sexta-feira, abril 08, 2016

Da série "Deixar ou não meu namorado?", talvez esse vc não tenha lido..




Deixar o namorado ou não?

Talvez, se essa for a questão, há uma chance de vc ter que considerá-la..
Estou longe de ser especialista no assunto mas eu estive nesse mesmo barco e sei que, quando temos duvidas, qualquer ajuda pode ser válida..

Namoro há 4 anos e meio e tive muito medo antes de vir..
Mas a minha verdade é: nunca foi questão "deixar o namorado ou não?"
Minha questão era apenas "ir ou não ir?"
Apesar de toda a dificuldade (e era isso o que pesava), eu sabia que minha duvida era se valia a pena ou não submeter o meu namoro a tudo isso..
Eis que eu descobri: eu não tinha mais a autonomia de decisão, não que isso seja uma coisa ruim e, na verdade, pelo contrário..
Pela primeira vez na vida eu entendi o sentido da frase "vc não entrou nessa sozinho, não tem que resolver tudo sozinho"..

Um dos grandes ganhos (foram muitos) desse ano todo que tenho vivido foi perceber (ainda la no começo) que eu tinha mais do que um namorado..
Eu tinha do meu lado uma pessoa que tinha mais certeza do que eu de que isso tudo podia funcionar..
Não entremos na questão de o que de fato se passava na cabeça dele pq sobre isso eu nunca poderei falar..
Mas ele esteve na hora certa me falando tudo que qualquer pessoa que precisa apenas de coragem precisava ouvir..
21/4 eu completo 10 meses aqui e nada tem sido fácil desde que embarquei.. Tenho trabalhado minha mente o máximo que posso..
Por aqui é tudo em volta de sentimentos.. Tudo à flor da pele, tudo arde demais!
E eu sei.. Não teria descascado metade desse abacaxi sem o apoio dele do outro lado..

Por anos eu idealizei um relacionamento..
Hoje eu vejo que tenho alguém que aceitou dar o tiro no pé do qual todos tem medo, comigo..
Alguém que me forneceu sentimentos que nunca me permitissem pensar "deixar meu namorado e fazer intercambio?".. Ele simplesmente me possibilitou que as duas coisas fossem possíveis!
Por ele eu sabia que não me valia nem pensar a respeito! Não tive duvidas sobre isso..
Por outro lado, se meu coração tivesse cogitado a possibilidade, alguma coisa estaria me faltando.. E eu teria o direito de buscá-la!

No meio desse turbilhão de sentimentos de quase 10 meses longe de casa, longe dele e longe dos meus amigos, me permiti pensar um pouco a respeito disso..
E não vou mentir, não vou te dizer que todo esse tempo longe não dói.. Mas, na mesma onda de não mentir, posso te dizer que, se for pra ser, tudo é muito bem recompensado!

Não foi fácil chegar à conclusão de vir.. Meu lençol lá em casa no Brasil sabe quantas noites de sono eu perdi nessa transição, entre decidir vir ou ficar..
O lençol daqui, por outro lado, pode dizer a respeito de outros sentimentos.. Uma falta que talvez ainda fosse desconhecida pra mim.. Uma dor diferente, que pode ser trabalhada..

No meio de tantos sentimentos de falta assim, ao mesmo tempo, precisei me permitir amar alguém de fato presente: e encontrei a mim..

Se permita..


Aqui vc encontra um depoimento sobre o MATCH PERFEITO!

:)

0 comentários :

Postar um comentário