Como é morar com a host family?



Hey! 

Antes de vir pra Holanda eu ficava pensando mil coisas sobre como seria morar na casa de uma família completamente estranha. E como eu sempre destetei dormir na casa dos outros, esse parecia ser um problemão pra mim.

E depois de quase 10 meses eu acho que consigo fazer uma análise de acordo com a minha experiência.



Prós:
- Como intercambista (e pobre), acho maravilhoso o fato de não ter que me preocupar com contas a pagar (aluguel, luz, gás e etc).

-Não sei em todas as casas como funciona, mas aqui em casa eu posso comer de tudo, acrescentar coisas na lista de compras, ou caso compre alguma coisa com o meu dinheiro eles reembolsam.

-O fato de estar longe da minha família no Brasil, mas morar em um ambiente familiar faz as coisas ficarem mais "fáceis". 

-Natal, aniversário e todas essas datas que ficamos mais sentimentais é bom estar com pessoas que se importam, e sabem que você está sentindo falta da sua família, então fazem com que você se sinta totalmente em casa. 

-Você não precisa acordar horas antes pra se arrumar e ir pro trabalho, é só aparecer na cozinha de pijama no horário. Maravilha!



Contras:

-Aqui em casa não tem curfew, porém moro em uma casa com 4 crianças (dois nenéns), então quando saio durante a semana chego em casa por volta das 23:30. Aos finais de semana eu chego sempre de manhã e já estão todos acordados. Mas acho meio chato essa coisa de ficar sem graça de chegar de madrugada. 

-Morando com uma Host Family você não tem a liberdade de andar de calcinha e soutien pela casa.

-No final de semana tem muito barulho, muito! Eu tenho sono pesado, mas meus hosts sempre perguntam se as crianças me acordaram com o barulho.

-Você acaba tendo novos "pais", só que naquela fase de 13, 14 anos. Sempre perguntam pra onde vai, com quem vai, que horas volta. Meus pais são assim até hoje, então sou acostumada.

-Sabe aquele dia que você está de saco cheio do seu trabalho, e só quer chegar na sua casa e relaxar? Então, quando você mora no seu trabalho pode ser que você sinta meio sufocada. Pega a bike e vai dar uma volta.



Óbvio que isso vai depender da sua personalidade, e de como é a família que você vai morar. Sempre claro mantendo o bom senso, e lembrando que não estamos na nossa casa. Eu dei a sorte de morar com uma família bem legal e que me deixa super a vontade, mas já vi família que diz "você não pode comer isso e aquilo". Então Boa Sorte! 




Ah, Gente! Agora eu tenho um canal no youtube onde vou contar tudo o que está acontecendo aqui em Londres. Se inscrevam no canal!

Instagram: @ingridscostablog
Facebook: Ingrid Costa


Vejo vocês no próximo dia 9!


Beijos,
Ingrid Costa

Comentários

  1. Oi Ingrid. Estou dividida entre tentar meu au pair na europa ou eua por conta da atual situação dos ataques terroristas por ae. Gostaria de saber sua opinião. Vc acha que é um bom momento pra eu tentar a Europa? Como eles estão considerando os estrangeiros? Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Olha, aqui na Holanda está tudo do mesmo jeito como sempre foi. Quando acontece algum ataque, eles ficam mais cautelosos, mas mudança no nosso dia a dia não aconteceu. Acho que sempre vai ser um bom momento pra tentar Europa! ahahaa Aqui tem tanto país pra você viajar, conhecer culturas diferentes com apenas 1 hora de vôo. Eu sou louca pra ser Au pair no USA, mas acho que em relação a viagens a Europa é melhor. Beijoooos! =)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os 3 casos mais assustadores do mundo Au Pair

Gírias + Expressões = Você precisa conhecer!

Mais 11 tipos de au pair: esses são os amigos que você terá!