terça-feira, junho 17, 2014

Cuidando de 4 kids: o desafio!

É bem normal ver várias meninas dizendo que jamais aceitaria família com mais de 2 kids, que se for uma só, melhor ainda! Que cuidar de muitas crianças é loucura e nem considera quando a família aparece nessa "situação". 
Mas será que é todo esse terror mesmo? 

Bom, quem me acompanha aqui no blog sabe que eu cuidei de 4 kids, e também sabe que tive um ano de au pair excelente. Claro que uma coisa NÃO está diretamente ligada a outra, mas estou aqui justamente pra discutir junto com vocês o quanto o número de crianças pode influenciar no seu sucesso (ou não) como au pair. 



Primeiramente, eu acredito que não se deve criar essa barreira numérica. As famílias variam muito de uma pra outra e eu não acho que a quantidade de filhos seja um fator muito decisivo prum match legal ou não. Claro que é importante conhecer os seus limites e saber do que você dá conta ou não... Mas acho que ao invés de transformar isso num limite numérico, eu acredito que uma classificação mais qualitativa seja mais apropriada. 

Mas como assim Isabella? 

Eu acho que mais importante do que a quantidade de filhos, é saber como eles são como família. Como as crianças são educadas, como eles lidam com problemas, qual maneira eles acreditam que seja a mais eficaz quando se trata de disciplina... 
Eu tive amigas que sofreram demais na mão de duas crianças simplesmente por que os pais eram terríveis como pais. Quanto mais crianças se tem em casa, mais disciplina se tem que ter... Ou as coisas saem do controle maravilhosamente! Enquanto até seria "ok" cuidar de uma criança mal educada pelos pais, quando se trata de 4 as coisas mudam de figura. 
Na minha casa eu tinha muita liberdade pra disciplinar e educar as minhas. Eu era a pessoa em comando e as crianças sabiam muito bem disso. Minha autoridade nunca foi questionada na frente das crianças e em nenhum momento eu tive problema com os meus hosts sobre isso. 

E um fator que notei neles e em outras famílias de 4 kids: flexibilidade. Quando se tem mais crianças, se sabe que não é possível ter controle sobre tudo o tempo todo... Existe essa consciência de quem nem sempre as coisas vão estar de acordo com o que os pais queriam ou planejaram, e eles são ok com isso. Conheci meninas que tinham hosts loucas obsessivas com perfeição, onde a casa tinha que estar sempre impecável, as crianças alinhadas e os planos de acordo com o que ela idealizou... E obviamente que isso não acontecia e a culpa caia na au pair... Seja 1 ou sejam 4, crianças sempre vão ter o seu mundo próprio independente das vontades alheias. E nas famílias de mais crianças notei essa maior aceitação e paciência em relação a isso. 

É claro que eu tive momentos em que tudo ia a loucura, especialmente as crianças. Queria jogar todo mundo da janela ou sair correndo de casa e nunca mais voltar. Porém, quando coloco isso na balança, os momentos bons compensaram de longe qualquer momento.

Eu sou uma pessoa que gosta de agitação, bagunça, barulho e correria. Pra mim, uma família de 4 crianças em idade escolar era um match muito mais adequado do que uma com dois bebes, por exemplo. Com os meus já haviam dias em que eu ficava entediada e tentava agitar as coisas um pouco, então nem consigo imaginar se tivesse crianças pequeninas o tempo todo. Mas isso é da minha personalidade e algo que deve ser avaliado também. 

Mas o fator mais importante de todos, quando falamos de famílias com muitas crianças (ao menos na minha opinião), é a idade. Eu tive 4 crianças grandes. Que podiam brincar e ficar sozinhas. Quem podiam brincar uns com os outros. Que podiam ir pra casa de amigos fazer playdates. Que iam pra escola e me davam manhã free todos os dias. Que praticavam esportes e tinham atividades. Todos eles. 
Conciliar isso com crianças menores que precisam de atenção o tempo todo, de quem você não pode desviar os olhos por muito tempo e que tem um "horário de funcionamento" completamente diferente é mais complicado. Se minhas crianças fossem menores, eu com certeza teria tido um ano muito mais exaustivo e cansativo do que tive. 

Pra finalizar:
Coisas importantes a se considerar quando falamos em famílias de 4 crianças

- Rotina agitada e cheia de atividades: você nunca vai estar entediada 
- Maior círculo social de crianças pra possíveis playdates 
- Maior flexibilidade.
- Maior diversidade de atividades que podem ser feitas com as crianças. 
- Um brinca com o outro e se entretém sozinhos. 
- Tem uma noção melhor de individualidade e aprendem a dividir logo cedo. 
- São mais barulhentos e dramáticos, já que sempre precisaram "apelar" pra conseguir atenção. 
- Nível se estresse multiplicado por quatro. E nível de carinho recebido também multiplicado por quatro. 

Mas respirem fundo meninas! Não se desesperem ao ver que a família tem 4 filhos. Conversem e vejam direitinho como funcionaria o schedule e o seu tempo com eles. 4 crianças não é nenhum bicho papão e, a maioria das au pairs que conheci, adoravam ter tantos monstrinhos por perto. 

Boa sorte e vejo vocês no mês que vem! 




5 comentários:

  1. Eu estarei em uma casa com 4 crianças (as vezes 5) e nem surtei. Eu realmente tinha colocado como prioridade uma família com até 3 crianças, mas não foi uma questão de quantidade e sim uma questão de minha experiência.
    Quando apareceu minha família eu quase fechei com outra, mas quando fui conhecendo melhor a host, as ex au pair e todo o esquema deles, eu sabia que eram super sérios e respeitavam muito esse sistema au pair, preferi ir no certo (eu não acredito em feeling) do que arriscar em uma família que nunca teve au pair.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu fui a primeira au pair da minha família e mesmo assim nunca tive problemas com eles!! então isso de primeira au pair ser furada nem sempre é verdade!
      claro que pra menina que foi me substituir foi mais fácil pq a gente já tinha alguns "esquemas" certos que eu criei... mas não foi nada demais, mesmo!!!!
      pra mim era muito comum ter 7, 8 crianças em playdate na minha casa... tipo creche mesmo! hahahaha então tinha dia que ficava bem louquinha, mas o mesmo tanto de trabalho, eu tinha de volta em amor... então pra mim valeu MUITO a pena! hahaah

      Excluir
    2. O que é ótimo também Isabella é que eles costumam brincar bastante entre si, isso faz com que exijam menos tempo da au pair com isso e ela pode ir organizando outras coisas no meio tempo. Quando cuidei de três eles tinham idade bem próxima e brincavam muito juntos e brigavam igual cão e gato tbm kkkk

      Eu também não tenho essa de que ser a primeira au pair será um problema, mas quando resolvi me aventurar com 5 kids o fato de conhecer todo o esqueminha me ajudou na opção por eles, e minha host é uma alucicrazy, muito engraçada!

      Excluir
  2. Não sei se eu daria conta, mas como vc disse, tudo depende de diversos fatores. As vezes nao aguento minha prima de 4 anos pq ela consegue ser muuuuuito chato pra ser tao pequena. Mas quando ela é carinhosa compensa tudo... dai tudo depende de mtas coisas meeesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah sim!!!! e chata toda criança de qualquer idade vai ser em algum momento... e acho importante respeitar isso, até nós adultas temos nossos momentos, pq elas não teriam né? haahaha
      mas uma coisa eu digo com certeza: kid filha unica geralmente é MUITO mimada (sou filha unica hahahahaha) e se tem uma coisa que NÃO DÁ pra fazer, mesmo se quiser, é ficar mimando 4 kids. rola de esquecer das cria, agora mimar... pffff
      sempre via minhas amigas reclamando das frescuras das kids delas e dando grazadeus que na minha casa nem tinha espaço pra isso!!! hahahahahaahahah

      Excluir