quarta-feira, dezembro 25, 2013

Só que não nevou!!



No mês de dezembro eu saí cantando pela rua que teria neve no meu natal! Saí andando pelas calçadas, como a chapeuzinho vermelho indo visitar a avó, mas eu não tinha avó alguma para visitar, só compras para fazer no mercado. Acordei no dia 24 e já pulei da cama, correndo para a janela para ver a neve! Mas não foi dessa vez... não nevou no meu natal...

Meu natal alemão durou três dias: no dia 24 à tarde fomos à missa e depois para a casa do avô das crianças, onde tomamos café e trocamos presentes. À noite, no mesmo dia, voltamos para casa, fizemos janta e trocamos os presentes apenas eu e a família com a qual eu morava. Dia 25 passamos com a avó das crianças e no dia 26 teve almoço lá em casa para o irmão da minha mãe postiça. Ao final desse dia, nós assistimos a um filme na tevê, e o guri pequeno quis deitar no meu colo. Lá pelas tantas, ele desencosta a cabeça do meu peito, olha pra cima e me diz "Ich höre dein Herz, Melina" (traduzindo: eu ouço o teu coração, Melina). Apesar de estar longe de casa, foi uma época boa e divertida.

Na Alemanhaas tradições de natal iniciam no começo do mês de dezembro com o chamado tempo de advento, que é o período que compreende os quatro domingos anteriores à noite de natal. No sexto dia do último mês do ano é o São Nicolau que aparece trazendo balas e guloseimas para as crianças. É bem comum encontramos calendários para fazer a contagem dos dias até o dia 24:



Esses calendários têm 24 janelinhas (cada uma representando um dia até o natal) e atrás delas tem-se diferentes surpresas, dependendo do tipo de calendário que se compra. Pode ser de chocolate, brinquedos de lego, cerveja, lingerie, brinquedinhos aleatórios, vinho, enfim, várias coisas. O da foto é de chocolate.

O que eu achei divertido dessa época foram as feiras de natal e o quanto as pessoas gostam delas, mesmo quando a temperatura passa dos -10ºC!! As feiras iniciam no final de novembro e vivem entupidas de gente, faça frio ou caia neve.

Essa é a feira de natal de Nürnberg, e a foto eu peguei desse site. 

Aqui é em Dresden, a feirinha mais antiga da Alemanha

Essas bolachinhas são os chamados Lebkuchen, e se assemelham ao nosso pão-de-mel


As feiras são organizadas em uma praça da cidade e vendem, basicamente, enfeites de natal e trabalhos artesanais! Como é inverno nessa época do ano, as barraquinhas mais cheias de gente são as de Glühwein: o quentão alemão. A bebida é vendida em canecas personalizadas, com desenhos e o nome da cidade, que podem (ou não) ser devolvidas. O preço não é ruim e vale a pena experimentar. A ideia de devolver a caneca é outra coisa que eu achei divertida: ao comprar o seu quentão cobra-se um valor pela caneca, como se você a estivesse alugando; se devolver a caneca tem o dinheiro de volta, senão pode levar a caneca pra casa. ;D
Em uma feirinha de natal eu encontrei a Heisse Caipirinha, digo, a Caipirinha Quente, e vou dizer que foi a pior bebida que já tomei na vida (pior ainda que o Ponche de Ovo!). O povo alemão é louco pela nossa caipirinha e quis inventar moda achando que poderia ser uma bebida quente!! Mas não, não pode!

Essas foram as xícaras que eu trouxe das feirinhas que fui.. Eu sempre pensava em devolver, mas não resisti à tentação..

A figura do Papai Noel também aparece na maioria dos lugares e é ele quem está nas poltronas vermelhas dos shoppings, a esperar pelas crianças que vêm fazer seu pedidos. Mas a Christkind estava sempre com ele! Christkind em alemão quer dizer 'filho de Cristo" e geralmente é representado por uma menina loura de cabelos cacheados, vestida com uma bata branca e dourada, como se fosse um anjo, e é ela quem traz os presentes na noite de natal. É comum ouvir os pais perguntarem às crianças o que elas querem de presente da Christkind, e não do Papai Noel.

Essa é a Christkind, e a foto é desse site

Outro personagem diferente da época de natal é o Krampus, mas ele eu encontrei na Áustria.  Ele é um bichinho monstrinho beem feio, típico da região dos Alpes, e enquanto o Papai Noel traz presentes para as crianças boas, o Krampus pune as crianças más. Também dizem que ele pega as crianças que não se comportam bem e as põe em seu saco para levar embora. Fiquem com a foto dele de quando eu o conheci:

Lindo, não é?



Feliz Natal pra quem é de festejar a data!
E aproveitem o ano novo, mesmo que esteja frio! Afinal, a tequila e o Jägermeister estão aí pra isso, não é?! ;D


Nenhum comentário:

Postar um comentário