sexta-feira, abril 28, 2017

Aquele onde tudo começou


Olá boys&girls, meu nome é Rebeca, 21 aninhos e a partir de hoje estarei aqui com vocês todo dia 28 J

Vou pela agencia APIA, e meu embarque será no dia 21 de maio. Para quem já está online sabe a agonia que é essa espera pela host family. Na verdade o programa inteiro é uma agonia só né gente, desde o momento que você ouve a palavrinha aupair pela primeira vez e resolve ler tudo qualquer blog que existe na face da terra.

No meu caso, a primeira vez que eu fiquei sabendo do programa de au pair foi na feira do intercâmbio organizada pelo Salão do Estudante, que para quem nunca foi e tem o interesse de morar fora algum dia, eu super recomendo!

Bom na época eu tinha 16 anos, me iteressei pelo programa e comecei a correr atras do que precisava: tirar CNH, passaporte... Eita precisa comprovar experiência com crianças?


SIM, precisa. Afinal esse é o foco do intercambio, ser baba responsável pelos pequenos de alguém. Claro que cuidar dos priminhos ou irmão caçula até conta como horas complementares, mas as 200h que são requisito do programa, tem que ser filho duzoto =P. Filhos de um amigo ou vizinho valem sim, mas se você puder fazer um voluntáriado em alguma escolinha, creche ou ONG, vai te ajudar (e muito!) na hora da host family te escolher.

Para quem mora em São Paulo Capital e não sabe onde começar um voluntário, eu indicaria procurar uma ong chamada Liga Solidária , eles tem uma política super legal de trabalho, sempre tem eventos bacanas e é tudo muito organizado, com contrato e tudo! Fui muito bem recebida por todos, as tias da escolinha eram umas fofas, as kids... <3 vou sentir muita falta disso.

E é uma parte bem importante do processo, porque você convivendo todos os dias, voluntariamente, consegue ter uma noção se esse é mesmo o programa certo para você. E claro, ajudar quem precisa é sempre muito gratificante J


Creche que voluntariei J

Passado isso tudo isso, e após finalmente ficar online por uma agência... tem a bendita espera pela host family. 

Tem uns guris que mal entram no seu perfil e já saem, outros q ficam empacando e não se decidem, ou aqueles que "Parece que agora Vai"...sqñ.
Ou você fica uma, duas, três semanas.... UM MÊS e nada de família aparecer no perfil. Eu sei, bate uma bad desgraçada quando isso acontece. Passa de tudo pela cabeça, que tem algo de errado com o perfil, que o vídeo ta ruim ou as horas não são suficientes.

Mas desencanem que faz parte! Todas passamos por isso e é perfeitamente normal. Muitos jovens estão no mesmo processo que você, por isso a importância de caprichar no application e ter paciência, muita paciência. O meu match por exemplo, veio depois de 3 fkn meses online. E nem o famoso "feeling" pelos meus hosts não rolou de principio, mas esse assunto fica para depois.





Por enquanto é só, no próximo post conto como foi tirar o visto e os preparatórios para a viagem ;)


Prazer em conhecê-los, e até o próximo dia 28!

insta @reh__costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário