domingo, dezembro 01, 2013

E na hora de contar para a família sobre nossa decisão de se tornar Au Pair?

Hey guys! Uma das partes mais complicadas no inicio do processo é contar aos pais e família sobre a nossa decisão. Isso muitas vezes acaba sendo mais fácil para as meninas mais velhas e independentes, que já se sustentam e cuidam da própria vida. Mas quem, como eu, é mais nova e ainda é sustentada pelos pais fica um pouquinho mais complicado. No meu caso foi um pouquinho difícil convencer meus pais, foi um processo que levou cerca de um ano. Eu comecei aos poucos a jogar a ideia pra eles, contando sobre o programa e como funcionava. Depois fiz eles conversarem com uma amiga minha que já foi au pair, e que teve uma experiência ótima, ela falou pra eles como funcionava o programa e sobre a experiência que ela teve. Depois eu comecei a pesquisar mais sobre o programa, e fui até uma agência pedir mais informações (e não comentei mais nada com eles). Quando eu tive a certeza de que isso era o que eu queria, contei para os meus pais tudo direitinho e levei eles na agência para tirar as duvidas, e em relação aos outros familiares eu já havia comentado que pretendia ir, mas só realmente contei pra eles quando ja tinha fechado o match e com a data pra embarcar, liguei para todos para contar a novidade e convidar eles para a minha festa de despedida. Confesso que a minha família nunca gostou da idéia, mas eles respeitaram minha decisão e por fim me apoiaram. Mas vou dizer, tive que ouvir o famoso discurso do "você vai largar sua vida e faculdade pra ir trabalhar de empregada na casa dos outros?", porque sim, essa é a maneira com que muitas pessoas enxergam o programa de Au Pair. 
E uma coisa é fato, tenha foco e certeza daquilo que você quer, porque sempre vai ter alguém que vai chegar pra você e te criticar, ou dizer que você jamais conseguirá chegar "lá", e independente da opinião dos outros, keep going. Ninguém melhor do que nós mesmas pra saber o que é o mais certo pra nós. 
A coisa que ajuda bastante é deixar a sua família segura em relação ao programa, mostrar que é algo sério, e que a gente não vai estar sem auxilio algum como muitos pensam. Deixe claro que teremos apoio da agência, e uma LCC pra tomar conta das coisas e resolver caso tenhamos problemas, e que iremos morar com uma família. Nunca vai ser fácil para os nossos pais nos ver ir embora de casa, principalmente quando nós estamos indo para outro país por 1 ano ou mais, mas quanto mais eles souberem que estaremos seguras, mais fácil vai ser deles se sentirem tranquilos. Mas uma coisa é obvia, eles jamais se sentirão completamente seguros e tranquilos com isso. Meus pais, por exemplo, durante meu ano inteiro tentavam me convencer a voltar pra casa, principalmente quando as coisas não estavam lá muito fáceis eles diziam "volta pra casa, você não precisa estar passando por isso.". Mas tenham muito foco e saibam exatamente o que vocês querem, e vão atras dos seus sonhos, porque você é a única que pode realiza-los e seu maior apoio esta dentro de você!
Espero muito ter ajudado… Mas esse é um assunto bem complicado de se falar, afinal cada família é de um jeito e ninguém melhor do que nós para saber como lidar com a nossa própria família… Essa foi a maneira com que eu lidei com a minha, espero que eu consiga pelo menos dar uma "luz"pra quem esta passando por isso e não sabe muito bem o que fazer.
Beijinhos!

3 comentários:

  1. Estou passando pela mesma coisa. Mas eu já cheguei falando que não era um pedido, e sim um comunicado. CLARO que eu não falei desse jeito, mas deixei isso claro. Eu já tenho 24 anos e minha mãe tem noção de que não pode me amarrar na cama e me prender aqui. Mas ela não quer que eu seja babá depois de "tanto dinheiro na faculdade boa, tantos empregos incríveis, etc, etc". Mas, né, só a gente entende porque queremos fazer isso e que vai ser o melhor ano de nossas vidas <3

    ResponderExcluir
  2. Eu já coloquei a sementinha na mente dos pais, em 2014 pretendo fazer o inglês e mesmo aqui no Brasil trabalhar de babá - só para ver como será e ter certeza do que eu quero. Tenho só 19 anos, mas eu sempre amei a ideia de sair do Brasil e poder me virar sozinha e estou tentando mostrar a minha mãe que não vou morar com ela o resto da minha vida. Estou pensando bastante no assunto, e estou quase com certeza do que quero.

    ResponderExcluir
  3. Eu já coloquei a ideia na cabeça da minha mãe no ano passado, sempre tive vontade de ser Au Pair, mas antes disso, não tinha coragem de falar com a minha mãe a respeito disso, principalmente porque era ela quem pagava todas as minhas despesas. Ano passado comecei a trabalhar e falei da ideia de ser Au Pair, ela disse que achava legal, mas como eu sempre fui daquele tipo de pessoa que diz que quer algo e depois esquece, ela achou que seria da mesma forma, mas com o Au Pair é diferente. Eu estou a cerca de um ano pesquisando apenas sobre isso, quando entro na internet, é mais sobre isso que eu leio, e ela viu que é pra valer. Escuto muito isso de "Vai ser empregada dos outros?", "Vai cuidar do filho dos outros, em outro país?", "Você fez faculdade pra isso? Virar babá?", "Você é louca, isso não é vida não" e outras coisas do tipo... Mas minha mãe começou a me apoiar mais agora, ela diz que não quer que eu vá, mas que se isso for me fazer feliz ela vai me ajudar a vencer todos os obstáculos pra virar Au Pair. Digamos que me sinto uma garota de sorte, por ter o apoio da minha família, mesmo que eles não acreditem muito que eu vá conseguir e pensem que é apenas uma fase, eles apoiam.

    ResponderExcluir