sábado, outubro 17, 2015

How to become an au pair 1.01: Me meti numa furada, e agora quem poderá me ajudar?!

Alô todo mundo! Como vão vocês nesse mês de outubro?
Depois de três séculos de demora estou aqui pra finalizar a minha série de dicas pra quem tá entrando nessa agora.
Pra quem se perdeu, aqui vão os primeiros posts:
 
 
E agora iremos falar sobre quando mesmo depois de todos os cuidados (ou não) acabamos nos metendo em uma grande furada! Como escapar?
 
 
 
- Antes do embarque
Acredito que uma das "medidas de segurança" mais importantes a serem tomadas antes do embarque é garantir que você tenha todos os detalhes do que combinou com a sua família registrado. Seja em forma de email, salvando o application deles no seu computador, imprimindo aquilo que você julgar mais relevante... É sempre bom se prevenir e ter "provas" e "evidências" do que foi combinado e acertado e que portanto deve ser seguido quando você chegar.
 
- Na casa da host Family
Você sente que as coisas não estão fluindo de uma maneira legal... Seu schedule não ta sendo respeitado... Se você tenta conversar com eles é a mesma coisa que falar com uma porta e não dá em nada... Enfim, as possibilidades são inúmeras.
A única coisa que eu peço é: Ajam como jovens profissionais que são. Não passem a quebrar as regras só de birra, não faltem com respeito na hora de falar com os hosts, tentem sempre apontar soluções e se possível registrar também via e-mail ou mensagem de texto esses problemas. Além disso sempre se comunique com a sua LCC. Ela é a pessoa que foi designada para te ajudar e que precisa estar ciente de quaisquer problemas que estejam acontecendo dentro da sua casa! Mande e-mails, mensagens de texto, deixe mensagens de voz... Copie a Program Director nos e-mails se for necessário.
Por que eu falo tanto em ter as coisas registradas? Na hora de um possível rematch todo o seu comportamento e sua história serão avaliados. Então não adianta num dia falar que está tudo lindo e maravilhoso e depois querer convencer o país inteiro de que você estava sendo maltratada sendo que na semana anterior tem uma conversa tua com a tua LCC dizendo o oposto.
E lembre-se: saiba do que reclamar! Algumas coisas acertadas entre você e a família são PRIVILÉGIOS e assim sendo podem ser revogados e não é obrigação deles te fornecer aquilo. Celular, carro, todos os finais de semana off... Entre outros!
Por mais "inconveniente" que seja ter que pagar pelo próprio celular, realmente vale a pena correr o risco de ir embora por conta disso?
Sei bem como existem LCC's que trabalham muito mal e não se importam em nada com as au pairs. Porém ela é a única pessoa que pode te ajudar na hora do rematch e arranjar briga e confusão com ela a toa não vale a pena. Ela precisa ser cobrada no trabalho dela? Sim, sem dúvidas! Porém existem inúmeras maneiras de fazer isso, e bater boca não é uma das melhores.
Além disso, é muito importante construir uma rede de amizades perto de você. Tanto amigas que podem confirmar a sua história caso seja necessário, quanto amigas que poderiam te dar abrigo caso as coisas fiquem feias de mais e você precise sair urgentemente da casa da sua host Family.
 
- Durante o rematch:
Rematch não é fácil e só quem passou sabe o desespero que dá. Se você realmente vai pedir, tenha absoluta certeza do que está fazendo pois os resultados podem ser ótimos ou horrorosos e não temos como prever isso de antemão.
Obviamente que sair divulgando sua história por ai não machuca ninguém, mas ao fazer isso, tenha certeza de que está de acordo com o que ficou na sua ficha. Se você conta uma história super triste de como era abusada, e na hora da família pegar teu perfil lá ta dizendo que você está de rematch por que bateu o carro, pega mal pra você e não pra família!
Apareceu uma família que não tem nada a ver contigo e que seria preferível voltar pro Brasil a ir morar com eles? Seja educada e diga que acredita que vocês não sejam um bom match. Não precisa se estender muito no assunto ou fechar só por desespero. A sua LCC vai entender. O que não vale é ser mal educada ou dar desculpas esfarrapadas que tanto a família quanto a sua coordenadora vão sacar logo de cara que é migué. Ou ficar esperando a família perfeita que vem montada em um unicórnio encantando te resgatar da host Family bruxa. NÃO EXISTE FAMÍLIA PERFEITA. Quanto antes você se conformar com isso, melhor pra você!
Fazer concessões é parte do processo de au pair e principalmente do processo de rematch! E as vezes na vida a gente tem que fazer o melhor possível dentro da situação terrível em que estamos.
Lembre-se: Você não é obrigada a trabalhar durante o período de rematch, mas também deixará de receber caso não o faça. E caso você precise sair da casa da sua host Family, você tem que ficar com a sua LCC ou alguma outra LCC da área. Casa de amiga serve pra refúgio de uma noite caso as coisas fiquem bem feias com a sua família, mas o certo é ficar com a LCC ou em outro abrigo fornecido pela agência!
 
Claro que todos nós esperamos nunca ter que passar por nada assim. Porém caso seja necessário: CONHEÇA SEUS DIREITOS. Muitas meninas pecam por não saber o que é direito e dever delas, da família e da agência. E por mais que a lei seja a mesma pra todos, as vezes alguns detalhes mudam de agência pra agência e é importantíssimo estar ciente de como funciona o processo com a sua.
Tenham sempre consciência de que por mais que seja muito bom e divertido, esse é um programa de trabalho acima de tudo. E por mais que controlar as emoções seja muito difícil as vezes, manter uma postura profissional no seu ambiente de trabalho é imprescindível.
 
É isso gente! Boa sorte a todos e até o mês que vem!
 

0 comentários :

Postar um comentário