quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Gente interesseira

Aquele momento em que você posta sua primeira foto com neve. Uma foto totalmente característica de que você não está mais no Brasil. Dois segundos mais tarde, toda sua rede social já comentou e curtiu a foto : "Nossa, que incrível! Já estou morrendo de saudades". "Opa, me manda presente"

"Ah, é sim! Estou morando no exterior."

Quantas vezes você notou que ficou mil vezes mais famosa após ter iniciado suas aventuras pelo mundo? Que até um espirro que você postasse parecia ter um valor muito mais alto? Creio que todas vocês, que já fizeram algum intercâmbio ou anunciaram que vão iniciar esta jornada, já perceberam essa tendência.

É um sentimento bastante contraditório. Uma parte de você adora a atenção, as centenas de curtidas nas suas fotos, as declarações de saudades eternas e ainda mais... os milhares de desejos de sucesso que acompanham. E há também a sensação de falsidade que irradia de quase todos esses posts.

Não, as pessoas que comentam, em sua maioria, não estão sendo falsas intencionalmente. Você morar fora (qualquer pessoa morar fora), fazer algo tão incomum no nosso país; gera uma fascinação muito grande a todos ao redor. 

Ao contrário do que nos parecer (por causa da nossa realidade e desejos), morar fora não é comum. Para a grande maioria das pessoas para uma aventura distante, algo que só alguém muito sortudo (ou rico) consegue realizar. E existe aquela crença de que sorte atrás sorte (o que é verdade!) e então... por que não nos aproximarmos dessas pessoas "sortudas" para entender e desfrutar dessa sorte também?

Nós, intercambistas em geral, sabemos que é muito mais que sorte. Envolve muito trabalho árduo e investimento (seja financeiro ou emocional). Mas justamente, nossas fotos não mostram o caminho e sim o resultado... e elas transmitem confiança, felicidade, sonho realizado. E as pessoas querem mais disso em suas vidas.

Eu mesma não curto falar dos meus planos ao quatro ventos antes de que eles estejam praticamente realizados. Medo de mau olhado? Talvez... Pois existe sim, entre todas essas pessoas que conhecemos ao longo da vida, muita gente mal intencionada. Que realmente vai sentir inveja de você e das suas conquistas, e nem se preocupar em saber o quanto você batalhou e sofreu para chegar onde está (e até mesmo se você está sofrendo em silêncio, tentando aparentar alegria e normalidade).

A grande reclamação das meninas com gente interesseira é em relação a pessoas que pedem presentes, lembranças e compras. "Vou para os EUA", você anuncia. E em um minuto recebe 30 pedidos de Victoria's Secret, Ipad, Tênis, etc. "Eu te envio o dinheiro". E você mal conhece a pessoa.
As vezes é algo viável, outras vezes você não sabe se a pessoa tem um parafuso faltando para pedir tal coisa ou se simplesmente não está nem aí para você. "Vou pedir,né? vai que....". 

O melhor a fazer é ignorar essas pessoas mal intencionadas, essas pessoas interesseiras que só querem saber de você para que você compre algo e curtir o SEU intercâmbio.

Mas se tiver vontade, conhecer pessoas que se aproximam de você por causa da aventura, mas que tem um genuíno interesse... um sentimento de querer bem. E que com certeza vão te fazer bem também. Essas pessoas existem... mas muitas vezes a gente empurra todas com a mesma vassoura, especialmente se já sofremos com muitos interesseiros no passado. Através da sua alegria, da sua confiança, você também atrai para si gente legal, sincera e que tem os mesmos gostos que você

Então, cabe a você definir o que é gente interesseira e o que é pessoas com interesse em você que normalmente também querem compartilhar as próprias aventuras contigo, como uma troca, uma nova forma de intercâmbio. ;)

Até breve!


Um comentário:

  1. Anônimo26/2/15

    Muito Legal! Adorei esse post! Estou passando por isso rs.

    ResponderExcluir