quinta-feira, dezembro 18, 2014

Pesquisa: Trabalhar & Trabalhar como Au Pair, qual a diferença?

De 25 de novembro até 11 de novembro lancei uma pergunta no famoso "Grupão" com o objetivo de tentar compreender qual o público que vinha procurando este tipo intercâmbio que já tinha passado por outros tipos de atividades remuneradas antes de ser Au Pair. O resultado realmente me surpreendeu. Poucos dos quase 7mil integrantes do grupo responderam à pesquisa, mas sou realmente bastante grata a este pequeno grupo que me deu 30segs-1min de atenção.

Um pergunta e quatro possíveis respostas que me levaram a uma post totalmente diferente do que havia planejado. Percebi que a maioria esmagadora de meninas (cerca de 60%) que vêm pros EUA como Au Pair, já tiveram 3 ou mais atividades remuneradas antes de vir pra cá, enquanto menos de 5% encararam a atividade como "primeiro emprego".

Bem, como todas sabem o intercâmbio como Au Pair é do tipo Trabalho e Estudo, mas na realidade, todas as empresas que o oferecem, põem-no como uma categoria a parte. E pra quem está vivendo a experiência e principalmente quem já viveu, sabe que é um tipo de intercâmbio 95% de trabalho e 5% de estudo. "Por quê, Gabi?"

Você irá trabalhar de 45-50hrs por semana (contra os 40h que estamos acostumados no Brasil) e sua meta de estudo é de, no mínimo, 72h/aula em um ano, que quem já fez faculdade e tem uma ideia mais clara de carga horária sabe que isto é apenas uma matéria de um semestre. Dica para as companheiras que acabaram de sair do Ensino Médio, nunca tiveram uma atividade remunerada e resolveram ser Au Pair: vocês virão trabalhar, estudar será segundo - ou terceiro, ou quarto... - plano (a não ser que você tenha como pagar a mais por seus estudos).

Trabalhar no Brasil significa que você vai acordar na sua casa (seja morando com seus pais, em república, com noivo/a, sua casa própria, casa emprestada, etc), tomar café, pegar transporte/dirigir/caminhar/pegar carona, ir ao trabalho, às vezes almoçar com os colegas de trabalho, às vezes voltar em casa e ter aquele almoço seguido de soneca, às vezes esquentar o marmitex na copa/cozinha e voltar a trabalhar. No final do dia você estará cansada, mas fará o percurso contrário feliz porque estará voltando pra casa, vai tomar um banho, jantar gostoso e deitar no sua caminha. No dia seguinte, tudo de novo. Se tiver sorte, no final de semana, depois de meio expediente, você nem vai em casa, já sai de mala e cuia pra uma aventura com os amigos. 

Trabalhar como Au Pair, como muita gente já explicou, é fazer quase a mesma coisa com a diferença que você acorda, come, trabalha, come, trabalha e dorme tudo no mesmo lugar. Seus locais de trabalho serão cozinha, quartos, banheiros, laundry room, uma minivan, parques, bibliotecas, playhouses etc. Se você tiver sorte, você terá os finais de semana livres para se organizar e ir pra aonde você quiser ir, sem amigos ou com amigos, mas com certeza um lugar diferente de qualquer outro lugar no Brasil.

Vantagens e desvantagens? Não sou quem vai te dar essa dica. Cabe a você ponderar e ver se você se encaixa no perfil. E foi daí que surgiu a curiosidade de fazer essa pesquisa. Você tem perfil pra ser Au Pair? A Camila De Almeida publicou um texto bastante interessante aqui no Blog e que vale muito a pena conferir.

Outro ponto que me levou a fazer essa pesquisa foi buscar compreender o aparente crescimento da taxa de rematches. Quando se leva em consideração apenas o conhecimento das condições do contrato de trabalho, o que realmente leva famílias e/ou Au Pairs a pedirem rematch? Experiência em outras áreas, mesmo que você faça estágios em creches, escolas, tenha sido babá em seu país de origem, nada realmente te preparará para a avalanche de sentimentos que é mudar de país, morar com os chefes, cuidar de crianças, tornar-se independente, etc. Então ter experiência de trabalho te levaria a um ano de sucesso como Au Pair? Ou, não ter experiência alguma faz com que você encare essa experiência com menores expectativas de como será o trabalho?

Compartilhem suas ideias e opiniões, aqui é um espaço aberto para troca de conhecimentos. E terei a maior satisfação em responder. 

Um Natal de Luz, Paz e Amor e um Ano Novo Próspero, repleto de sonhos delicados e firmes!
Coragem acima do medo e Fé diante dos imprevistos.
#SucessoPraNós

-------
Quer ler mais sobre mim? Acesse:

Siga-me: @gabriellassa
Tumblr: @gabriellassa

Um comentário:

  1. Parabéns ameeii seu post e a pesquisa q vc feiz *-* não vejo a hora de ficar maior de idade pra ir kk

    ResponderExcluir