quarta-feira, agosto 06, 2014

Pós Au Pair - A ousadia de se pedir um visto assim que voltamos

Se você morou próximo à algum lugar que tem muito brasileiro, muita ex-au pair, teve amigos ilegais ou no mínimo já cogitou continuar nos Estados Unidos depois do término do seu programa de au pair, você já se pegou pensando sobre "E o visto?"

Eu já conheci todo tipo de caso... mas, os mais populares são quando a pessoa consegue aplicar pra um visto de estudante, muitas vezes sponsorado por uma família com a oferta de continuar no esquema de au pair, e quando não acontece algo assim, uma boa alternativa é solicitar a alteração do status do seu visto para turista. Isto é, basta enviar alguns documentos e uma carta explicando seu motivo por querer continuar no país depois que seu visto/DS expirar. Já conheci casos de pessoas que conseguiram e renovar visto de turista duas vezes depois de ser au pair.

Enfim... mas, já ouvi casos, e muitos conselhos pelos grupões da vida sobre não pedir visto de turista assim que voltar pro Brasil. Porque, claro, as chances de não ser concedido são enormes.

Tenho duas grandes amigas que tiveram visto negado. Uma foi au pair na Holanda, mora hoje na Espanha e tem vida relativamente estável lá, porém, 20 e poucos anos, sem bens ou nada que seja realmente um motivo para prende-la. Ela ia viajar como namorado, pra visitar os sogros em Washington, DC. Visto negado, sem maiores explicações. Ela só ia passear e nunca tinha estado no país.

Outro caso que conheço, minha amiga que foi au pair no States e esta na Europa agora como au pair, pedir visto dizendo que ia visitar ex host family, uns 3 ou 4 meses depois que voltou. Visto negado com a desculpa de não ter vínculos.

Eu acabei de voltar dos Estados Unidos - há exatos 2 meses. (Quem não lembra minha história, veja aqui um resuminho, meu primeiro post.) e já queria pedir visto de turista no dia que cheguei aqui, pra ser sincera. 

Posso dizer, que eu desafiei a imigração americana desde sempre que pude. Eu participei do programa nos últimos minutos do segundo tempo, como regra não podemos completar 27 anos antes de embarcar. Ou seja, podemos ir na véspera do aniversário, se não foi até então, perdeu playboy! Não pode ir mais. Mas, é claro que ninguém quer arriscar a sorte e deixar pra ir tão tarde, né? Além disso, como sempre, seu visto pode ser negado, sem nenhuma explicação, just because! Diz a lenda que uma candidata que aplica para o visto bem perto dos 27 anos pode tê-lo negado. Eu embarquei exatos 20 dias antes de completar 27.

O maior desafio aconteceu antes do meu visto começar a valer efetivamente. Todas sabemos que temos o grace period, ou travel month, que são os 30 dias que temos ao fim do programa para deixar o país. O que pouca gente fica sabendo, percebe, ou usufrui, é que podemos entrar nos States 30 dias antes também.
E eu, que não fui boba nem nada, aceitei um convite de uma tia queriado de ir passear em Orlando mais ou menos um mês antes do meu programa de au pair começar. Fui! Mas, não tinha visto de turista.... usei meu J1 mesmo. E entrei no país 35 dias antes do visto começar a valer pra valer! O oficial da imigração ficou meio da dúvida, me olhando suspeito.. me fez perguntas demais, entrou com meu passaporte na salinha... me vez aguardar, me deu chá de cadeira... me deu um sermão dizendo que eu não poderia estar ali... e etc. etc. Eu fiz cara de desentendida, de pobre coitada, etc. e etc. suei frio e entrei!

Não bastasse, eu voltei pro Brasil... fiquei 20 dias e embarquei de novo. Meu ano de au pair não tinha nem começado e eu já tinha passaporte e DS carimbados duas vezes. Na entrada... suei frio e novo. Não me lembro qual era o detalhe principal... mas, durante o treinamento meu DS teve que ser checado e as representantes da agência fizeram uma reuniãozinha por causa do meu caso. Bom... eu usufrui de um direito... mas abusei dele. No final, como diz o ditado, deu tudo certo.

Passei férias no Brasil e retornei pros States uma semana antes do visto no passaporte vencer. Novo perrengue. Havia boates de que se o oficial não gostasse da minha cara, ele teria todo o direito de não me deixar entrar no país de novo. Arrisquei, fui, deu certo.
Usufrui do meu travel month atéééé o último instante. Sai quase que com visto, DS e tudo vencido. E sim. deu tudo certo.

Semana passada, foi notícia em rede nacional (leia aqui) que a emissão dos vistos foi suspensa. Sabe quando eu soube disso? Exatos 5 minutos depois que passei mais de 2 horas preenchendo todos os formulários para solicitar o visto. (Detalhe que eu pretendia voltar pros States no fim de semana passado!)

Encurtando a história, eu consegui um agendamento pra depois de 20 de agosto, e na insitência e muita sorte abençoada, consegui um reagendamento para o dia seguinte ao do furdúncio. Exatamente no dia em que o Brasil todo comentava que os agendamentos tinham sido todos adiados.

Vai entender? Em meio à tempestade, eu consegui o que eu precisava. Fui à entrevista, sabendo que eu tinha todas as chances de ter visto negado, caí no guichê da mulher com cara mal humorada, que empatou 3 vistos na minha frente.... me fez perguntas básicas, anotou tudo... não me pediu nenhuma evidência e concedeu meu visto sem caretas.

Alívio vezes mil!

Agora estou na espera de receber o passaporte de volta com o visto lindo estampadinho nele. Enquanto isso, vou curtindo minha família e amigos antes de me despedir do Brasil pela quarta vez. Vou curtir meu aniversário em terra Brasilis, para a alegria dos meus pais. E em breve eu conto o que aconteceu com a minha vida pós-au pair. Só adianto que: it's really exciting!



Até mês que vem!
Bom agosto pra vocês!

:)

10 comentários :

  1. Uau!!!!!
    eu nem sei o que te dizer Karen, é uma mistura de sorte com eu nao sei o que ... só sei que fiquei de bobeira com a sua historia...
    Boa sorte (+ que isso depois que eu li nem sei mais hahahah) e boa viagem

    ResponderExcluir
  2. Menina como tu é sortuda!!! Depois dessa história todinha pode apostar na Mega que vc ganha! Entrar nos EUA na maior desse jeito, é muuuuuuita sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Nuara! Meant to be! :)

      Excluir
  3. Caramba que história doida! E agora vc pegou o visto de turista, o K1 ou outro? Boa sorte ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Susan!
      Sim, peguei visto de turista!
      :)

      Excluir
  4. eu meio que fiquei confusa. acho que não entendi muito tanta entrada e saída

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Hellen!
      Até eu fico confusa... Basicamente, eu entrei nos States quatro vezes em dois anos!
      :)

      Excluir
  5. Nossa, quando é pra ser, acontece mesmo!
    Eu estou no processo de au pair para os Estados Unidos... tb decidi fazer no último minuto...em agosto completo 27. O problema é que agência pela qual estou indo é pequena, sem muitas famílias cadastradas, até agora só tive contato com 1 família (que não deu certo)... pensei em desistir, justamente por estar beirando o limite da idade e pela falta de contato com host families... Mas após ler seu texto, me animei mais: nada é impossível!

    ResponderExcluir
  6. Oi! Cheguei no Brasil mês passado depois de um ano de au pair. Acontece que deixei meu namorado americano lá e estamos planejando de eu voltar em breve. Quero tentar o visto de turista, até porque não quero me casar ainda. Detalhe que ainda não arrumei emprego no Brasil, quais minhas chances de conseguir o visto tão perto da minha chegada?

    ResponderExcluir