O dia em que os bombeiros apareceram em casa

Oi, gente!

Pensando no post deste mês, lembrei de um dos episódios mais hilários (agora é hilário), da minha aventura nos EUA.

Resultado de imagem para call the police and the fireman gif

Por conta do schedule da família, eu passava muito tempo sozinha com as crianças, inclusive à noite. Um belo dia, depois de cuidar das kids, dar banho, janta, ler história, colocar pra dormir, clean up na sala dos brinquedos que se multiplicavam sempre, decidi comer. Eu tinha comprado um croissant à tarde e decidi colocar no grill. Acontece que eu amo comer pão bem torradinho. Deixei lá meu croissant no grill elétrico e fui fazer meu café, procurar o que ver na tv e aquela enrolada básica.
Eis que quando eu olho pra cozinha, vi um pouco de fumaça saindo do grill nada de uma fumaça chocante e nebulosa, mas como a maioria das casas, a minha tinha detector de fumaça e aí, minha gente... até o alarme tocar, foi questão de segundos.
Fui lá, desliguei o grill da tomada com a esperança que alarme morresse, mas não deu, ele estava disparado. Em 2 minutos o telefone tocou, era da seguradora:

Seguradora: your password please, ma'am
Eu: Hum?
Seguradora: I need your password please, ma'am
Eu: ohhh it's because of the fire alarm, right? I am sorry about that, I burned my bread (WTF!!!)
Seguradora: Ma'am, I need our password right now.
Eu: I am the nanny and I have no password sir, I just burned a bread and I am really sorry, I had no idea it'd activate the alarm.
Seguradora: In that case, I will turn off the alarm but I need to follow some security procedures, ok?
Eu: sure, ok
Seguradora: If you feel safe, stay in the house and wait for the cops.
Eu: Cops? What?! No.. it's not necessary, really... I mean.... it's just food, you know... the bread in the grill... I am really sorry! (pânico já tomava conta de mim... morávamos numa rua sem saída, imagina a vizinhança vendo a polícia chegar na casa, contando isso pra família, vindo ver o que tinha acontecido... sério... isso não podia estar acontecendo....mas estava).
Seguradora: Sorry Ma'am, this is the procedure. Stay safe an have a good night. (desligou)

Acontece, que quando o alarme toca, eles ligam e pedem uma senha. Tem vários tipos de senha: um se vocês está sendo coagido, se tem gente na casa, outro se o alarme disparou por acidente e assim vai. E eu não tinha nenhuma senha, at all!!! Ninguém nunca pensou nisso! Então fica a dica... perguntem pros seus hosts se tem senha de alarme que você precise ter, pois foi osso!

Em 6 minutos, na porta de casa, tinha 1 carro de polícia, 1 carro de bombeiro, 1 carro da seguradora e muitos homens na porta, até com arma. Um deles tocou a campainha (sim, eu estava de pijama, pois além de tudo estava um frio miserável e eu não tive tempo hábil de pensar... foi tudo muito rápido). Abri a porta com o c* na mão, sério, num sabia o que fazer. Abri a porta e já coloquei a mão pra cima, minha cara deveria ser de pânico.

Officer: Are you ok, ma'am?
Eu: I am, thank you. I just burned my bread, I am really sorry about that. (a cozinha estava com cheiro de comida e o pão estava sobre a pia)
Officer: Ma'am, as you don't have the password, I will have to check the house, is that ok?
Eu: yes, it is ok.
Officer: Are you alone?
Eu: No, I am babysitting 2 kids that are already sleepind (I hope... )
Officer: ok, so can I walk and check the house?
Eu: yes, you can, but I will need to walk with you because I am responsible for the house
Officer: It's ok.

Ele entrou armado na casa, com mais um oficial, olhou a cozinha e meu pãozinho, astro principal da cena e subiu as escadas. Olhou todos os cômodos e conforme ia andando ia dizendo "clear" no rádio dele. Depois de andar a casa toda, ele concluiu que eu realmente não estava mentindo.

Na minha cabeça já tinha passado de tudo: vou perder meu emprego, meu visto, minha vida, vou ser deportada, vou ficar com trauma, não vou dormir, as criança vão começar a berrar em 5 minutos, os pais vão chegar aqui de helicóptero, pois certeza que alguém já avisou, vou sair no noticiário da manhã, certeza que algum desses carros é a imprensa... sério... milhões de pensamentos. Eu olhava pela janela e era tanta luz piscando lá fora, que se tivesse música tocando, virava rave.

Bom, passados 25 minutos, eles preencheram formulários, já do lado de fora, tive que assinar alguns documentos do seguro para que eles justificassem o desativamento remoto do alarme sem digitação de senha, um monte de burocracia e eles se foram.

Sabe quando acontece alguma coisa que você não sabe se foi real de tão absurda? Então, fiquei com essa sensação. Enfim, foi tanto bafafá e sirene que eu nem acreditei que as crianças não tinham acordado. Subi, olhei os dois de novo e eles dormiam como anjos (o que me levou a duvidar mais uma vez que aquilo tudo nem tinha acontecido).

Desci, olhei pro pão "bem passado" e já frio e decidi comer um yogurte mesmo Era muita ousadia esquentar aquele pão de novo. Sentei no sofá e fiquei refletindo no que houve. Confesso que fui lá fora de novo ver se não tinha ninguém por lá perdido, me vigiando... bateu uma paranóia, sabe? kkkkk.

Enfim, caí na real: meu Deus, wtf aconteceu aqui? Pior do que isso: vou ter que contar pros hosts, pois com certeza eles seriam notificados, os vizinhos devem sim ter visto alguma coisa e vão contar do jeito deles, a polícia já deve estar ligando pra eles, o seguro, os bombeiros, meu Deus... kikeufaço da minha vida?  Quem dormiu? Só as kids mesmo... eu fiquei lá na sala, estalada, pensando em como eu ia contar que só assei um pãozinho e nem comi o lazarento.

Bom, ela era médica de PS e chegava em casa as 8 da manhã. Quando ela chegou, eu estava dando café para as crianças pra poder levar pra escola e tal, mas depois de um tempo de convivência, ela viu que eu estava preocupada e perguntou:

Mom: Are you ok, Kelly? Did you sleep well? You look worried.
Eu: Mm.. actually something happened yesterday night. I burned my bread and the alarm rang and I had no password so the fireman, police and insurance officer come by and walked the house and... well... in summary that's it. And I am realy ashamed of it and did not know how to tell you. I am really sorry... I could never imagine it could happen...
Mom: LOL it's crazy! LOL
Eu: haha... I guess... I mean, It was crazy
Mom: LOL.. Kelly, I am sorry I never gave you the password. I never thought you might need it...

Enfim.. ela ria muito e eu fiquei meio p da vida e aliviada kkkkkkk.

Hoje eu conto rindo, mas no dia eu fiquei em pânico... é, pânico define!

É isso gente... procurem saber os códigos dos alarmes, pois a gente nunca acha que vai precisar (e tomara que nunca precise), mas é necessário ter!

Quanto à mim.... segui comendo meu pãozinho bem torrado, mas agora, só com as janelas abertas! kkkkkkk

Beijos e até o mês que vem!

Comentários

  1. Caracaaaa, isso sim é uma história de filme de comédia misturado com terror! kkkk
    Confesso que foi engraçado, mas me imaginando no seu lugar seria apavorante.

    Tenho dois pontos a comentar:
    1) Realmente você está em um país que leva as coisas a sério, mesmo com um motivo fútil, os responsáveis cumpriram com o compromisso e foram checar garantindo a sua segurança. Isso é demais.
    2) No nosso país nem se você fazer um escândalo a policia/bombeiro/resgate chegariam tão rápido, é duro admitir, mas estamos mesmo na merda, não somos importantes nesse país a nossa segurança é abaixo de zero. Triste :[
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Pois eh!!! Hoje eu dou risada, mas na hora foi pânico!
    As pessoas levam a vida à sério!
    Bjs e obrigada!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os 3 casos mais assustadores do mundo Au Pair

Gírias + Expressões = Você precisa conhecer!

Mais 11 tipos de au pair: esses são os amigos que você terá!