sexta-feira, dezembro 25, 2015

Você sabe o que quer?





Mais um dia vinte e cinco. Mais um dezembro. Mais um final para outro começo. Sempre assim nesta época do ano e eu sempre me perco. A época é linda; todos querendo o bem para o mundo, desejando coisas boas e sorrindo pra seja lá quem for. Pena que isso não dura o ano todo.

Acho um tempo estranho, porque um ano acaba pra outro começar e continuar tudo igual. A não ser que mude. E se você quiser mudar? Vamos mudar? Mudar de cidade, de filme favorito, de emprego, experimentar outro sanduíche no McDonald´s?

Há certa dificuldade em mudar. Em enfrentar o novo. Por que eu vou pedir o McCheddar se eu já sei que o Big Mac é bom? Pra que correr o risco? E creio que essa analogia pode ser feita a qualquer coisa. Você que é au pair em uma família e pensa em trocar porque poderia ser diferente; você que ainda não é au pair mas está na dúvida; você que já foi au pair e quer ir outra vez; ou você que não quer ser au pair mas quer ser algo ainda indefinido. 

Que tal aproveitar esse tempo em que todo mundo pensa que pode mudar tudo e fazer algo pra mudar? Nem que seja uma ideia nova. Uma ideia já é algo, e se você já a tem agora é só pôr em prática. Se não der certo, vamos tentar outra coisa. Dizem que uma hora algo dá certo e que encontramos aquilo que procuramos. Eu gosto de acreditar nessa parte. Gosto mesmo. E quero que você acredite também, mesmo que seja tudo mentira. Acho essencial acreditar em algo, qualquer algo, o algo que você quiser. Quem disse que agora é a hora de saber e decidir tudo?

Mas tô falando sério, vamos tentar? Vamos fazer algo diferente? Vamos ser o que quisermos?

Logo logo janeiro está aí e as pessoas voltarão ao normal, vão esquecer das crianças que escrevem as cartinhas e parar de sorrir. Que tal fazer o contrário, pra variar? Mudar um pouco a ordem e parar de dizer que falta tempo?!

Eu gostei dessa ideia. Deixe o medo de arriscar de lado. Concorde comigo e vamos pedir um McCheddar!


Bom natal pra quem é de natal, curtam o que quiserem curtir e bora ser feliz!



0 comentários :

Postar um comentário