quinta-feira, fevereiro 04, 2016

5 coisas que você precisa saber antes de fechar o MATCH!

Oi pessoas lindas do meu Brasil amado, do mundo globalizado e dos amores inesquecíveis! Como vocês estão? Hoje eu vim aqui pra te dizer DEZ coisas que você precisa saber antes de fechar o tão sonhado MATCH com a host family "perfeita". - MAS CALMA LÁ BEATRIZ, O QUE VOCÊ QUER DIZER COM ESSAS ASPAS? QUE HOST FAMILY PERFEITA NÃO EXISTE?! Não, não existe porque ninguém é perfeito, nem você Cinderela ou Cinderelo, mas pode ser quase perfeito se você tiver disposição de fazer uma pequena check list antes de decidir se jogar nessa experiência. Confere aí:
1- TENHA CERTEZA QUE O PROGRAMA DE AU PAIR É PRA VOCÊ. Tem gente que simplesmente não se dá bem com criança. E nem adianta dizer que você aguenta viver um ano cuidando de algumas pestinhas para gastar o seu suado salário de Au Pair nos fins de semana. Não vai rolar, você vai desistir na primeira semana.
2- VOCÊ NÃO VAI CONSEGUIR COMPRAR UMA CASA COM SEU SALÁRIO DE AU PAIR. Sim, quando a gente está no Brasil acha que o dinheiro vai se multiplicar por quatro e estaremos ricas. Não é beeeeeem assim, mas dá pra viajar bastante com MUITO planejamento.
3- EVENTUALMENTE VOCÊ PODE QUERER DESISTIR DE TUDO. Já tive momentos em que a primeira coisa que eu quis na vida foi pegar o primeiro avião com destino à São Paulo. E até mesmo as Au Pair S2 coração "vou morar nos EUA, Europa, etc PARA SEMPRE" tem seus momentos de extrema saudades da nossa cultura verde e amarela.
4- VOCÊ SÓ VAI ENGORDAR SE QUISER. Aqui nos EUA têm muita coisa gorda, mas também tem MUUUUITA opção de coisas saudáveis, orgânicas, free lactose, glúten, gordura e tem também muita academia legal! Bora malhar meu povo! Se joga :)
5- VAI SER A EXPERIÊNCIA MAIS FANTÁSTICA DA SUA VIDA. Fazer um intercâmbio é pegar suas misérias mais profundas, suas alegrias mais vibrantes, misturar tudo e olhar para isso com a carinha de quem sabe que autoconhecimento é o maior de todos os tesouros.
"Coragem é quando você pega na mão do seu medo e o ensina que ele não precisa ter medo."

Por Beatriz Bigarello

0 comentários :

Postar um comentário