quarta-feira, setembro 21, 2016

Oi pessoal, como vocês estão? Espero que estejam bem!

No post de hoje vou contar minha experiência (que é mais uma expectativa) de como vai ser a chegada da próxima au pair. 


Nada melhor que começar esse post dizendo que nunca, nunquinha mesmo eu pensei que algo aqui fosse meu. A host family não é minha família (apesar de termos uma relação excelente), os host kids não são meus filhos (apesar de educá-los as vezes mais que os próprios pais), o quarto a casa nada é meu também. 

Bom sabendo disso desde sempre, eu ainda me pego na sofrência em ter que ceder "meu quarto" pra au pair nova antes do meu ano acabar, já que vamos ter uma semana juntas aqui na casa. 

Eu ajudei a entrevistar a menina, participei no processo de escolha e tudo mais, mas ainda assim não consigo ter nenhum tipo de sentimento por ela. 

Pra mim ela é a pessoa que vai me substituir e cuidar das "minhas crianças" e morar na "minha casa" e com a "minha família". 

Você pode achar que é drama, e até talvez seja, mas você só vai saber se já passou por isso ou se um dia passar. 

As vezes me pego pensando: e o português que eu ensinei pras crias? Já era. Agora vai virar espanhol e pronto. Isso sem falar nas crianças que são extremamente apegadas a mim. As vezes acho que esse programa é meio injusto com as crianças. Você tem no mínimo 1 e no máximo 2 anos com determinada pessoa, se acostuma, entra no ritmo, se apega, aprende a amar e logo já é hora de conhecer sua próxima au pair. 

Eu sei que todo ciclo tem início, meio e fim, mas ainda assim é difícil aceitar. 

Mas eu espero que a próxima au pair seja um bom match pra "minha host family" e que tudo seja tão bom pra ela quanto foi pra mim. 

No mais, terei três dias pra passar 1 ano e meio de erros e acertos pra ela. Vamos ver como será. 

Um ciclo que se inicia pra ela e um que se encerra pra mim. That's life. 

Se tiverem alguma dúvida ou sugestão escrevam nos comentários. 

Beijos e até o próximo dia 21. 

Bárbara Albuquerque

0 comentários :

Postar um comentário