quinta-feira, novembro 03, 2016

A Califórnia... Um pouco além das praias.

Quando ainda não tinha uma hostfamily, um match, não havia outro lugar que eu quisesse morar que não fosse "qualquer um perto de New York City". Porque eu pensava assim: - existem muito estados e capitais próximos uns dos outros, e daria para fazer várias viagens de final de semana e conhecer quase tudo, enquanto a Califórnia, eu quito durante as minhas férias, em um roadtrip.
Fato é que a Califórnia foi o estado que me acolheu e olha meus amigos, se em 18 meses eu não consegui conhecer nem tudo o que eu queria dentro do estado, imaginem se eu conseguiria conhecer vários estados, ou que "quitaria" a Califórnia só nas férias... MAS NUNCA!
Mas hoje eu não vim falar de San Francisco, nem de Los Angeles e nem de San Diego... Ou de Orange County, que era onde eu morava e que já fiz um post mostrando um pouco para vocês, aqui. Hoje eu vou além das praias, hoje eu vou contar um pouco de três parques nacionais que conheci, AMEI, e que não acho justo não compartilhar. Os três são: Yosemite National Park, Sequoia National Forest e Death Valley National Park, e não, não deu tempo de visitar o Lake Tahoe. Então imaginem só o QUANTO se tem para explorar em um estado só. Eu AMO a Califórnia, exatamente por isso. <3

Um pouco do Death Valley National Park...


O Death Valley é um dos poucos lugares que guarda a essência da Califórnia: o deserto. Para os que não sabem, o clima e a vegetação da Califórnia (do centro para o sul, pelo menos) é desértica, mas os humanos não aceitam e insistem em colocar verde para todo lado... 
O parque é muuuuito quente e a elevação é bem baixa. A Paisagem é linda e variada, de dunas a grandes desertos coloridos.
Mas o que mais chama a atenção nesse parque é o Bad Water Basin, uma área do parque que é o ponto mais baixo de toda a América do Norte. Lá você se encontra a quase 300 pés abaixo do nível do mar. É um dos pontos mais famosos e lotados do parque e lá você caminha em um campo cheinho de placas salgadas, sim, andando em sal... Branquinho, branquinho! Incrível!

Um dos meus pontos favoritos foi o Zabriskie Point (imagem ao lado), que são montanhas em cores distintas e especiais, parece uma obra de arte. Não consegui assistir ao pôr ou nascer do sol por ali, mas dizem que é a hora mais incrível do dia para estar ali.
O parque fica mais próximo de Vegas do que Los Angeles, e muita gente o visita quando está viajando por Las Vegas. Vale muito a pena fazer esse passeio, mas lembre-se de planejar muito bem antes, conhecer, entender e ter o mapa do parque, já sabendo quais pontos irá visitar. Não visita-lo no verão, ter muita agua gelada, snacks e tanque cheio, prontinho, só aproveitar as lindas paisagens!





Um pouco do Yosemite National Park...

O Yosemite talvez seja o mais conhecido dos três que eu vou falar aqui, e foi o que ganhou o meu coração. Todos são lindos, é verdade, mas foi no Yosemite que eu tive o meu primeiro contato com neve e isso fez dele mais inesquecível ainda.
O parque fica ao norte do estado, mais próximo de San Francisco, eu diria. E lá você encontrará paisagens de tirar o fôlego. De cachoeiras a enormes lagos, altas montanhas e vales gigantes, se brincar até um urso você encontra por lá.
Em uma área do parque encontram-se Sequoias gigantes, mas se for inverno você provavelmente não poderá visita-las, já que a altitude é grande e a neve terá tomado tudo, porque sim, existe neve na Califórnia, tá?
Dessas fotos que eu tirei, imaginem que toda a área branquinha de neve seria/é bem verdinha se não fosse em pleeeeeno inverno americano. Porém, uma coisa é fato, o que mais me encantou no parque foi esse aspecto, essas árvores com poucas folhas, restante neve por todo lado e tal... Mas sim, muitas estradas do parque estavam bloqueadas.






Um pouco do Sequoia National Forest...


Como comentei acima, quando visitei o Yosemite não foi possível conhecer as Sequoias gigantes, então, em uma segunda oportunidade, fui ao Sequoia National Forest, que com o próprio nome diz, guarda as maiores (e a maior) Sequoias do mundo.
O parque fica mais ao sul e é quase que uma continuação do Yosemite, mas é mais perto de Los Angeles do que de San Francisco. E o esquema do parque é o mesmo que do Yosemite, então esqueça a ideia de visita-lo durante o inverno, porque não vai conseguir ver nadica de nada! Em todos os três parques é preciso ter muito planejamento, o tanque do carro deve estar cheio e com snacks e água em abundância. Isso sem contar que o mapa deve estar bem estudado e os pontos que se quer conhecer já decididos, porque sinal de celular não há em nenhum dos três parques.
O Sequoia é bem parecido com o Yosemite com relação a paisagens, porém, acredito que o Yosemite, se as estradas das Sequoias estivessem abertas, seria meu favorito. Mas não que o Sequoia não valha a pena, porque vale, só se tivesse que escolher mesmo... Porque verdade seja dita, foi incrível ver a maior árvore do mundo tão de pertinho.






E é isso pessoal, um tiquinho dos parques nacionais da Califórnia que eu tive o prazer de visitar e conhecer, o que valeu muito a pena e me fez amar MAIS AINDA esse estado que me abraçou durante os meus 18 meses de Au Pair.
Afinal, nem só de praias e vinhedos vive a Califórnia, e cá entre nós, quanta riqueza para um estado só, não?

Meu blog pessoal (sobre Au Pair também): All About the Au Pair Program
Snapchat: laristf
Instagram: @laristf9

2 comentários :

  1. Estou APAIXONADA pela Cali 😍
    Onde posso encontrar mais infos do seu processo de Au Pair?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais, tudo bem? Desculpe a demora para te responder!
      E tem como não se apaixonar pela California? Tudo é tão atrativo!!!
      Eu tenho um blog pessoal onde compartilhei e ainda compartilho tudinho sobre o meu processo como Au Pair, se quiser dar uma olhadinha é: http://allaboutaupair.blogspot.com.br
      Beijinhos, e obrigada pelo comentário!!

      Excluir