domingo, março 29, 2015

Processo Au Pair, você está preparada???



Bom gente, vou contar minha história pra vocês, todos os processos, não que ela seja melhor ou pior que de ninguém, mas passei por algumas coisas nesses quases 7 meses e quero compartilhar tudo com vocês, tenho certeza que será válido! Bom, vamos começar do começo, quando o sonho de ser Au Pair nos Estados Unidos começou a ter cor e trilha sonora...



Desde de os meus 18 anos tinha esse sonho em mente, morar nos Estados Unidos e ser fluente em inglês, mas tinha outro sonho que sobre punha esse, então, como boa romantica que sou, fui deixando esse sonho de lado para me casar, sim, quase casei aos 18 anos, mas descobri que meu noivo me traía, em fim, não me casei, a ideia do Au Pair veio de novo em minha mente, mas meus pais me convenceram de que eu era nova demais pra isso :(, bom, o tempo passou e com 21 anos a minha vida não tinha graça, estava trabalhando com meus pais e morando com eles, e novamente pensando em me mudar para os EUA, mas eis que então conheço o amor da minha vida( ou aquele que eu achei que fosse) aconteceu tudo tão rápido que nem me lembro ao certo, só sei que depois de 6 meses decidimos que íamos nos casar, ah, ele era tudo o que eu queria pra mim, até descobrir que ele era um cara agressivo, sim, agradeço a Deus por ter descoberto antes do casamento. Pois bem, nessa altura eu já tinha 22 anos, não trabalhava no que me formei, sou formada em Letras, e sempre quis dar aula de Inglês, mas com o domínio que eu tinha, era praticamente impossível. Foi quando que por obra das circunstancias decidi embarcar nesse sonho, afinal, não tinha nada a perder, não casei, não tinha o emprego dos sonhos e queria me sentir viva, feliz, como a muito tempo não sentia.Não foi tão fácil quanto eu imaginava, porque ao términio de mais um noivado, eu estava depressiva, magra e literalmente no fundo do poço.Demorei um ano para me livrar do amor, da culpa, da raiva, do ódio, do medo, da insegurança e do abismo em que eu me encontrava!!! Mas, adivinhem??? Isso mesmo, retomei meu maior sonho: Ser Au Pair no EUA. 
O sonho começou a tomar forma em 24 de Fevereiro de 2014, quando fui a agência escolhida, no caso STB, já havia viajado antes com eles e gostei muito. A consultora me mandou um e-mail explicando como tudo funcionava,e lendo aquele e-mail tudo parecia tão tão distante, tão complicado, mas enfim, eu tinha que começar, e fiz a parte mais fácil: passei o cartão em suaves 6 x e já me senti a TAL, siiiiiiim, eu já tinha pago meu sonho...rsrs
Precisava então preencher o tão falado Application, e lá fui eu, preenchi tudo com muita calma e carinho, o carinho foi porque eu sabia que quanto mais caprichado, mais eu teria chances, e a calma é porque eu estava com um pé lá outro cá, ainda havia dentro de mim uma esperança de quem sabe encontrar o amor da minha vida(é, sou dessas).
Pois bem, voltemos ao que interessa, como já disse a vocês sou formada em  Letras, então pela própria faculdade eu já tinha feito alguns estádios que me ajudariam, e depois já havia feito trabalho voluntário em uma creche particular, mas, minhas experiências tinham sido em 2012, ou seja, eu precisava de experiências recentes, então comecei a cuidar da bebêzinha de uma amiga minha e a fazer trabalho voluntário em um Orfanato da minha cidade, e entreguei tudo em 28/06/14, tanto o App preenchido pro STB, quanto o submit no site da Au Pair Care. Me senti tirando uma tonelada de peso das minhas costas...UFA!!!



Bom, o peso foi retirado por pouco tempo, agora vinha a tão falada e temida entrevista com a Agência, e aconteceu por telefone, porque o STB da minha cidade tinha fechado :/ fiquei num pavor, falar e entender inglês pessoalmente é uma coisa, por telefone e ainda celular, é completamente diferente, pois bem, não dormi, não comi, mal respirava!!! Até que a consultora enfim, me ligou, foi beeem tranquilo, ela me fez várias perguntas, sobre a minha vida e sobre minhas pretensões em ser Au Pair, na verdade achei até que foi bem fácil, senti que ela queria me ajudar ou ganhar o dela..haha
Ela me disse que iria entregar toda a documentação para a Organização e que eles poderiam ou não me ligar antes que eu ficasse On Line. Aiiiii o peso voltou, e com ele a ansiedade que me acompanha como uma grande sombra, sempre, sempre comigo.

Lembro como se fosse hoje, minha entrevista com a Au Pair Care foi no dia 15/07/2014 as 18:30.
Me embananei toda, troquei palavras, tropecei legal no Inglês, mas no final ele me disse que eu tinha ido super bem e que iriam me colocar num programa especializado para cuidar de menores de 1 aninho já que eu tinha muitas horas com bebês. Não da pra explicar em palavras o que eu senti no momento em que ele me disse, amanhã você já estará on line. Quase chorei, abracei minha amiga que estava comigo umas mil vezes e liguei pra minha mãe que como sempre me apoiou muuuuuuito e me deu super força.Eu realmente fiquei on line no dia seguinte, e nem imaginava que minha primeira família entraria em contato em três dias. Assim eu soubesse que ela não era a tão sonhada família...

11 comentários:

  1. Na melhor parte acaba :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mês que vem eu continuo a saga, Juliane Silva

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Na melhor parte acaba [2] hahaha
    Guria, mas não acredito que você queria desistir de um sonho assim pra casar! Não menosprezando o casamento, mas na minha opinião a gente não deve deixar de fazer nada por ninguém.
    Enfim, que bom que você foi atrás do seu sonho! Quero saber o resto da história (:
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas nada acontece por acaso né? E hoje sou grata por não ter casado! Mês que vem tem mais, Obrigada!

      Excluir
  4. Anônimo2/4/15

    Me vi muito no seu caso, tive a vontade de fazer o au pair com 18 anos, mas comecei a namorar, comprei apartamento e queria me casar, depois de 5 anos de namoro, ou seja, a 3 meses atrás, descobri que ele é super agressivo. E agora quero voltar com tudo na idéia. A única coisa que empaca e parece que não vou conseguir é aprender o inglês necessário. Queria umas dicas da entrevista/ teste. As perguntas são muito complicadas? Que tipo de perguntas são feitas? Obrigado, e adorei a historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, então, eu achei tranquilo, acredito que com o inglês intermediário você consiga! Não desista, vem com tudo! Haha Boa sorte

      Excluir
    2. Anônimo14/4/15

      Ainda da tempo de fazer seu sonho become true!
      A GreatAuPair dará toda a assistência que você precisa para dá um grande passo em sua vida!

      gabrazil.vlima@gmail.com
      greataupairusa.com

      Excluir
  5. Anônimo6/4/15

    Poooxa... quero uma continuação dessa historia!

    ResponderExcluir
  6. visitem meu blog ~~> http://metornandoumaaupair.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir