quinta-feira, abril 09, 2015

Flexibilidade

É um assunto polemico e que traz diversas opiniões. Mas como sempre, o que eu vou escrever aqui tem como base a minha experiência, afinal, eu já calcei estes sapatos.
Hoje, depois de quase dois anos do meu retorno me pego pensando das caras feias que fiz e dos  momentos de mau humor por algum motivo que naquela hora eu achava inaceitável, mas hoje, do lado de fora vejo que não tinha razão para tal estresse e que eu poderia ter sido mais ‘’flexível’’ .
Não me joguem pedras, leia até o final deste post sem preconceito e, talvez, você entendera meu ponto de vista.
Depois do seu glorioso fim de semana off, você levanta cedo na segunda-feira e a pia da cozinha está entalada de louca até o teto. Uau, você pensa: O que a bendita host mom fez o fds todo que não teve a coragem de lavar isso! Ou ‘’ Eu não vou limpar, sou au pair e não empregada, tá pensando o que?!’’ . Coisas deste tipo me deixavam muito irritada, mas vou usar só este exemplo para tentar explicar o que essa tal de flexibilidade means..

TUDO deve ser analisado. Primeiramente, minha host mom sempre me tratou educadamente (leia-se você não é parte da família), pouquíssimas vezes trabalhei mais que 40hs semanais, o carro era só da au pair e a gasolina ela quem pagava, eu tinha o cartão de debito dela para fazer compra de comida para casa toda e para mim. Por outro lado eram 4 kids plus a dog, varias atividades, trabalhava ate umas 8pm, janta e banho eram com a aupair, plus homework, roupa, arrumação de quartos ect.. Não vou dizer que fazia tudo sozinha, porque minha host era compreensiva e na casa tinha duas au pairs, mas não é só por isso que o trabalho e o desgaste físico era menor.
Com o quadro analisado, hoje, aqui de fora, mas precisamente no Brasil, percebo que não me custava nada colocar a louça na DISHWASHER!! Cara, aqui no Brasil você lava a mão, não te custa colocar na lavadora, tudo vai sair limpo e seco!! Rs 
PS1: Só pra deixar claro que eu limpava, mas ficava P da vida!  Achava que não era minha obrigação (realmente não era, mas olha aí a flexibilidade)
PS2: Você deve estar pensando: ''é claro que isso não é big deal'', mas tem muita au pair (vide facebook) que posta foto do tipo: Olha o furacão que passou nesta cozinha, eu não vou limpar isso e blábláblá...
O mesmo vale para o saco de lixo da cozinha que muita au pair   vê que está  enchendo e não tira por ‘’não ser a obrigação da au pair’’.
Não minha ideia, ser flexível é isso. Acho que não custa nada dar um help. Um exemplo tosco: teve uma vez que a geladeira da minha host estava podre de suja, não me custou nada pegar um ou dois wipes e limpar e isso não me diminuiu para o posto de empregada doméstica, muito pelo contrário, minha host ficou até muito agradecida. Detalhe, ela trabalhava muito, o dia inteiro fora de casa.
Para deixar claro que o tal lance de flexibilidade não é aplicável para qualquer família, se sua família te explora mesmo sem dó e nem piedade e eles não são bacanas com você, não dá mole mesmo não. Mas tudo deve ser analisado,  sua família não é  menos bacana por não te deixa dormir no quarto deles rs ( Não seja sem noção). Analise os fatos, use senso nas coisas, lembre-se da educação básica! Você também mora na casa.

É isso minha gente, espero que tenham entendido meu ponto de vista e não me matem virtualmente ahahahhaha
Quem quiser entrar em contato clica aqui.

Beijos

Um comentário:

  1. Cara, concordo muitissimo com voce!
    Apesar de vira e mexe reclamar de como eles não prestam pra pendurar um pano no suporte, ter que largar em cima do balcão e etc etc etc
    Entendo que eu TAMBÉM moro na casa, e morando na casa não me custa nada fazer a MINHA parte em ajudar a deixar tudo em ordem... Ninguém curte viver na imundície ne? Claro que, como a tua, minha família é bem bacana e, pra cada louca monstra de segunda, meu host acaba lavando uma pra mim durante a semana...
    Tem host family que abusa MESMO e é sem noção MESMO, mas pra cada uma dessas famílias têm também uma au pair acha que colocar o lixo pra fora e O FIM e e exploração abuso e tem que denunciar pra lcc!
    Como você disse, bom senso e sempre o melhor remédio!

    ResponderExcluir