quinta-feira, novembro 17, 2016

Desculpe o transtorno, preciso falar das minhas hostkids - Parte 2

Oi pessoal, retomando o assunto do último post, hoje vou falar sobre a bebêzinha de 10 meses que eu cuido junto com os dois meninos. Eu sempre fui super apaixonada por bebês e antes de vir eu já sabia que a minha paixão iria ser a Venla.

A mais nova foi a única das três hostkids que foi me buscar no aeroporto e quando eu cheguei, já querendo apertar e beijar, ela não vinha comigo de jeito nenhum. Veio chorando as três horas de viagem até a minha cidade porque eu estava do lado dela e nos dias que se passaram era um parto para ela vir no meu colo ou eu conseguir dar comida para ela (a minha hostmom ficou em casa no meu primeiro mês). Enfim, acredito que ela só se acostumou comigo depois da minha hostmom voltar ao trabalho e eu passar as manhãs com ela e os dois meninos.
Venla -  a mais nova

Qualidades: Como eu já falei aqui, eu tenho um sério problema em achar que as minhas hostskids são as mais espertas do mundo, mas eu realmente acho que eles são. A Venla é muito inteligente, ela já sabe o significado de quase tudo que eu falo com ela, se eu peço beijo ela vem me da, se eu digo não para alguma coisa ela ou chora ou finge que esta dormindo, se ela fez coco a primeira coisa que ela faz é vir no meu colo para eu limpar, e outras coisitas mais.
Defeitos: Desculpa, mas a minha explosão de fofura não tem defeitos.
Melhor história: Sem contar que a primeira palavra dela foi “BABA”, a melhor história acontece todo o dia, pois a Venla aprendeu a subir as escadas, mas como é perigoso eu não deixo então sempre que ela ta começando eu falo “não pode”, “desce daí”, “Venla não” e ela geralmente fica parada até ela pensar que eu não to mais vendo. Então quando ela começa a subir de novo eu vou pegar ela para por longe da escada, mas quando ela me vê se aproximando ela finge que está dormindo. Sério, é muito fofo.

Bom, basicamente é isso sobre a Venla, então eu vou falar um pouco sobre a minha rotina com eles.
Eu trabalho de segunda a sexta normalmente das 7:30 às 15:00, para mim é muito melhor ter esse horário corrido do que com intervalos e seria a treva para mim ter que colocá-los para dormir, então eu adoro meu schedule. Eu acordo minutos antes, só coloco uma roupa, lavo a cara, escovo os dentes e já começo a trabalhar.
As crianças não vão a escola e por isso não tem uma rotina super fixa e meu hostdad também não tem rotina, por isso ás vezes ele sai com as crianças e eu fico de folga, às vezes ele vai trabalhar tarde ou chega bem cedo do trabalho e eu também ganho essas folgas, mas vou escrever partindo do principio que tudo ocorre sem as atividades.
Assim que eu desço as escadas a minha host já entrega a bebê para mim, eu lavo ela na pia (pois ela ainda ta com a fralda da noite anterior) e escolho a roupa que ela vai usar - minha parte favorita do dia. 

Normalmente quem providencia o café da manhã dos meninos são os pais,então lá por umas 08:00, 08:30 eu dou o café da manhã da bebê (mingau pronto que esquento no microondas), depois disso - bebê e crianças brincando - é quando eu tomo meu café da manhã.
Após meu café tenho que dar as vitaminas para as crianças, escovar os dentes deles e trocar o pijama por roupas do dia-a-dia (às vezes o pai deles faz essas três coisas). Normalmente às dez eu coloco a bebê para dormir e ela dorme até ao 12:00, nesse tempo eu do mais atenção para os meninos, coloco o almoço para esquentar (dificilmente eu tenho que cozinhar, ou a host deixa comida pronta da janta ou é comida pronta de supermercado) e tento fazer com que eles comam – Hard, pretty hard.
Quando a bebê acorda eu dou o almoço dela (papinha) e troco a fralda. Depois disso, lá pelas duas eu dou o lanche deles (papinha para bebe e fruta ou iogurte para os meninos) e coloco a bebe para dormir de novo. Às três eu passo a bola.
Essa seria a rotina se não tivessem as atividades que citei, mas durante a semana eles tem aula de luta livre, natação, clube da igreja, clube do bairro e aula de música, eu não tenho que dirigir com eles, então geralmente ou pai ou o avô ou os tios buscam e trazem de volta eles, eu só preciso deixá-los prontos.
Obviamente minha interação com eles não acaba às três, eles tem 3 e 4 anos e não entendem que eu não estou mais trabalhando, então muitas vezes se eu não tenho mais nada para fazer eu brinco com eles ou ajudo minha hostmom com a Venla, mas isso depende da minha disposição no dia.

Espero que tenham gostado do meu post, até mês que vem.

Abraços e continuem acompanhando.


Paula Franz Araujo

6 comentários :

  1. Oi Paula, a Venla é linda! <3 Por que suas crianças não vão à escola? Ainda não teem idade?
    Gostei do seu schedule, o bom é que sempre à partir das 15:00 você pode fazer qualquer coisa, sem a preocupação de voltar para o trabalho, dando mais liberdade para poder fazer outras coisas... Continue tendo um ótimo intercâmbio. Fique com Deus :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é <3 a escola na finlândia é gratuita a partir dos 6 anos, antes disso os pais podem optar por coloacar em daycares (pagando) e minha host preferiu que eles ficassem em casa, parece que eles foram uma época e minha host não gostou muito! E muito obrigada!

      Excluir
  2. To adorando esses posts, suas crias são lindas <3

    ResponderExcluir
  3. Você não precisa falar finlândes? E a hostfamily fala inglês?

    ResponderExcluir
  4. to apaixonada pelas suas kids!!! <3

    ResponderExcluir