segunda-feira, janeiro 04, 2016

E quando a homesick é um sentimento quase físico?

Para cada definição no dicionário da palavra HOMESICK, nada - NADA mesmo está explicado. Pra você que não faz ideia do que eu estou falando, homesick é quando você sente tanto a falta de casa que o sentimento de saudade se transforma em uma dor física irritante demais e a única coisa que você consegue pensar é em formas de voltar para a casa e rever todos os seus amigos, familiares, namorado (a), animais de estimação e até mesmo aquela tia chata que fala mal de todo mundo. 
Era natal, ou então, alguns dias antes e outros depois. Tinha ido viajar com a host family e estava hospedada na casa dos pais do host dad quando ela veio sorrateiramente para me ferrar. A bendita homesick da qual todas nós - Au Pairs atuais ou aspirantes tememos no mais fundo do nosso ser estava ali, olhando pra mim como a noite gelada de natal dos Estados Unidos olha para um mendigo de rua: impiedosamente. 
Tá tá tá! Você é Au Pair e nunca sentiu como se fosse morrer por querer chorar, gritar, espernear de saudade de casa e mesmo assim não conseguir? Que maravilha! Só te invejo! (no bom sentido, é claro). Mas não foi bem assim que aconteceu comigo. Eu acho que existem fases onde a saudade aperta mais, e essas festas do final de 2015 foram pesadíssimas. Pensei seriamente em comprar minha passagem de volta para a terra mais maravilhosa do mundo e mais corrupta também. E não porque minha vida aqui nos EUA é ruim, muito pelo contrário, tenho uma host family maravilhosa e um baby que é só amores. Mas naquele momento, a homesick, saudade de casa, recalque de morar longe, falta, chame do que você quiser - resolveu jogar na minha cara o quanto viver fora do seu lar pode machucar. É realmente um sentimento físico. Pior ainda do que aquele que você sente quando terminou seu primeiro relacionamento mais sério e ficou chorando por dias, sabe? Por isso eu fiz uma listinha de coisas pra você fazer quando essa bendita horrorosa te pegar. Porque depois ela também passa. Confia em mim! 
1- Não brigue com o que está sentindo. O que você sente está ali por algum motivo e você só consegue transformar o que já possui. Aproprie-se da dor e quando menos esperar, ela irá embora. 
2- Não meta os pés pelas mãos. Eu sei que vai dar vontade de comprar a primeira passagem que você ver na frente, mas espere. Respire fundo e prometa à você mesmo que vai esperar pelo menos um mês para tomar qualquer decisão. 
3- Faça coisas que te tirem do foco inicial da saudade. Ler, escrever, assistir séries ou sair com os amigos vai te dar o gás que você precisa para superar cada pedacinho da falta que te fazem. Porque homesick vai, mas volta algumas vezes. É preciso aprender a conviver com ela.
4- Ore, reze ou medite. Pedir providência para quem ou o que você acredita resolve metade dos seus problemas. A oração pode não mudar muito as coisas pra você, mas com certeza, mudará o jeito como você olha pra elas. 
5- Lembre- se que você está onde está realizando um sonho e que tudo isso é temporário. Feche os olhos e curta seus sentimentos. Abra-os e admire a paisagem! É tudo uma questão de ponto de vista! 

Beijão com gostinho de ano novo, 

Feliz 2016, folks! 

Redes Sociais: 
Beatriz Bigarello 

0 comentários :

Postar um comentário