sexta-feira, fevereiro 07, 2014

Só acontece com au pairs. (presa no metro de Washinton,DC)


Chamei uma amiga para sair, mas ela tinha planos de ir a uma festa com um namoradinho, então me virei pra encontrar algo pra fazer naquele sábado à noite.

Era meia-noite quando ela me ligou perguntando o que eu estava fazendo. A tal festa que ela foi já estava um saco, ela queria me encontrar ou ir pra casa. Eu estava muito longe, fui parar na casa de uns amigos de uma amiga numa cidade à uns 40 min de distância, então não podia ajudar muito e no fim ela decidiu ir pra casa mesmo.

No outro dia de manhã, ela me contou que, enquanto tava na festa encheu a cara, bebeu mais cerveja do que caberia num barril. A festa tava chata e ela caindo de sono, tonta e bêbada. Então ela saiu fora de lá em direção à estação de metrô para voltar pra casa.

Quando chegou na estação, sentou no banco e acabou cochilando e perdeu o metro. Sorte que não era o último e o próximo veio depois de 40 minutos, a essa altura as oito long necks de cerveja que ela tinha bebido começaram a embrulhar o estômago e ela começou a passar mal.

Quando ela levantou pra entrar no trem, nem andar direito ela conseguia. Mesmo assim, entrou, sentou e as sacudidas fizeram com que ela piorasse, e duas estações depois ela desceu pra vômitar. Foi num cantinho "chamou o Hugo" e pensou “Vô sair e pegar um taxi”.

Quando ela chegou na porta de saída, a estação tava fechada, as grades cheias de cadeados e tudo mais. Ela rodou, rodou e não achou nenhuma saída, o lugar tava deserto, tudo apagado e ela trancada lá dentro. A estação tinha fechado e ninguém viu que havia um passageiro lá dentro ainda.


Ela não sabia o que fazer, apertou um botão de emergência, soou um alarme mas nada de aparecer alguém, ela já tava vendo a hora que ia deitar no banco, dormir e esperar até a estação abrir de novo.

Ela ficou tanto tempo tentando achar uma saída que passou a bebedeira e o sono e ela começou a se irritar. Foi quando ela achou um número de emergência numa placa e ligou, o “resgate” finalmente estava a caminho. Só que, meia hora depois, nada. Ai ela se tocou que tinha dado informação errada e ligou de novo pra falar a estação certa que ela estava, depois de uns 10 minutos finalmente chegaram uns caras lá, abriram o portão pra ela sair e além de ter ficado umas 3 horas presa, teve que aguentar os seguranças a interrogando e achando que ela tinha entrado no metro sem permissão. Um dos caras perguntou "Como é que vc entrou aqui se a estação estava fechada?" e ela respondeu “Na verdade eu nunca cheguei a sair daqui, isso sim”. Mas no fim das contas, eles até deram uma carona para ela. E enquanto essa aventura toda acontecia, eu tava sussegada bebendo umas cervejas achando que ela tinha arrumado alguma coisa legal pra fazer. Ela contou pros hosts no dia seguinte, e eles choraram de rir. Esse tipo de coisas só acontece quando vc é au pair, incrível!

2 comentários:

  1. Nossa, não dá pra saber se é novela mexicana ou filme de terror hahaha Logo eu também estarei vivendo minhas aventuras nos states me aguardem, bjs!

    ansiedadeaupair.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahhahaha Roberta, eu dei muita risada quando ela me contou, mas ela ficou num desespero que so na hora que aconteceu! Boa sorte e cuidado porque eh cada coisa que acontece com au pairs que vc nem imagina !!!

      Excluir