segunda-feira, agosto 25, 2014

Casar ou ser Au Pair?


Olá meninas, tudo bem? Hoje gostaria de falar sobre um assunto muito importante a todas as futuras au pairs com namorado. O tal dilema do: caso ou vou ser au pair? Muitas meninas que decidem ser au pair namorando acabam ficando na indecisão de desistir de ser au pair e ficar com o namorado ou largar o namorado e ir se aventurar. Acredite ou não, essa é uma difícil decisão. Há vários fatores que podem influenciar a sua decisão, fatores bons e ruins. Se você deixar de realizar seu sonho de fazer um intercâmbio por causa de alguém, você deve pensar se conseguiria viver pensando o que seria se você tivesse embarcado naquela viagem. Poderá também terminar o relacionamento em um futuro próximo e ficar com peso na consciência por ter deixado de ir por causa de uma pessoa que não significa mais nada pra você.  No caso de você já estar noiva e com data marcada para casar, casos eu que já vi aqui, eu não recomendo você ser au pair ou a fazer nenhum tipo de intercâmbio. O motivo é que você já esta numa fase em que deve se estabelecer e focar no seu casamento e em construir uma família. Se você interromper esse processo, poderá mudar de ideia quando estiver aqui ou perder o foco por causa do intercâmbio. Sei de meninas que estão noivas e vieram pra cá, e acabam usando o pouco salario de au pair pra pagar a futura casa no Brasil ou o futuro casamento, e no fim  não conseguem aproveitar tanto aqui. Sei que é difícil conciliar os dois,  por isso é importante vocês colocarem na balança os seus objetivos principais e o que vale mais a pena.  
 Agora, para aquelas que como eu decidiram ser au pair namorando, há vários outros fatores de risco que podem por em jogo o seu relacionamento. Primeiro, a distancia atrapalha sim . Não importa o tamanho do amor e devoção que um tem pelo outro, uma hora ou outra vocês vão acabar brigando e se distanciando. Uma porque você vai estar curtindo a sua nova vida, novos amigos, novas aventuras, enquanto a outra pessoa esta no Brasil fazendo as mesmas coisas que fazia antes com você mas agora sem você. E é sempre pior pra quem fica. Outra, a falta de tempo leva a gente a não priorizar tanto as outras pessoas. Infelizmente, morar longe da família e do namorado e ter uma nova rotina faz com que ficamos ausentes e distantes. As vezes acabamos perdendo o interesse também e acabamos nos interessando por alguém que esta perto. O famoso ditado, o que os olhos não veem o coração não sente. Posso dizer que esse ditado se aplica a muitos relacionamentos a distancia.
Agora, um fator que realmente vocês que namoram e vão ser au pair devem pensar é: vocês aguentariam estar longe da pessoa que ama e ela vir a falecer? Normalmente pensamos que isso poderia acontecer com nossos avos ou no máximo com nossos pais, mas com o namorado já é  bem difícil de pensar. Mas isso é  algo que todas deveriam cogitar, pois a morte esta presente e quando menos esperamos.  Aconteceu comigo enquanto eu era au pair, exatamente no meu sexto mês. Inesperadamente recebi a noticia do falecimento do meu namorado. Meu mundo desabou e eu voltei pro Brasil, mas só por um mês. Ele não estava mais lá e não tinha razão pra eu ficar, já que eu não fiquei quando ele estava vivo. Não foi fácil, mas voltei e terminei o programa e hoje realizo o sonho de fazer faculdade aqui. Pensem com carinho na importância que seu namorado tem pra você e o quanto vocês tem de se esforçar pra estarem sempre presentes na vida deles, mesmo longe.
E depois de todos esses obstáculos, existem exceções de meninas que acreditam na possibilidade do namoro durar. Muitas conseguiram passar pela saudade e respeito, e ao voltar ao pais de origem depois do programa voltaram e continuaram sua vida normalmente com seu namorado. São casos assim que nos mostram que devemos ter esperança

Espero ter ajudado e esclarecido algumas duvidas de vocês e desejo a todas muita sorte e sabedoria pra escolher o que eh melhor pra cada uma de vocês. E se depois de ler esse texto vocês tenham decidido casar ou ser au pair, venham me contar que eu vou adorar.
Próximo post será o oposto desse. Será sobre romances com gringos e ter namorado em terra americana.
Ate a próxima, qualquer duvida me contatem.
Beijos,

Camila de Almeida

6 comentários:

  1. Oi camila, tudo bem?
    gostaria de tirar umas duvidas com você.
    me passa seu email ^^

    Att,

    Bárbara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Barbara, tudo bem e vc?
      Claro, meu email eh:
      ccalmeida11@hotmail.com
      Beijos

      Excluir
  2. a voz da experiências voz diz: não percam tempo, façam o que desejam e sonham e se o carinha te amar de verdade ele vai mostrar isso te apoiando a realizar seus sonhos...

    ResponderExcluir
  3. ah, parabéns pelo tema e pelo que virá, muitas meninas pensam sobre isto, foi de muita utilidade :)

    ResponderExcluir
  4. Nossa, sinto muito pelo seu namorado. Mas assim, acho que não devemos deixar de realizar nossos sonhos por isso, principalmente por namorado. Acho que sim, devemos pensar se for nossos pais, pois existe ex-namorado, mas não existe ex-pais. Eu fico pensando por mim, se chega acontecer algo com meus pais enquanto estou longe não me perdoo por nada. Minha mãe está se tratando de câncer, então imagina o medo que tenho de deixá-la aqui e depois ser tarde demais pra eu querer voltar. Mas se for assim nunca fazemos nada, pois não sabemos o dia de amanhã, então temos que aproveitar ao máximo as pessoas das quais convivemos e ter fé, pois infelizmente a vida é passageira =( mas adorei seu post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Mayara, Obrigada pelo comentario.
      Sim verdade, infelizmente a vida eh imprevisível e se formos pensar em tudo o que pode acontecer de pior não faremos nada. Por isso sempre digo a toda para sempre seguirem os seus sonhos e serem felizes.
      Que sua mae passe por essa fase e fique ainda mais forte e com mais saúde com voces. Fique com Deus,
      beijao

      Excluir