sexta-feira, dezembro 05, 2014

Plano B...

''... Plano de contigência em relação ao principal; alternativa de emergência para contornar a perda de uma situação.''
No mundo aupairiano é popularmente conhecido como "rematch".



Meu último post foi falando exatamente sobre a minha decisão de ter peço o rematch, e por inúmeros motivos.
Pois bem, resumindo, estou atualmente na Suécia, mais precisamente ao sul, onde tomando um trem, via ponte de Oresund, chego em Copenhagen em 1h30, mais ou menos. Eu acho isso maravilhoso, porque além de poder desfrutar de outro país com facilidade, tenho uma irmã e vários amigos lá.
Mas o que isso tem a ver com o meu plano B? 


Bom, estava eu cá, pensando com os meus botões, quando resolvi abandonar os 6 meses que me restam de visto na Suécia e partir para uma aventura de 2 anos na Dinamarca. Visitei várias vezes Copenhagen e me encantava a cada visita. Então, ''por que não ?'' Fazendo-me essa pergunta, eu não obtive nenhuma resposta negativa de mim mesma. Partindo, assim, para o próximo passo que seria reativar meus perfis nos sites hospedeiros. 


Já que eu me enconto na Europa, facilitou bastante o número positivo de famílias me respondendo. Tive algumas entrevistas por skypes, outras pessoalmente e outras através de mensagens apenas. 
Confesso que não me vi morando com nenhuma delas. E principalmente por já ter tido uma experiência desagradável, dessa vez fui mais exigente e cautelosa.
Usei e abusei do Au Pair World, que sempre cito sendo o meu favorito. Mas um pouco desanimada com os perfis encontrados lá, abrangi para outros. Recordando-me que minha irmã, em sua primeira experiência como au pair, aliás uma senhora experiência, havia encontrado sua host no site Find AuPair, fui fuça-lo. Eu já tinha perfil lá pra falar a verdade, apenas reativei-o, afinal, vai que...

Em uma quinta-feira, favoritei alguns perfis que haviam chamado minha atenção. Na sexta-feira uma das famílias me favoritou de volta. Confesso parte II, não sei explicar o porquê, mas de todas que favoritei, aquela foi a que menos gostei. Então fiz cara de pouco caso quando recebi notificação deles. No sábado eles me mandaram e-mail perguntando se poderíamos fazer skype no domingo. Como estava entediada naquele final de semana, respondi o e-mail com uma nova pergunta, querendo saber se eles pagariam meu ticket, então ao invés de um skype, uma entrevista pessoalmente. A resposta foi rápida e positiva. Sem nada a perder, no mesmo dia peguei minha brazilian bag e parti pra Copenhagen, encontrei com a minha irmã e dormi na casa da host dela. No outro dia, ela me acompanhou na entrevista. 

Chegamos timidamente no lugar onde eles moram, pois era lindo!!! Lindo! Próximo a praia e a um dos maiores parques de lá (se não o maior). Dando de cara com tanta beleza e casarões e mais casarões, pensei logo não gostar, pois na minha cabeça julgadora, meu lema era, quanto mais ricos são, mais explorados também hahah que nessa altura do campeonato, eu confesso parte III, que eu estava julgando tudo e todos hehe

Mas tcharam!! Fomos recebidos tão bem que o assunto ''trabalho'' deu lugar, na maioria do tempo, a muitas piadas e risadas. 
Resumindo, ela teve apenas uma au pair e disse que ficou feliz quando uma brasileira se interessou pelo seu perfil, pois ela nos julga como sendo pessoas alegres e extrovertidas, que aliás, concordo 8)
Perguntou-me se eu me sentiria bem sendo au pair deles e que da parte dela, ela já não tinha mais dúvida, pois havia gostado muito de mim.
Confesso parte IV que hesitei um pouco antes de falar o "sim", pois me lembro que quando fechei com a minha atual host family, eu havia me identificado bastante  também e acabou dando em rematch. Mas por outro lado, não temos bola de cristal e realmente não conseguimos adivinhar qual será a família menos problemática, não é mesmo ? Esse tal de match é um pouco nas escuras mesmo, só vivendo para descobrir. Então eu disse "sim", mas antes me certifiquei dos meus direitos e lhe disse que queria muito fazer um curso de inglês, ela falou que sem problemas me pagaria um e já ia começar a procurar. Bom, menos mal.


Assim terminou meu domingo, 16 de novembro. Um novo match, uma nova tentativa, um recomeço, um plano B ;)

Agora me aguardem, próximos dias 5 vocês me verão da Dinamarca, mas isso não significa que não contarei aventuras da Suécia, pois pra quem não sabe, namoro um sueco, então provavelmte, Suécia continuará fazendo parte dos meus posts ;)

Beijos, até a próxima.

Meu Blog! (Prometo voltar a atualiza-lo :X) 

Um comentário:

  1. Incrivel, nesses ultimos tempos comecei a me interessar em ir pra suecia, mas isso vai ver depois do au pair para os USA. Tomara que seu novo match de tudo certo. Além do Inglês você precisou apreender o sueco ou pra eles não importou?
    Parabéns e boa sorte!
    bjos!

    ResponderExcluir