terça-feira, março 29, 2016

Aquele Sobre Meu Acidente e Outras Dúvidas

Boa noite, pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim!



Eu sou a Tarciana... ou aquela ex au pair que disse que você JAMAIS deveriam viajar com qualquer dúvida, lembram? Meu post, escrito há um mês, me rendeu bons e-mails por alguns dias. E todas as vezes que eu abria a minha caixa de e-mails, eu ficava numa alegria só. Pena que meu computador estava na manutenção e eu tive que responder tudo por celular! Eu sei que não é muito prático fazer isso. As respostas saem desconfiguradas e eu levava o dobro de tempo para responder cada pessoa. Eu não vou revelar a identidade dos meus remetentes, mas gostaria de expor 3 perguntas que recebi (não posso postar todas, não é? Ficaríamos aqui até amanhã!) e as respostas que escrevi! Assim, eu espero poder ajudar outras pessoas. 






PERGUNTA 1: Essa idéia do Au Pair não sai da minha cabeça, no estágio não consigo nem me concentrar no trabalho porque fico lendo blogs e mais blogs sobre Au Pair... chego em casa fico vendo vlogs e visitando os grupos de Au Pair no facebook. Mas a faculdade me assombra. Se eu fosse trancar, trancaria no final desse ano (ou seja, faltando um ano para me formar), e ai fico pensando que um ano passa tão rápido mas ao mesmo tempo parece TANTOOOO tempo. O que eu faço: tranco ou me formo?

Oi, AMIGA!! Tudo bem?? Que legal seu e-mail!! Amei recebê-lo!! Então... Não nos conhecemos direito... Mas posso te responder com sinceridade??? Então lá vai....

TERMINE A FACULDADE!!! eu sei que 1 ano parece muito, mas de fato não é! Você já está com o canudo quase não mão! Vai lá e pega logo o danado! Por algumas razões!! 

1- levando um canudo com você, você poderá ter mais chances por lá. Bom, você poderá fazer cursos na sua área e fazer contatos. Trocar de área no mestrado!!! E isso é uma carta na manga que poucas meninas sabem!!! O mestrado não precisa ser na sua área. Vai lá e faz outra coisa. 

2- você não vai querer voltar, e pagar o mestrado lá é mais barato e mais fácil que a graduação. Amiga, quase ninguém quer voltar para cá. Você vai ver. São tantas oportunidades.... Cursos, pós, bolsas de estudos e poooooooxa, a vantagem de dizer "sou formada em X e fiz tais e tais cursos"!

3- diploma de mestrado no exterior é bem aceito aqui... Já o de graduação, muitas vezes, tem que ser validado. 

Minha história foi assim: eu não passei no vestibular. Na verdade, eu não passei em várias provas Pq ficava nervosa. Fui trabalhar de aux de biblioteca para juntar a grana da carteira e depois do programa. Fiz o programa e ia ficar o 3 ano como estudante, mas sofri um acidente de carro e quebrei a coluna. Tive que voltar! Durante a minha recuperação, fiz vestibular e passei. Não voltei pros EUA como Au Pair. Só mesmo como turista. 

O que eu acho q você deva fazer??? Simples!! As duas coisas ao mesmo tempo!! Você vai pegar seu Appl na agência esse semestre. Vai fazer as horas da maneira correta (sem enrolação. Vai trab em escolas e trocar umas fraldas. Não vale prima e nem irmã.) vai entregar a sua papelada no final do ano, colocar sua data de embarque para dez/2017 e escolher a sua família até 6/2017. Isso te dará muito tempo para escolher uma família com calma e estudar mais inglês. De 6/2017 até 12/2017 você vai se dedicar ao seu tcc sem pânico ou culpa. Vai entregá-lo, vai colar e vai estar já com a viagem marcada. :) e lá vai fazer cursos em outras áreas e, assim como eu, vai descobrir do que realmente gosta. Antes de ir, eu queria fazer psicologia, adm, Jornalismo ou até educação física. Lá nos EUA, eu peguei matéria como "aluna convidada" em uma delas e não gostei. E no segundo ano, peguei 3 matérias no college como aluna regular e tb não gostei. Amei literatura. Nunca tinha pensado em Letras. Lá eu descobri isso e cursei aqui por 6 anos! :) fiz duas. Oq eu quero dizer é que... "Perdi" dois anos experimentando e mais 6 estudando. Me formei com 29. Eu podia ter me formado em uma delas e ter mestrado em outra área. :-) juntado as duas. 

Manda notícias, ok?! Escreva de volta. E desculpa a falta de acentuação. Estou no cel. 


PERGUNTA 2: Eu sei que existem cursos gratuitos de inglês (dependendo do lugar que ficarei), que alguns deles são em igrejas e tudo mais. Em julho me formo em Ciência da Computação, e gostaria de saber se com o dinheiro que receberei para fazer algum curso, teria possibilidade de estudar em algo relacionado à minha área? Fico no aguardo.

Minha resposta: Então... Depende de para onde vc irá. Alguns colleges oferecem aulas como "convidado"... Você vai lá assistir e não ganhará os 6 créditos por isso. Outros colleges, te deixam fazer cursos mesmo q seu nível de inglês não seja tão alto. Mas o mais certo é: quanto melhor seu inglês, mais matérias eles disponibilizarão para você. Por exemplo: vc não precisará cumprir ESL até o último nível para poder cursas outras matérias. 

Outra coisa... Cada estado tem um preço por crédito. Na Califórnia, o crédito para alunos internacionais é 200 dólares. Então para cumprir os 6 créditos obrigatórios, vc vai precisar de 1200 dólares. 500 a family vai te dar mas o resto é com você. Já em Nj, o crédito é 85 dólares. Ou seja, bem mais barato. 

Há ainda lugares que não são colleges, mas que oferecem cursos livres... Como as bibliotecas, os centros comunitários etc!!! :) talvez vc não ganhe os 6 créditos nesses lugares, mas poderá tentar algo na tua área. Tudo depende mesmo da cidade em que vc irá morar e do teu nível de inglês. 

PERGUNTA 3: Que seguro eu faço: básico ou completo?

MINHA RESPOSTA (ADAPTADA AO POST DE HOJE): Querida Amiga, a minha história é mais velha que a vovó andando de patinete, mas vou te contar... Eu estava no segundo ano do programa, planejando trocar de visto e virar estudante, quando sofri um acidente de carro. Eu estava indo para o college, perto de Orinda-CA, às 8h da manhã, quando um motorista de 18 anos perdeu o controle do carro dele, uma SUV, e invadiu a freeway saindo de uma Exit. [Ou seja, ele veio descendo um mega morro, trazendo tudo que havia no caminho, inclusive a grade de segurança]. Eu lembro de cada momento daquele 10 de outubro de 2007... É verdade o que dizem: você vê a sua vida passando em câmera lenta... Eu só pensava em duas coisas: nas pessoas que eu não teria a chance de me despedir e nas coisas que não fiz. Pensei na tattoo que marquei e não fui; pensei numa câmera, que custava U$390 e eu não tinha coragem de comprar; pensei na viagem pro Hawaii, que eu já estava pagando... Quando o carro invadiu a pista principal, havia um caminhão de gasolina na minha frente. Eu pensei que tudo fosse explodir na hora da colisão. Acontece que, por obra divina, a SUV desgovernada bateu no caminhão, mas não houve explosão. O caminhão derrapou na pista, bateu no meu carro e me lançou contra a parede que divide a freeway. Bati de frente, airbag abriu e eu pá: QUEBREI A COLUNA na mesma hora. Eu senti as fraturas. Tive outros ferimentos, lógico, mas esses foram os piores. Quebrar a coluna em dois pontos e ficar esperando socorro foi muito sofrido, embora as ambulâncias não tivessem demorado. Fui para o hospital de sirene ligada, fiquei 4h no ER e fui fazer muitos exames...x-ray, xixi no potinho, sangue, ressonância... Fui para o quarto às 19h. Minha family ficou comigo boa parte do tempo, mas eu dormi no hospital sozinha e eles me pegaram no outro dia de tarde. O que aconteceu depois disso ficará para um próximo post. O que eu quero que você tenha em mente:"o passeio de ambulância" foi uns mil dólares. Seguro é a única coisa que fazemos esperando não usar jamais. É aquilo que está na mochila, mas que não queremos que faça parta da viagem! Faça o completo! Essa não é a hora de economizar grana! 

Espero ter ajudado mais uma vez!





Mais alguma dúvida? Não viaje com nenhuma delas na bagagem! Manda para mim! ;)
aupairtarci@gmail.com

Beijos, 

Tarciana - do Blog Amiga do Tio Sam www.amigadotiosam.blogspot.com.br

0 comentários :

Postar um comentário