segunda-feira, junho 29, 2015

E a saga continua...

Para quem está acompanhando minhas postagens, continuo aqui o desenrolar da história.
Após todo o choque que passei nos primeiros dias sem porta no meu quarto e sem wi-fi para me comunicar com meus familiáres e amigos, resolvi que tinha uma decisão a tomar: ou já pedia rematch e corria todo o risco do processo ou encarava a batalha,aceitava o que não dava pra mudar e tentava mudar o que dava. Pois bem, após quase uma semana sem dormir direito resolvi que iria encarar a batalha, pensei que não havia deixado tudo no Brasil para simplesmente desistir no primeiro obstáculo, estava aqui para melhorar no inglês e viajar, foquei nesses objetivos e disse a mim mesma que eu iria fazer dar certo com aquela família.



 Mas como todo relacionamento tem que haver uma grande palavra chamada: Reciprocidade. Logo ficou bem difícil de manter o meu plano, porque minha host mom estava numa batalha também, a de fazer da minha vida um inferno, e ela conseguiu. Minhas semanas se passaram sem porta no quarto, eu pagando 45 dolares por mês pelo wi-fi que tivemos que instalar, escutando todas as noites ela fazendo laundry do lado do meu "quarto" porque se eu fizesse eu poderia estragar a máquina. Pásmem, mas ela também fazia a minha laundry pelo mesmo motivo acima. 
Cuidava de um bebê adorável de 6 meses, mas meus dias eram um marasmo porque ela desligava TV e rádio porque quando eu estava com ele não podia me distrair. A comida não era suficiente e perdi as contas de quantas vezes comprei comida com o meu dinheiro. Sem contar que a fofa disse que poderia usar o carro dela, mas mudou de ideia, e pra sair de casa só andando até o ponto de ônibus e depois pro metro, ou seja, uma hora e meia antes disso acontecer. A sorte é que Deus é tão bom que me presenteou com uma amiga de ouro que me levava e me buscava dos lugares. 
Aí muita gente pergunta, por que tanto tempo com essa família? Por que se sujeitar a tais situações? Por que não mandar tudo pra China?? 
Não sei, até hoje não sei se o que me fez ficar lá foi o medo ou a coragem, a vontade de ficar ou a de ir embora, não tenho explicação para o porque de ter suportado tanta coisa.
Mas já ouviram a expressão que tudo o que está ruim pode piorar?? Uhum, não foi por esses motivos acima que me fizeram desistir,foram outros um pouco piores.




4 comentários :

  1. Ai, você me deixa na curiosidade menina!!!!!

    ResponderExcluir
  2. aii Karla porque vc faz isso conosco heim ?:?? To aqui roendo as unhas de curiosidade. hahaha

    ResponderExcluir
  3. Haha! Mês que vem tem mais! 😉

    ResponderExcluir