segunda-feira, setembro 07, 2015

Dirigindo nos EUA: neve traiçoeira



Dirigir aqui nos EUA não tem muito mistério. Carros automáticos, com direção hidráulica, ABS, controle de estabilidade e zaz. Acho que o maior problema de quem tem dificuldade com a direção é o trocar de marchas, então o fato de isso não ser necessário já ajuda muuuuito. Eu nunca tive problemas pra dirigir aqui, porque sempre gostei muito e já dirijo há bastante tempo.

Cheguei aqui na época de bastaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaante neve. MUI-TA NE-VE. Eu nunca tinha dirigido na neve. Aliás, nunca tinha estado na neve. Meus hosts me deram o carro já de cara e sem treinar nem nada (dirigi duas vezes com eles, só), afinal eu já tinha experiência. No asfalto. Sem. Neve. Mas ok. Bora dirigir na neve. E eu dirigi na neve numa boinha. Às vezes o carro dava umas deslizadas de leve e eu quase morria do coração? Sim, acontecia. Depois acostumei.

PORÉÉÉÉMMM, um belo dia, quando tava nevando muito (e já tinha nevado muito nessa P#@&%), eu fui passear todo alegre e saltitante. Como era fim de semana, eu tava com o carro pequeno que NÃO é 4x4. Beleza. Fui pros rolês da vida, fiz o que tinha que fazer e voltei pra casa. MASSSS É CLARO que ia ter nevado 500 mil inches de neve durante o dia e as estradas estariam todas branquinhas, fofinhas e coisinha bonitinha de filme. SÓ QUE NÃO! NÃO É BONITO! Ok, é bonito. Mas irrita muito, atrapalha muito, faz a vida da gente mais triste. 

Pois bem, estou lá dirigindo de volta pra casa, quando meu carro começa a perder força e parar... e aí eu percebo que é por causa da neve amada. "Oh, céus! Quem poderá me defender?". Ninguém, porque eu não ia me entregar! Eu fiquei lá tentando tirar o carro da neve por uns 15 minutos. Vai pra frente, pra trás. Vira pra cá, pra lá. Põe na primeira marcha (é automático, mas dá pra fazer isso). Desliga o controle de tração, liga. Canta um pouco. Pensa no que vai fazer amanhã. Deixa o carro descer um tico. Acelera até acabar com o seu pneu. Faz o ponteiro da gasolina descer sem sair do lugar. Acelera bem devagar, virando o voltante pra um lado e pra outro, sem se afobar e... voila! Saí do lugar e fui pra casa! =D

O dito cujo atolado na driveway aqui de casa.
Eu não sei ao certo dizer a vocês o que eu faço, mas isso me aconteceu mais umas 5934986243 vezes depois e eu sempre consegui sair dessas situs. However, dica da host vó pra dirigir na neve: "Pise nos pedais como se houvesse um ovo embaixo de cada um deles. E, claro, você não deve quebrar esses ovos!". Acho que funciona... Tomar bastante cuidado nunca é demais, também. Então dirija bem devagarzinho e com bastante atenção -- sempre, e na neve ainda mais.

E você, já passou perrengue dirigindo na neve? Conta pra gente nos comentários!

Até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário