Sobre a neve

Já viu neve alguma vez? Eu só tinha visto na TV. Achava o máximo! E imaginava como seria deitar e rolar naquela coisa branca fofinha e aparentemente confortável.

Vi a neve pela primeira vez no final de outubro. Eu acordei e tinha uma mensagem no meu celular de uma amiga que morava na mesma cidade “Olha lá fora! Tá nevando!” E nesse momento eu virei a louca da neve!



Abri a veneziana e fiquei uns cinco minutos lá só olhando os floquinhos voarem, caírem, se acumularem nas folhas das árvores.. Então fui pegar meu café e parei em outra janela, pra fazer a mesma coisa que fiz na primeira.

Depois fui pra varanda! “Vou de havaianas mesmo, o que pode acontecer?”, foi o que pensei. Kkkk Tinha neve na varanda e no que eu pisei lá: neve por todo meu pé e neve é gelada gente! Rsrs Entrei em casa e botei uma pantufa (sério, no que eu tava pensando??), e outra coisa: a neve molha. Entrei em casa de novo e coloquei uma bota! Haha Bota é sapato certo mesmo se você queira apenas ‘olhar’ a neve com os pés sobre ela.  Depois disso fui pro quintal e fiz a festa. Era muita neve acumulada (um mês depois eu descobri que era bem pouca, na verdade rsrs)!

E assim foram as primeiras semanas.. Só alegria e festa na neve! Os parquinhos continuavam lotados, como no verão, e a energia das crianças não diminuía, até parecia que aumentava rsrs O pequeno que eu cuidava me ensinou a fazer anjinho, porque sou brasileira e no Brasil não neva né, desceu de trenó comigo no morro do parquinho e até montamos um boneco de neve lindão!

Agora, minha maior decepção sabe qual foi? Lembra dos desenhos animados nos quais uma bola de neve vem descendo da montanha e conforme desce vai ficando maior? Pois é, pode rir aí, mas eu fiz o teste e a bola na verdade vai se desintegrando! Não cresce nada! Rsrs O pequeno ficou me olhando torto quando eu contei isso pra ele.

Seguindo com a neve.. ela é linda quando cai! Fofinha! Geladinha! Logo derrete e puf! Some! Porém, há dias em que a neve simplesmente não pára de cair, consequentemente, acumulando em chãos, telhados, gramados, bancos e qualquer lugar imaginável. Então ocorre que tu podes andar por uma calçada, sob algumas árvores e.. do nada PAH! Neve na cabeça! Ou então, quando a neve no chão já está congelada por baixo e tem fofinha por cima e tu não sabe onde ta rua, onde ta calçada, onde foi parar o mundo que só tem neve??  As ruas são limpas, todos os dias cedo passava um tratorzinho pela cidade limpando as ruas (e acumulando tudo nas calçadas rsrs), e galera cuida dos seus quintais.

Acontece também de calçadas ficarem lisas por causa do gelo e pode acontecer de tu estares andando e daqui a pouco escorregar lindamente \o/

Se liga na beleza:


Meus pequenos andavam de bicicleta quando a neve não estava muito espessa e nojenta nas ruas. Eu tentei uma vez, caí duas vezes e desisti.

Outro caso envolvendo a neve: certa noite eu voltava do meu curso de alemão, de trem, até que em determinado ponto no meio do caminho o trem pára! E não anda mais. E já tava tarde, e o trem não chegaria até a minha cidade por causa do horário, então eu teria que pegar um táxi (pra eu pegar o táxi, eu ligava antes dizendo o horário e o motorista esperava). Ficamos meia hora parados no trilho, quando daqui a pouco o maquinista fala alguma coisa no alto-falante. Melzinha aqui entendeu nada! Pessoas começaram a levantar, e eu corri pra alguém pra perguntar o que acontecia (alguém que falaria mais devagar e sem os chiados dos alto-falantes). Aconteceu que o trem não voltaria a andar, e teríamos que ir para a outra plataforma, pois outro tem viria nos buscar. Para ir para a outra plataforma, tínhamos que subir uma escadaria, atravessar uma ponte e descer outra escadaria. Fácil, né?

Mas estava nevando, e tinha muita neve em todos os degraus e em toda a ponte! Parecia que eu andava sobre gelo. E a cena foi a seguinte: pessoas segurando umas nas outras e outras segurando na lembrança de um corrimão pra ninguém cair. E eu preocupada com o horário, com o taxi e que aquela neve não parava de cair! Logo o trem chegou, mas não parou na estação certa, parou duas depois e meu desespero estava em níveis extremos já, até que ouvi alguém dizer que se alguém quisesse ir pra outra estação poderia ir de van, disponibilizada pela operadora do trem. Chegando na estação certa, rezei pra que ainda tivesse algum taxi lá. E tinha!! Taxista disse que esperou, pois viu que o trem atrasou \o/

Viajar era engraçado! Eu me irritava várias vezes com a neve, e em outras me encantava de novo. Não congelei, não morri de frio (yay!) e nunca consegui esquentar meus pés. Ao mesmo tempo que me irritava neve entrando em tudo que era espaço do casaco, se acumulando na toca e em cima da bota, era encantante ver a diferença nos cenários, as cores desaparecerem e darem lugar ao branco brilhoso.

Olhem a diversão:



Mas vou deixar uma foto bonita aqui pra te inspirar:

Aqui é Nürnberg, num parque, atrás do Dokumentzentrum, onde os desfiles nazistas eram realizados.


Ah, e já viu como é um floco? É assim:


Lindo, né?


E você tem alguma historinha pra me contar?
Até a próxima!
Bom novembro o/

Comentários

  1. Mel, amei o post!! Uma curiosidade: qual camera vc usa p tirar essa fotos lindas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Livia! Obrigada! Os cenários ajudam bastante para que as fotos fiquem lindas hehe Mas eu usava uma sony alpha300 e o meu celular. =]

      Excluir
  2. Estou encantada... É muito lindo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os 3 casos mais assustadores do mundo Au Pair

Gírias + Expressões = Você precisa conhecer!

Mais 11 tipos de au pair: esses são os amigos que você terá!