não vai recomendar o Brasil pra ninguém. (Especialmente pra aquela amiguinha safada francesa).

(Gente... HELLO!)

Temos que entender que, uma vez que estamos em outro país, somos o espelho do nosso. Temos que mostrar pra essa "gringada" que o Brasil é MUITO BOM, que a diversidade de pessoas é linda, que tem as mulheres mais lindas do mundo, que tem as paisagens mais exóticas de todos os lugares, que tem as pessoas mais gentis e calorosas e que a comida... Deus, a comida é fabulosa! 

Então, quando forem au pairs, por favor, falem bem do Brasil e mostrem o lado bom, por mais que seja quase impossível se controlar, por que eu imagino que deve ser MUITO DIFÍCIL ficar calado ao invés de dizer algo ruim.

É isso gente. Vamos ser mais amigos do Brasil porque ele esta sozinho e sente que vai ser eliminado no próximo paredão por questão de afinidade.   :/  #brasilchatiado

Ah! Quero ver comentários de quem já ouviu a galera que fala mal do Brasil quando volta... Que é a mesma coisa! Haha

Xoxo

Até o próximo mês!

12 comentários:

  1. Vou tentar me controlar qdo voltar pra não ficar falando ml e comparando, pq é mto chato isso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, é normal comparar, mas o controle tem que existir, senão você acaba se tornando: "aquela menina chata que só fala dos USA".

      Excluir
  2. Concordo com tudo. Principalmente com a parte que diz "somos o espelho do nosso país". Eu vejo mta gente reclamando que gringo acha que o Brasil é só futebol, carnaval, mulher pelada, índio e macacos na rua. Mas quem cria essa fama somos nós, os próprios brasileiros, que só sabem falar mal do seu país e não enxergam as muitas coisas boas que temos. E pra quem fala que a saúde no Brasil é uma bosta, tá que não é perfeito, mas tem que avaliar o nível de dificuldade em atender tanta gente num país tão grande. E mesmo imperfeito do jeito que é, nosso sistema de saúde pública é um exemplo no mundo, inclusive (e principalmente) para os EUA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Nego reclama que o SUS é uma merda, mas não paga por ele. Vai tentar receber qualquer atendimento de graça nos EUA, vai! haha

      Excluir
  3. Vou te dizer que eu sou uma mistura da sua primeira com a segunda descrição. HAHAHAHAHA

    Eu sempre indico o Brasil e falo como tem coisas boas aqui, apesar de muitas outras coisas. Até porque os gringos vêm pra cá visitar, eles não querem saber da corrupção e etc.

    Maaaaas, eu sempre falava que aqui tudo é muito caro. Porque eu acho que, mesmo sendo um bom país e tendo milhares de coisas, as coisas aqui são uó de caras.

    Mas great post Eddy!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tks Bru, eu tambem sou assim, sei que o país ta looonge de ser perfeito, mas a gente tem que saber guardar isso pra gente, né? haha

      Excluir
  4. ai, tava falando hoje mesmo pra minha host que eu tenho vontade de morder minha língua às vezes porque me pego falando mal do meu país... mas sabe? na verdade, eu não falo mal. eu só falo a verdade, e a verdade é ruim!
    ~minha casa no brasil tem muita privacidade, temos um muro de 2 metros ao redor. porque? ah, porque a vizinhança é péssima. como assim péssima? ah, eles são ladrões e prostitutas, moram em casinhas de madeira amontuadas todas num só terreno, a família toda, com gato de luz e crianças peladas correndo pelo jardim, aí fizemos um muro muito alto depois que nossa casa foi assaltada pela sétima vez.
    NUM TÔ MINTINDU poxa... perguntou, respondi.
    é foda... e eu até tento falar bem... mas o lado ruim é maior então eu fico quieta (quando consigo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, dai que vem os dois lados da situação.
      Nos EUA, quando a gente mora na host house, na host city, no host suburbio, é facil de achar que aquilo ali é lindo.
      Meus hosts me levaram pra conhecer os "EUA" de verdade, passamos dentro de cidades horríveis, muita pobreza, muta casa velha, caindo aos pedaços, gente estranha e tals.
      O problema é que, quando vamos pra lá, vamos nos lugares turísticos e ricos e nunca vemos o lado ruim da situação.
      Me fala quanto filme tem mostrando Manhattan? E quanto filme tem mostrando o Bronx? haha

      No Brasil, moro num bairro ótimo, vizinhança amigavel, nunca fui roubado, ando na rua a noite e as vezes nem tranco a casa. Acho que só não podemos generalizar.

      Excluir
  5. "É isso gente. Vamos ser mais amigos do Brasil porque ele esta sozinho e sente que vai ser eliminado no próximo paredão por questão de afinidade. :/ #brasilchatiado"

    AHHAAAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHA
    AI EDDY EU MORRI DE RIR NESSA PARTE! AHAHAHAHAHAHAHAAH

    mas sério, apesar de tudo eu tenho um PUTA ORGULHO do Brasil! é questão de escolha valorizar apenas os problemas ou saber reconhecer também as qualidades, né mesmo?
    falem o que quiserem, eu acho nosso clima maravilhoso, nossa música contagiante, nossa cultura linda e me recuso a escrever Brasil com Z. bjs HAHAHHAHAHAH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA
      Pois é, eu confesso que não era assim não, mas morar nos EUA me trouxe um patriotismo bem legal.

      Tamo junto na luta contra a eliminação do Brasil!

      Excluir
  6. Eu sempre defendi o Brasil, depois da minha primeira viagem internacional então (na qual eu chorei ao ouvir o hino nacional numa "parada brasileira")... É claro que eu falo mal também - nunca para os gringos, claro! Sempre terá algo do que reclamar. Mas guess what? Eu falo mal dos EUA também... Eu entrei em uma pequena discussão no facebook por isso, uma amadinha da vida disse que o Brasil é pobre em diversas questões, inclusive cultural. Elaiá, eu fiquei pouco puta né!? Mas, é isso aí, passo os dias amando os EUA e idolatrando meu Brasil!
    Amei o post, como sempre. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valew flor, é isso mesmo. É claro que a gente fala mal, mas tem que ver que NENHUM país é perfeito. A Russia é um dos top países pra se viver, mas em compensação, tem a maior taxa de suicídio de todo o mundo, porque o povo é frio e não se importa com ninguem. hehe

      Excluir