segunda-feira, maio 05, 2014

Por que viajar ?




 De início, essa pode ser uma pergunta boba, mas quando a questão é viajar como au pair, essa pergunta se transforma na cabeça das pessoas de tal maneira que parece um bicho de sete cabeças, e então eis que escuto algo do tipo: ''Você vai sair da sua casa para cuidar dos filhos dos outros ??? :O'' (escrevi imitando essa frase na minha cabeça com uma voz bem nojentinha haha).
Não, eu não vou SÓ cuidar dos filhos dos outros. Claro que quando entramos nesse programa, temos que estar cientes que iremos na maior parte dar assistência à crianças, muitas vezes teremos que tomar decisões e seremos responsáveis por elas, e, óbvio, gostar de lidar com essa realidade, ou pelo menos, aceita-la :)

Bom, uma coisa não há como negar: momentos difíceis todas nós teremos, e é como dizem, ''se é pra sofrer, que seja em Paris.'' No meu caso, Suécia (vide detalhes lá embaixo ;D). Mas seria hipocrisia entrar nessa e não se sentir bem em um ambiente com bebês e crianças. Você pode até tentar faze-lo, mas isso só te prejudicaria quando você chegasse lá, pois não é tão fácil como parece. Crianças requerem TODO um cuidado especial. E isso é um dos principais fatos desse intercâmbio, além do tal custo-benefício citado por todas.

Como eu ia dizendo, não iremos apenas cuidar dos filhos de pessoas que nem conhecemos, estamos com isso ganhando novas experiências, e diga-se de passagem, que bela experiência! =D Viajar é descobrir coisas novas a cada passo dado, é conhecer melhor a si próprio, vivenciar momentos inesquecíveis, ter histórias para contar, lugares diferentes que, talvez, sejam um pouco longe das nossas realidades, e sem contar do grande aprendizado que somamos, e não estou falando apenas da incorporação de um novo idioma, mas sim, de um ponto de vista diferente sobre várias culturas, isso nos leva a ter um respeito maior pelo próximo e por modos de viver diferentes dos nossos. Eu penso que, praticamente, todas as au pairs tenham uma visão similar a essa minha quando decidem entrar de cabeça nesse programa.




E foi sob esse meu jeito de olhar o 'verbo viajar' que eu descobri o intercâmbio que iria suprir meus desejos e necessidades. Me identifiquei de cara, e, resumindo, encontrei uma família hospedeira na Suécia.
O programa de au pair é legalizado lá, mas não tem agências que antecedam por nós, fazemos nossas buscas por HF em sites como o AuPair World, onde encontrei a minha, e negociamos tudo direto com a host family, lembrando que no site da migração sueca traz informações como carga horária e o salário de uma au pair. O visto é feito online e, não é válido lembrar, mas a aplicação pode ser feita por correio também, porém não é tão eficiente quanto a opção pela internet. Bom, quanto ao procedimento, já existe aqui no blog posts bem explicados sobre isso, mas querendo tirar dúvidas, é só perguntarem.


Voltando ao meu processo, irei morar com uma família em Helsingborg, beeem longe da capital Estocolmo, mas TCHARAN! Em 30 minutos estarei com os pés na Dinamarca. Para mim está de bom tamanho! Terei contato constante com dois países diferentes. Seria matar dois coelhos com uma cajadada só ? ;D
São três kids, duas meninas de 10 e 8 anos, e um boy que completou 6 anos dia 30 de abril, mesmo dia do meu pai =D Meus hosts parecem legais (como todos parecem também, suponho lol) e eu terei uma casinha do lado da deles for me \o/ Eles moram em uma pequena cidade, mas fica logo ao lado da terceira maior cidade do país. Bom, tenho mais detalhes do meu processo para contar no próximo mês. Por enquanto, me encontro em um estado de felicidade, ansiedade e um aperto no coração, tudo ao mesmo tempo.

E para finalizar, prazer, meu nome é Radira =) Como podem ver, postarei nos dias 05 e estou super feliz com o convite de compartilhar meus pensamentos e processo aqui com vocês.

Beijos!

13 comentários:

  1. Ameeeei, super me identifiquei, inclusive li essa frase ''Você vai sair da sua casa para cuidar dos filhos dos outros ??? :O'' fazendo careta e imaginando a voz de todas as pessoas que já me falaram isso #beijinhonoombro HAHAHA Com certeza poder viajar (com custo baixíssimo) foi uma das coisas que mais me motivou e provavelmente "motiva" muitas meninas, mas como você disse não tem como encarar essa aventura sem ao menos sentir-se bem com crianças. Seja bem vinda gata, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Camila =) Aliás, obrigada pelas dicas também.
      Sempre tem essas pessoas meio que 'ignorantes', não conseguem entender o intuito do nosso programa e se saem com perguntas desse tipo, né ? HAHA -.- Verdade, desde que me entendo por gente, sonho em conhecer, pelo menos, um pedacinho do mundo e aparece esse lindo intercâmbio \o/ Sorte a nossa ;)

      Beijos!

      Excluir
  2. Ra!!! Adoreii!!

    E parabéns! Aquela família dos sonhos virou realidade, né?!
    Fico mega feliz por ti e desejo muiiiitaaaaa felicidade e crescimento nesta jornada!

    Super concordo com o fato de que é preciso o carinho pelas crianças e que as conquistas que vem junto com o programa podem ser imensas!

    Please, manda novidades sempre!!! haha

    Beijão!

    Nath,
    www.brazucaupair.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Nath, que bom te ver aqui =)
      Pois é, fiquei feliz deles terem me respondido, valeu a pena tentar, né!

      Então, menina, vamos juntando o útil ao agradável, e pelo que leio nos blogs e vejo das meninas que tenho contato, todas tem um grande carinho por crianças, então estamos no intercâmbio certo, não é ? Õ/ e, claro, essas recompensas que recebemos e que nos motivam a seguir em frente sempre =)

      Sim, sim, terei novidades no meu blog e muitas coisas para contar no próximo dia 05 rsss.

      Beijos!

      Excluir
    2. Que bom te ver aqui também Ra!

      Exato! graças a deus nos damos bem com elas =) seria difícil se não fosse assim... E foco nas recompensas! haha

      Que ótimo! Vou continuar a te acompanhar!

      Beijão

      Nath,
      www.brazucaupair.blogspot.com

      Excluir
    3. Super verdade, Nath (:

      Obrigada, também estou ligada no seu blog =D bjs!

      Excluir
  3. Boa tarde Radira,

    Muito legal o seu post. Eu estou querendo muito ser Au Pair e tneho lido bastante blogs, vendo videos...
    Curioso dizer para voce que eu ja fiz intercambio na Suecia... com outro foco.. em 2011.. e posso te garantir que voce vai AMAR

    Eles sao incriveis, de uma educacao impar.. voce vai se dar muito bem lá pode ter certeza,
    Boa sorte no seu processo... eu morei em Sodertalje e estudei em Estocolmo..se eu puder te ajudar com passeios e algo assim será um prazer.. mas eu te aranto que voce sera muito feliz lá.. tirando os dias frios e duas da tarde esta noite, rs voce vai tirar de letra isso.. e sera muito feliz..

    Hej da (tchau) puss och kram.. :) boa sorte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hej, Nati \o/
      Que delícia ler esse comentário, obrigada pelos bons presságios rsss. Suécia é um país lindo, não tem como negar, espero que dê tudo muito certo também. E, claro, é SEMPRE ótimo ouvir de quem já conhece dicas e tal... Vamos mantendo contato.

      Obrigada, beijos =D

      Excluir
    2. Legal.. :) vamos manter contato sim... até porque eu quero muito saber dessa sua experiencia :)

      Beijos boa sorte aí

      Excluir
  4. Olá, Radira! Achei muito legal ler seu post e ver a empolgação que você está sentindo com seu intercâmbio. A Suécia deve ser linda e ainda ter a Dinamarca de brinde é realmente fantástico! Engraçado você comentar sobre essa "insegurança" que costumamos sentir. Eu senti um pouco isso, inclusive coloquei no meu post de hoje, mas sinceramente, conto os dias para começar minha aventura na Alemanha. E que coincidência! Também vou cuidar de três pimpolhos com idades próximas aos seus: duas meninas de 9 e 7 anos e um menino de 5. Podemos trocar figurinhas :) bj, bj
    (pergaminhoamarelo.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Aline. Pois é, menina, esses sentimentos que vive confundindo a gente, ao mesmo tempo a ansiedade de viver tudo isso misturado a insegurança de viver tudo isso haha vai entender .-. Mas o mais importante é que temos coragem para seguir em frente sempre :) E é como vc disse, estou super empolgada mesmo que ainda nem consigo acreditar muito haha Bacana, super parecido mesmo com os meus :) Obrigada pelos votos, e fiquei curiosa pra visitar seu blog, vou lá conferir ;) bjs!

      Excluir
    2. Acho que essa insegurança inicial é o que torna tudo mais prazeroso. Ela é o primeiro passo para nos sentirmos mas animados em cada etapa. Obrigada pela visita no meu blog. :) bjão!

      Excluir
    3. Concordo, senão que graça teria ? rsss
      De nada, adorei, fico te acompanhando. Bjs.

      Excluir