segunda-feira, abril 01, 2013

OH, DÚVIDA CRUEL!


Gente, tenho uma novidade! Minha host me chamou pra voltar e fazer minha universidade lá, pra deixar de ser Au Pair e ir pra lá pra ser nanny (manny, porque sou um boy, não uma girl). Eu aceitei!
O post de hoje é sobre a documentação necessária pra se tornar um estudante universitário nos USA.

HAAA! PEGADINHA DO MALANDRO! MAIS UMA VEZ! APRIL FOOL’S DAY!


Bah, acho que todo ano vai ter isso, né? Inovação e originalidade, a gente vê por aqui.

Antes de tudo, preciso agradecer: Crislaine, sua linda! Obrigado por cobrir meu post! E Isabella, meu anjo, obrigado por me ajudar no momento de emergência! Família Au Pair é assim mesmo, todos unidos!
Mas o papo é quase verdade, gente. Então senta, mais uma vez, que lá vem outra história.



Quando eu estava chegando ao final do meu ano como au pair de luxo, minha host me perguntou se eu queria estender, disse que nós nos divertíamos tanto e que eles gostaram muito de mim, que eu era tudo o que eles estavam precisando no momento e tals (segura o ego inflado do au pair). Eu agradeci e disse: NOT REALLY, SORRY. Expliquei que queria me formar, continuar a faculdade, ter um emprego bacana, virar adulto e tals.

Voltei pro Brasil e agora, depois de 6 meses de Brasil, estou estável: Tenho um escritório no centro da cidade onde sou tutor de Inglês, sou dono da minha própria empresa, que ainda é pequena, mas esta caminhando pra um ótimo rumo (além de fazer meus horários, tomar as decisões importantes, etc). Tenho uma vida ótima, conheci o amor da minha vida, saio pra lugares bem legais, faço tudo o que eu quis. A universidade esta indo muito bem também, obrigado, sou parte do conselho da UNE, sou o representante de sala e as matérias estão incríveis. Estou correndo atrás de um lugar pra morar que seja só meu, comprando um carro só meu e tals. Nada a reclamar.

Até que na semana passada, minha host entrou em contato num e-mail mais ou menos assim:

Hey Eddy, how are you?
We are starting to think about next year...any interest in coming back? Seriously... (my kid’s name) was diagnosed a few weeks ago with CAPD (Central Auditory Processing Disorder) and he's working very hard to learn to deal with how he hears. But he misses you. So do the other kids!
I hope Brazil is treating you well and that school is going well. Come back and do your graduate work here! We'd love to have you.
Beijos.

Dae os au pair pira, né?
Só de imaginar estar de volta com minhas crianças, ter o carinho deles, a diversão que eu tinha, ajudar meu garoto nesse momento difícil... (Ah, vocês têm que entender que eu e meu menino do meio já passamos por MUITA coisa juntos. Temos uma conexão MUITO FORTE. Eu sempre ajudei ele com os problemas escolares e até me ofereci pra voluntariar na escola onde ele estudava, de graça, pra que eu pudesse ficar perto dele e o ajudasse).

Fora isso, estudar nos USA sempre foi uma coisa que eu quis, voltar a morar em SF então? Imagina? Uma chance de voltar e fazer tudo outra vez mas sem cometer os mesmos erros e tals, ia ser maravilhoso.

Mas eae? Volto e continuo por mais QUATRO ANOS sendo um babá? Morando com a host family num quarto com cama de solteiro que não é meu, dirigindo um carro que não é meu e comendo comida que não fui eu quem pagou? Largo da minha independência, empresa e do meu amor aqui só pelo desejo envaidecido de morar num outro país? Largar a universidade e começar lá do zero? (Já procurei pra fazer a transferência do curso, mas a abordagem do meu curso é muito diferente nos USA, não há nenhuma matéria que eu poderia me livrar de fazer).

É amigos, a vida é uma caixinha de surpresas.

Pra adiantar pra vocês: Ainda não decidi por completo. As chances são de que eu fique. Não acho que faria tudo isso de novo, mas ainda não tenho certeza. No peito ainda bate uma saudade das kids, dos amigos, da minha vida de lá.

Tenho tempo, eles me querem de volta pra Agosto e temos muita coisa pra conversar ainda. Veremos.

Queria saber de vocês. O que fariam no meu lugar?

Beijos gente, Feliz 1º de Abril! Contem pras suas kids todas as pranks que vocês já fizeram nesse dia. Vão render boas risadas e eles vão se aproximar ainda mais de você.


Beijo do gordo!

8 comentários :

  1. Juro, não saberia o que fazer, mais ter uma faculdade internacional no curriculo conta muuuuitoo.. DUVIDA CRUEL !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Carla, só não sei se na minha area faria muita diferença não.

      Excluir
  2. Eddy, qual é a sua área? Eu acho que você deve pensar lá na frente, em como você se vê daqui 10 anos, levando em consideração da quantidade de novas oportunidades que você teria fazendo facul nos EUA. E como seria sua vida se você ficasse. Eu no seu caso iria, porque eu não teria outra oportunidade dessas. Mas aí vai dos seus objetivos lá na frente.... NOSSSSSSA, deu até um frio da barriga por você, TODA A SORTEEEE DO MUNDO PRA VC =)

    ResponderExcluir
  3. é, acho que a melhor resposta é a da sua intuição garoto. Escuta aquela vozinha dentro de ti, que volta e meia faz teu coração apertar e refletir sobre alguma coisa.. Ela (ou melhor, vc mesmo) vai te dizer qual o melhor caminho a seguir. Muita sorte! :)

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu estava falando sobre isso domingo com a minha mãe. Imagina que incrivel fazer uma universidade lá? Eu iria! Ah, é um oportunidade única e que não aparece duas vezes e as vezes nem UMA aparece! Eu tive que deixar bastante coisa agora que decidi ser Au Pair também, trabalho principalmente. Mas eu sei que quando a gente vai em busca de um sonho, vale a pena. Pensa depois, agora é mais comodo ficar, mas e depois? Hoje em dia a gente precisa ter um diferencial. Só deixe de ir, por você, seja um pouco egoísta e pense em você agora, no seu futuro... Enfim, mas desejo que tudo de certo independente da sua escolha. :)

    ResponderExcluir
  5. JESUSMARIAJOSÉ Eddy!
    Olha, eu acho que o mais foda mesmo é largar TUDOOOOOOOO o que foi conquistado. Quando a gente vai a primeira vez, tem consciência de tudo o que ta deixando pra trás, mas ainda não sabe como isso vai te ajudar lá na frente...
    Agora pra quem JÁ SABE o que é ir e voltar... acho que o peso é outro, a medida é outra e não da pra afirmar o que é melhor ou pior... e fico imaginando se deixando "nada de importante" pra trás já bate aqueles momentos de "que caralhos eu vim cheirar aqui" magina quando já tinha MUITA coisa encaminhada.
    Pra você eu apenas desejo MUITA sorte e clareza! E que depois que tomar a sua decisão consiga fazer isso de maneira que não fique tentado a olhar pra trás!
    Beijos! <3

    ResponderExcluir
  6. Ah Eddy, isso é o sonho de muitos, maaas na realidade esse sonho deve ser seu, somente seu. Então só vc sabe qual a decisão certa! Siga o seu heart! Se fosse eu, sou muito suspeito pra falar, eu iria. A familia e kids gostam de mim, no caso vc, ama a cidade, já foi e conhece todas as vantagens e desvntagens de morar na terra do Tio Sam, e ainda tem a oportunidade de estudar lá. Quem sabe, apesar de toda vida que vc ta construindo ai, seu destino nao seja lá? Termina a uni e depois de um tempo arruma emprego lá mesmo? São muitos SE que vc deve analisar. E como disse lá em cima, so vc é capaz de decidir o que é certo! Follow your heart!

    ResponderExcluir
  7. Hey Eddy (o male au pair mais famoso do Brasil huaehuhae)... Essa é uma oportunidade e tanto, como todos aqui falaram, acho que para tudo se dá um jeito, se é o amor da sua vida mesmo, acho que pode sobreviver a esse "desafio", mas não é só isso, as questões de ter suas "conquistas" estacionadas por 4 anos parece assustador, pois quatro anos parece muito tempo, mas eu... no seu lugar, arriscaria, pois sei que na minha área (animação) ficar no Brasil é furada... Mas se na balança vc vai perder mais indo do que ganhar, vc deveria ficar e se aventurar por aqui mesmo, talvez vc possa negociar de fazer algum curso menor e ficar um período reduzido lá apenas para matar a saudade e ajudar o garoto, não sei até que ponto da para negociar, mas boa sorte! :D

    ResponderExcluir