quarta-feira, maio 20, 2015

Das Perguntas de Início de Carreira...

Então galera...

Esse mês fiquei quebrando a cabeça sem saber o que escrever pro blog. O que fiz, então, para dar uma "motivada criacional"?  Fui até o "grupão" do

Facebook, lar das aspirantes/futuras/atuais/ex au pairs. Se você tá por fora do que é o grupão, explico: É um grupo com mais de 8.000 membros, na sua esmagadora maioria de brasileiros e brasileiras, que estão de alguma forma envolvidos com este universo e mundo paralelíssimo que é a vida de au pair pelo mundo. Entendido?

Bom, daí que na minha caça para um bom tema, gastei algum tempo estudando tópicos que pudessem de alguma forma clarear minhas idéias. Foi aí que tive uma epifania e decidi: vamos tratar das perguntas que mais geram ódio, polêmica, compaixão e solidariedade, tudoaomesmotempo. "E quais são essas perguntas, Camila?" Bom, eu às apelidei de "Qual a melhor agência?". Então, quando eu falar de perguntas da categoria "Qual a melhor agência", é dessas que explanarei a seguir:

SQN

1. "Quanto tempo mais ou menos para ter um match?" ou "Quanto tempo para ter famílias no perfil?"

R- Gatas e gatos, não esperem por uma resposta "em média 1 mês, 3 horas e 37 minutos". Taí uma coisa que vai desde 1 dia a quase 1 ano! Depende de um rol de fatores, alguns conhecidos (como a qualidade do seu perfil e flexibilidade com relação a quantidade de crianças e idades) e outros totalmente randômicos (em que página aparece seu perfil perdido no meio de outros tantos mil e qual o número de famílias a procura de au pair por aquela agência). Ou seja, é uma pergunta inútil a se fazer. Não vai diminuir sua ansiedade, não te dará uma precisão cirúrgica, não fará sua família aparecer logo. Eu sei, eu sei, a gente quer palavras de conforto! Mas eu já estive lá amiguinhos e amiguinhas, e nunca, NUNCA, vi respostas satisfazerem os anseios das pobres au pairs a espera de uma família.

2. "Agência X tem muita família na Califórnia? E em New York?"

R - Dois erros em um só lugar. Primeiramente, só trabalhando na agência pra saber qual a porcentagem de famílias por Estado nos EUA. Claro, há uma densidade populacional maior nesses lugares, o que, por associação me faz crer que há muitas famílias procurando au pairs nessas áreas anyway. BUT, nada garante que essas famílias em NY ou Cali irão ser as melhores famílias só porque elas estão lá! Segundamente: PAREM COM ISSO DE QUERER ESCOLHER LUGAR!!! Gente, esse intercâmbio é mais barato por algumas razões, e uma delas é a pouca (ou nenhuma) chance de escolha! Tecla batida, palavras repetidas: Não adianta morar no melhor lugar do mundo se potencialmente 45 horas semanais de sua vida ( com margem de erro para mais ou para menos) serão infernais. A família e as condições que ela te oferece são mais importantes do que o Estado em que você vai morar. Não precisa descartar isto como critério de escolha, só não eleja como sua prioridade.

3. "Dá pra ir com inglês mais ou menos?"

R - Juro que pensei sobre como falar sobre essa pergunta de 10 maneiras diferentes. Mas olha, depende de várias coisas: 1. o que é o seu mais ou menos? É saber as cores e animais em inglês, ou é conjugar os verbos errado? 2. Você está disposta / disposto a passar aperto, mico e vergonha na hora de se comunicar? 3. O quão cara de pau você é? 4. Você conseguirá uma família que aceitará seu inglês como é? 4. Você quer REALMENTE melhorar seu inglês?
Quer dizer, premissa básica do programa é saber algum inglês. O famoso "entender e ser entendido". Você tomará conta de crianças, será responsável por elas. Instruções vão ser dadas, perguntas precisarão ser feitas. Já vi meninas que vieram sem saber nada, e se viraram, tão aí, deu tudo certo. Mas tem gente que vem e dá tudo errado só porque não consegue falar e entender a língua. Tem gente que mora nos EUA há trocentos anos e não falam nada, mas tão aí, vivendo. Complicado, mas acho que é um risco pessoal. Não dá pra confiar em uma resposta tipo sim ou não.

4. "Faço faculdade ou faço intercâmbio?" ou "Tenho namorado, cês acham que dá certo ficar tanto tempo fora?"

R - Oxente, galera?! Cadê a individualidade do seeerrrrr?! Isso é tão pessoal quanto suas calcinhas e cuecas! Você tem que saber quais são suas prioridades na vida, ninguém vai escolher isso por você! Façam essas perguntas para si mesmos, auto-reflexão e pá... Não espere um grupo de Facebook te dizer o que fazer! Se você quer ouvir experiências pra te ajudar a pensar, válido!!! Mas fica a dica: joga na lupinha quando sentar no computador. Tem meio milhão de perguntas assim e mais relatos que isso.

5. E a pergunta que dá título a essa seleção de questionamentos "Qual a melhor agência?"

R - Não existe, prontofalei. Existe a agência que melhor se enquadra às suas preferências! Cada agência de cada cidade é uma coisa. Experiências variam enormemente. Ninguém, nem o google, vai te dar essa resposta pronta. Vá à luta: Visite às agências que puder, converse com diferentes agentes, pesquise, mas não espere a indicação perfeita.


Gente, conselho de parça: dependam pouco ou quase nada dos Grupos do Face pra obter informação. Amigo Google tá aí pra você, blogs e mais blogs de gente disposta a ajudar, vlogs e vídeos no YouTube. Use o Facebook como um recurso adicional a tudo isso, não como fonte primária de informação, e não esqueçam de fazer buscas pelo grupo, em publicações antigas! Eu sei que todas essas perguntas são fruto de ansiedade (já disse, já estive lá), mas eu te garanto que elas não vão reduzir sua angústia. Às vezes até aumenta hahahahahahaha Não quero dizer com isso que apoio a impaciência alheia, mas tão pouco acho saudável ter preguiça de pesquisar e refletir. Evitem a fadiga, a vida de Au Pair está só começando... 

      


4 comentários :

  1. Olá,
    Concordo plenamente!! Pesquisei bastante entre as agências, por fim fiquei na dúvida entre duas, daí fui conhecer e thcarã, uma a agente que estava me atendendo por email era super grossa pessoalmente, ou seja, fechei com a outra, na hora!!

    Você comentou sobre o grupão no Facebook... tem como passar mais informações sobre ele? Já procurei mas não encontrei no face ...
    Qual o nome que ele tem lá? Preciso de indicação pra entrar?
    Preciso muito participar, pois meu perfil já está online há 2 meses, mas sem família nenhuma interessada. Preciso saber que não sou a única rsrs

    Bjoo
    Amanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tive o mesmo caso Amanda,estava com 2 agencias e uma delas a agente era super grossa!Dai fechei com a outra na hora,estou tentando fazer meu application ainda(medo rsrsrsrs) beijos e boa sorte pra nós ✌🏻️

      Excluir
  2. caracaaaa como faço pra entrar no grupão? uma amiga minha que tá nele já solicitou minha entrada umas mil vezes e nadaaaa :((

    ResponderExcluir
  3. Oi, adorei seu post! Concordo com você, nada cai do céu, nem as informações nem as esperoencias pessoais, cada um tem que avaliar o que é melhor pra si próprio!!
    Quero muito entrar nesse grupão do face, já recebi o convite e mandei a solicitação, mas até agora nada!
    Meu e-mail é a.fogagnoli@hotmail.com, se voce puder me mandar novamente agradeço!!
    Beijos!

    ResponderExcluir