domingo, dezembro 22, 2013

Natal longe de casa

Estamos perto do Natal e neste post eu falarei um pouco de como foi passar o natal longe de casa pela primeira vez.

As primeiras diferenças podem ser notadas logo nas primeiras semanas antes do Natal. Parece que o mundo gira em torno das duvidas sobre o que dar para as kids, quanto gastar e qual o melhor dia para comprar. Como eu sou eu e sempre fui assim mesmo tentando mudar, deixei as compras para a última hora, ainda bem que deu tudo certo.

Não sei se é assim em todas as famílias mas pelo menos onde eu fiquei, tive a impressão que o dia 24 não importava tanto quanto importa para os brasileiros. Aqui eu estava acostumada a esperar até a meia noite para comer e desejar feliz natal loucamente pra todo mundo . No dia 25, sempre tem o almoço em família e coisa e tal. Porém, nos Estados Unidos eu percebi a diferença quando soube que não aconteceria nada na minha host family no dia 24. Uma amiga minha muito querida me convidou para passar o dia 24 com ela e com outra amiga brasileira na host family dela, que diferente da minha , fez um jantar em casa. Foi muito bom poder passar esta data ao lado de duas pessoas tão especiais para mim, e ter o sentimento de ter um pouquinho de casa , mesmo estando tão longe.
Na verdade o meu dia 24 americano foi bem esquisito, eu sabia que minha host family iria sair lá pelas seis e meia da tarde, portanto sai um pouco antes disso para fazer minhas ultimas compras de natal. Não levei a chave de casa excepcionalmente neste dia , pois sabia que eles estariam em casa quando eu voltasse e porque mesmo que eles não estivessem , a porta sempre ficava destrancada anyways. Só que eu me ferrei hahaha. Quando voltei das compras, minha familia tinha saído, e as duas portas estavam trancadas. Para completar a noite feliz de natal, meu celular estava sem bateria. Eu só tinha o meu Ipad, e tentei usar ele para pedir para uma das minhas amigas ligar para minha family, mandei email, hahaha enfim, tentei de tudo, mas nao deu. Detalhe que eu  estava com uma roupa muito nao recomendavel para um jantar de familia , e tive que ir daquele jeito mesmo para casa da minha amiga.
Ainda bem que minha amiga tinha um pretinho básico e me emprestou. Embrulhei os presentes correndo na casa dela mesmo e fiquei por ali. Tirando todos os imprevistos, o meu natal fora de casa foi muito gostoso, o jantar estava otimo, a companhia foi otima também. Só consegui entrar em casa depois da meia noite. Antes de me despedir da host family da minha amiga , me lembro de ter dito, que era natal. Mas ninguem havia desejado feliz natal até então. Acho que nunca vou conseguir me acostumar com isso hahaha.
O dia seguinte, manhã do dia 25 foi a parte mais legal. Ver as crianças abrindo os presentes embaixo da arvore, os olhinhos brilhando, me fez sentir falta de quando eu era uma delas e acreditava em papai noel. Tivemos um café da manhã especial e depois fui a uma igreja com uma amiga minha.
Fim do natal.

Conclusões  pessoais : Apesar do natal americano ser mais iluminado, as casas terem muito mais decoraçōes e as ruas ficam lindas e tudo parece mágico , com a neve e as musicas e tudo mais que vemos nos filmes, sinto que aquele espírito natalino que sinto aqui no Brasil, não existe lá. O final do ano sempre foi uma época muito especial para mim, viver esta época de uma outra forma foi uma experiência bem diferente.



Um comentário:

  1. Concordo com vc! As cidades são mais lindas, casas decoradas, até os carros ganham chifres de renas, etc, etc! Mas onde está o clima maravilhoso do Natal? Onde está a familia unida, o amor, a fraternidade? Estar passando por isso tudo vai me ajudar a dar mto mais valor aos pequenos momentos ao lado da minha familia no Brasil :(
    Bjos Bia Monteiro

    ResponderExcluir