Dicas que eu queria ter recebido no meu período online


Oi, gente! Eu sou a Juliana, futura Au Pair nos Estados Unidos e mais nova integrante do Blog das 30 Au Pairs. É com grande prazer que nos próximos dias 20 eu estarei por aqui compartilhando minhas percepções acerca desse maravilhoso intercâmbio. Espero poder ser útil a vocês. :) E para o meu primeiro dia, o post é dedicado a quem está iniciando o processo, ou já está há um tempo nele sem ter bons resultados. 

Nunca pensei em escrever um post dando dicas a Au Pairs, afinal, eu, que passei 7 meses online, me sentia a pessoa mais despreparada do mundo para esse programa. “O que tem de errado comigo?” era o que eu sempre me perguntava após ser dispensada inúmeras vezes por famílias americanas.

Mas a verdade é que a gente aprende bastante com nossos erros, e por isso eu venho aqui hoje dar algumas dicas que eu gostaria de ter recebido no meu longo caminho até o match. Sim, eu tive um match! Estou indo para Connecticut no final deste mês. Se eu poderia ter ido antes caso soubesse de tudo isso que vou listar aqui? Não sei, mas com certeza eu teria sofrido menos e passado menos vergonhas nos Skypes da vida. xD

Então, anota aí!



  • O entra-e-sai de te põe no topo

A primeira dica (e única, prometo!) é só para quem está inscrita na Cultural Care. Sem querer fazer propaganda, uma grande vantagem desta agência é a possibilidade de um melhor posicionamento da candidata nas buscas de acordo com a quantidade de vezes que ela faz login na conta. Isso acontece porque ao entrar no site family.culturalcare.com – página da CC por onde as Host Families vão procurar suas Au Pairs – a opção de pesquisa estará automaticamente marcada para mostrar as inscritas na ordem dos últimos logins.



Desta forma, se você estiver desesperada para ter uma família no seu perfil, entre e saia da sua conta diversas vezes ao dia, e isso fará com que o seu perfil fique no topo do site naquele momento para a maioria das famílias (exceto para aquelas que percebem que podem alterar essa ferramenta), e, consequentemente, você terá chance de ser vista por mais famílias (quem sabe a sua?).

Nas minhas primeiras duas semanas eu não sabia disso e achei super estranha a demora de aparecer família para mim. Apesar de a agência aconselhar que entremos na conta pelo menos uma vez por semana, ela não diz o motivo, e eu achava que fosse só para ver se tinha alguma novidade por lá.

Não preciso nem dizer que quando uma alma caridosa me contou sobre essa técnica, eu entrei no meu application umas milhões de vezes, e deu certo: no mesmo dia apareceu minha primeira família!

  • Go and get them!

O maior erro que uma pessoa ansiosa para fazer logo este intercâmbio pode cometer é ficar esperando que uma família caia do céu no seu perfil. Existem muitas formas de entrar em contato com elas além da sua agência. Eu demorei muito tempo para perceber isso, por isso me sinto na obrigação de dar esse conselho para evitar que vocês também percam tempo.

Assim que decidir ser Au Pair, você já pode começar suas pesquisas. Existem vários grupos no Facebook que servem para anunciar vagas: Matching Au Pair and Host Family, Au Pair Host Family Matchmaker Cafe, AuPair & Host Family Match, Rematch & Extension, e por aí vai. No próprio Grupão™ tem muito oferecimento de família de todas as agências.


Para não correr o risco de não ver um oferecimento que te interesse, é importante que uma vez por semana você vá lá naquela lupinha e digite “oferecimento de família”, te garanto que você vai ver alguns bem legais. E não hesite em mandar muitos e-mails, uma hora alguém vai te responder dizendo que gostou.

Outra coisa que você pode fazer é se inscrever em sites como o Great Au Pair e Au Pair World, utilizado geralmente por meninas que vão de maneira independente. Diferente do que muita gente pensa, lá também é possível encontrar famílias inscritas em agências, ou dispostas a se inscreverem na sua caso achem que você é a Au Pair ideal.

Skype

As próximas 4 dicas serão sobre as temidas entrevistas por Skype. Afinal de contas, por mais famílias que você tenha em seu perfil, na maioria das vezes você só terá o match quando fizer um excelente contato cara a cara com elas.

  • “Por que você quer ser uma au pair?”

Essa é a pergunta mais importante deste programa. É provável que você a ouça na entrevista com a agência, no teste de inglês, na hora de tirar seu visto e em quase todos os Skypes que você fizer. Então vale a pena sentar e pensar numa ótima resposta e ter sempre ela na ponta da língua.

  • Ler, ler e ler

Às vezes por preguiça, ansiedade ou falta de tempo, a gente acaba ignorando os textos que a agência nos disponibiliza. Mas acredite, eles podem ser muito úteis. Na conta online da Cultural Care, por exemplo, tem um documento logo na primeira página chamado “Matching and Interviewing Guide” que ajuda você a se preparar para a entrevista e dá até alguns exercícios para fazer antes delas. O próprio curso obrigatório que as agências mandam você fazer, e que muitas (leia-se eu) protelam, ajuda bastante. As dicas de lá podem parecer meio óbvias, mas são muito importantes e acabam te ajudando a adquirir mais vocabulário de Au Pair. Foi lá que eu aprendi muita palavra sobre o mundo infantil que me foram bastante úteis nas futuras entrevistas.



  • Anote tudo

Após terminar uma entrevista, anote tudo que a família te perguntou e depois escreva a resposta que você gostaria de ter dado. Caso não dê certo com ela, ao menos você vai ter tirado alguma vantagem disso. Depois de umas 3 entrevistas você já vai ter uma compilação bacana de possíveis perguntas e estará mais preparada para responde-as nos próximos Skypes.

  • Dê um jeito de falar

Saber vender o seu peixe é o grande Q deste intercâmbio, por isso, uma técnica muito boa é você escrever um textinho sobre coisas que você considera importante falar sobre você, e dar um jeito de mencionar isso na entrevista, mesmo sem terem te perguntado.

Bônus

  • Uma ajudinha é sempre bem-vinda

Para terminar essa lista, eu não poderia deixar de comentar a dica que foi a fonte de quase todas as anteriores: pedir ajuda a outras pessoas. Eu não sei se é uma coisa só de brasileiros ou humana mesmo, mas estar nesse doloroso e gostoso processo me mostrou quantas pessoas boas e dispostas a ajudar existem.

Eu perdi a conta de quantas Au Pairs ou ex-Au Pairs eu adicionei ou simplesmente mandei inbox no Facebook para tirar dúvidas que eu não achava em lugar nenhum. Assim mesmo, na cara de pau, arriscada a levar um fora ou ser ignorada. Mas em 90% das vezes eu tive uma resposta positiva. Por isso, além de deixar aqui o meu agradecimento à todas essas meninas, eu deixo esse conselho: na dúvida, meta a cara, mande email, inbox e mensagem, e faça uma rede de amigos que estão passando pelo mesmo processo que você. Tenho certeza que entre uma conversa e outra, você vai acabar descobrindo coisas que não sabia, e ajudando outras pessoas com a sua experiência também.

É isso. Espero ter colaborado de alguma forma. Vejo vocês no próximo dia 20! ;D


Comentários

  1. Juliana tudo bem?
    Parabéns pelo match, nos conte tua história, por favor!
    Obrigada pelas dicas, estou preenchendo meu app e logo estarei online se Deus quiser, e é claro, já anotei tudo aqui pra me ajudar no momento certo.
    Beijos, até mais!
    Meu blog pessoal: http://aupairencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sabrina! Que bom que gostou.
      Vou tentar contar tudinho nos próximos posts. :D
      Boa sorte na sua procura. Espero que encontre uma ótima família!
      Beijo beijo,
      Até mais!

      Excluir
  2. Oi Juliana, tudo bem?
    Primeiramente parabéns pelo Match!!!!!!! Também estou pela Cultural Care e adorei as dicas, vão ser muito úteis.
    Esperando ansiosamente minha resposta da entrevista que fiz ontem!
    Beijos e até mais!
    Meu blog pessoal: https://aupair2017.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amei as dicas! Tenho certeza que irá me ajudar muito, agora que vou começar o processo...
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Amei as dicas! Tenho certeza que irá me ajudar muito, agora que vou começar o processo...
    Obrigada!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os 3 casos mais assustadores do mundo Au Pair

Gírias + Expressões = Você precisa conhecer!

Mais 11 tipos de au pair: esses são os amigos que você terá!