domingo, agosto 02, 2015

Primeiros Passos e Impressões




Eu desembarquei em Estocolmo no dia 27 de fevereiro, meu voo foi super tranquilo e fiz escala em Londres. Passei pela imigração e fui finalmente encontrar parte do que será minha família aqui pelo próximo ano. Quem me buscou no aeroporto foram os avós paternos, ou sem sueco: farmor e farfar, eles foram super simpáticos e a avó não parava de falar e perguntar tudo sobre o Brasil.

Apesar de ler muito que aqui na Suécia "todo mundo" fala inglês, tinha medo da comunicação ser um empecilho, pois meu inglês também não é dos melhores. Felizmente nunca tive problema, sempre que alguém fala comigo em sueco, eu respondo em inglês e automaticamente a pessoa começa a falar em inglês.

O frio também acabou sendo uma grata surpresa, cheguei aqui no final de fevereiro, ainda peguei temperaturas baixas e até neve mas acabei descobrindo que a roupa certa e aquecimento central resolvem bem esse problema hahaha.

O transporte funciona, e funciona com uma precisão que me fascina, se marca um minuto, realmente é um minuto, em horário de pico chega a ter ônibus de 5 em 5 minutos na minha linha, e metrô então nem se fala. Você consegue ir a todos os lugares de transporte publico, a unica desvantagem é preço, essa comodidade toda custa caro, 790 kr o bilhete mensal.

Depois de chegar na família, a primeira coisa a ser feita, é junto com eles agendar um horário no site do migrationsverket, com sua carta de permissão de residencia e seu passaporte em mãos, você vai dar entrada no seu cartão de residencia, o processo é bem simples, digitais, foto, assinatura e pronto, em uma ou duas semanas você recebe seu cartão em casa.

O meu infelizmente demorou bem mais que isso pois ouve um erro no sistema (a mulher q me atendeu estava treinando a substituta e nem olhou na minha cara), e demorou dois meses para que eu finalmente pegasse meu cartão, mas enfim, hoje está tudo resolvido.

Eu moro em Lidingö, Estocolmo área e por isso fui direcionada pro migrationsverket de Solna, meu quarto dia na Suécia, primeira vez andando de transporte publico e sozinha, foi bem tranquilo, a sinalização é perfeita e o google maps meu melhor amigo haha.

Depois de um ônibus e um metrô, cheguei na Stockholm Central Station, lá peguei o pendeltåg (trem) para Marsta (pode ser o para Uppsala também) e duas estações depois estava em Solna, sai da estação, virei para a direita e depois de 5 minutos andando cheguei no migrationsverket (pela foto da para ver que o dia não estava nada bonito).

Importante sair antes e se programar bem para não atrasar (suecos são extremamente pontuais), o horário é agendado e o migrationsverket está sempre lotado.

A cidade é linda, cada semana me apaixono por um local diferente, eu moro em uma ilha e a paisagem é de tirar o folego de tão maravilhosa. Infelizmente é uma cidade cara para morar, comer e beber fora sempre pode acabar com pobre dinheirinho da au pair em uma semana.

Estou em uma big trip de férias, hoje em Amsterdã, assim que voltar vou escrever dicas para economizar e viajar bastante pela Europa, enquanto isso, quem quiser pode seguir minhas aventuras de au poor no instagram @laynaeuropa.

Vi ses snart :)


Nenhum comentário:

Postar um comentário