quinta-feira, julho 21, 2016

Mundo de Cobras

Oi pessoal, como vocês estão? Espero que estejam bem!

No post de hoje vou falar sobre um assunto um tanto quanto delicado, mas bem recorrente no mundo auperiano. 


Eu tive "amigas" aqui que só Jesus na causa. É engraçado que quando estamos fora da nossa zona de conforto é fácil colecionar melhores amigas pra sempre em um curto e quase ínfimo espaço de tempo. Mas tome cuidado porque como diz minha mãe, amigo mesmo só Deus. 

Eu tive "amigas" se eu não tivesse sido esperta e me afastado, poderiam ter causado um grande dano na minha vida. E coincidência ou não, as najas eram brasileiras. Então, tome BASTANTE cuidado com quem você chama de amiga. 

Você deve estar pensando que eu estou exagerando, mas eu vou exemplicar um dos causos. Quão normal é enviar um nude pra seu ex namorado brasileiro no snapchat sabendo que você ainda morre de amores pelo menino? Estou falando desse tipo de amiga (Y)

Meu conselho pra você oh querida au pair é que você fuja de trouble makers. Sabe aquela amiga que todo mundo pergunta porque você é amiga dela e só você não vê o porque de tanta preocupação alheia? Pois é, é esse tipo de naja que você precisa manter bem longe de você. 

Não se relacione com pessoas tóxicas por falta de opção, porque melhor só do que mal acompanhado, right?

Amiga gringa é o melhor negócio porque além de você treinar outra lingua (o que está acontecendo no meu caso) o drama é zero. Nós brasileiras somos muito intensas, Jesus amado. Não fuja de brasileiras, there is not what I'm saying, mas tenha muito cuidado. 

Quando este post for ao ar, estarei fazendo minha roadtrip pela Highway 1 com minha linda amiga Colombiana ❤️ (colombianas e mexicanas são mais amor, just saying). 

Se tiverem alguma dúvida ou sugestão, escrevam nos comentários. 

Beijos e até o próximo dia 21. 

Bárbara Albuquerque



Um comentário:

  1. Ahhhh nessa vida de au pair tem muita naja e fura olho... Concordo com vc, temos q selecionar amizades sim

    ResponderExcluir