quinta-feira, abril 21, 2016

Better Safe Than Sorry

Oi pessoal, como vocês estão? Espero que estejam bem!

No post de hoje vou falar da importância de ser caxias em determinadas situações.

Todos que embarcam pela Cultural Care tem o seguro de saúde completo no primeiro ano, mas queridxs, nada que é bom dura para sempre. Pois bem, se quiser ter seguro completo no segundo ano voce tem que pagar a mais por isso. 

Eu resolvi pagar os $300 pros meus 6 meses de extensão (incluindo o complemento esportes), porque o futuro a Deus pertence, não é mesmo?!
Fonte: Google Imagens

Não aconteceu NADA comigo no primeiro ano e olha que eu sempre fui a loka do médico no Brasil, sentia uma dorzinha e já ia correndo checar o que era. Mas, como nem tudo são flores, as vezes o azar bate a nossa porta.

Antes do meu primeiro mês da extensão acabar, eu caí no último degrau da escada de casa. Não me perguntem como eu fiz isso (dica: isso aconteceu as 2am quando eu estava chegando da balada).

No outro dia quando eu acordei, meu pé estava inchado e eu não tinha firmeza nenhuma para pisar no chão. Pensei em não ir ao médico? Pensei.  Mas não tinha como não ir, porque estava doendo DEMAIS. Fui ao médico com a minha host mom e esperamos por 3 longas horas para sermos atendidas. Diagnóstico: torsão do tornozelo, nada demais. 

Estava me sentindo o cocô do cavalo do bandido por tirar a fofa de casa em pleno domingo de sol (quem mora em Seattle sabe o quanto esses momentos raros devem ser aproveitados), mas ela disse: "that's okay, its part of the deal of being a host family". Até tentei ir dirigindo e uma amiga iria me acompanhar, mas a fofa não deixou.

Agora estou esperando a conta chegar e acredito que eu tenha que desembolsar $35 pela consulta e o restante o seguro vai cobrar. Se não tivesse o seguro completo isso subiria para $95. Abaixo, segue tabela de comparação entre o seguro completo e básico, pra vocês terem uma ideia de como funciona na Cultural Care:

Fonte: http://help.culturalcare.com/au-pair/knowledge-base/insurance/

Bom, história pessoal a parte, se planejem e se possível, paguem o seguro. Nao deem bobeira com a saúde morando nos Estados Unidos, conheço meninas que tem o nome sujo aqui por causa de dívida médica. Não tem perdão, não tem desculpa. Se tem seguro, amém, se nao tem: SE VIRA. Ainda bem que temos o SUS no Brasil <3

Se tiverem alguma sugestão ou dúvida a fazerem, escrevam nos comentários. Agradeçam o Tiradentes pelo feriado. Nada de folga pra mim hoje :/

Um beijo e ate o próximo dia 21! 

Bárbara Albuquerque

0 comentários :

Postar um comentário