segunda-feira, abril 17, 2017

Feeling: Devemos usar isso como critério?

Oi gente, no começo de janeiro, após várias indiretas da hostmom falando que queria que eu ficasse mais um ano, eu disse pra ela que, se ela arranjasse um jeito, eu ficaria. Há 4 dias eu recebi a notícia, depois de várias tentativas por parte dela, que não tem jeito. Vou ter que deixar a minha maravilhosa hostfamily.


Como eu quero fazer mais um ano de au pair, agora vou ter que iniciar novamente a minha busca por uma hostfamily e mais uma vez estou apreensiva se conseguirei achar uma família boa.

Quando comecei a procurar família pela primeira vez eu estava sem critério nenhum, não lia sobre o programa de au pair em blog nenhum e não estava em nenhum grupo de au pairs pelo mundo. Além disso, comecei procurando família na Finlândia, quando dei por mim já estava procurando na Inglaterra, podia ser família com 5+ filhos, de todas as idades e morando na capital, interior, litoral,... 
Enfim, estava uma bagunça meu objetivo, só sabia que queria estar fora do Brasil no próximo ano.

Após, bilhares de negative replys, alguns positives replys que não davam em nada e as ignoradas de tantas outras famílias aparece a minha host. Na época 29 anos, 3 kids pequenas, e que me respondia imediatamente após as minhas mensagens. Se passou um dia entre o positive reply dela e ela me falar que me queria como au pair. Mais de 20 mensagens trocadas, bem extensas nesse um dia. Pedi um dia pra pensar, porque, mesmo que tivéssemos conversado bastante nesse um dia, era algo que eu tinha medo. Não fizemos skype uma única vez. Mas enquanto estava rolando esse tempo para pensar ela me adicionou no facebook e eu olhei a vida dela inteirinha, casamento, primeiras fotos das kids quando nasceram, viagens, festas de aniversários... Enfim, tudo.

Estava bem inclinada a aceitar, até que ela me manda uma mensagem no facebook: "isso é para provocar você!" E junto um vídeo dos meus três terrorzinhos brincando. Eu soube ali, que eles iam ser minhas paixões. O que eu sei hoje, é que a Paula que arriscou a quase um ano atrás, fez muito bem. Eu aceitei essa minha família sem saber schedule (minha host estava desempregada na época), sem saber salário (ela falava que teria que ver as taxas e nunca me dizia), sem conhecer meu quarto e sem nunca ter falado com o hostdad. Aceitei somente pelo feeling, e que felling!!!

E hoje, já sei que vou ter que ficar longe deles no próximo ano. Ainda não digeri direito, mas já sei que vai ser bem difícil. E que tenho um próximo desafio pela frente, achar minha nova fuckamazing hostfamily! Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, estou pronta pra desfazer essa teoria.



Beijos e até mês que vem!

Paula Franz

0 comentários :

Postar um comentário