terça-feira, julho 11, 2017

É preciso ter coragem

Olá pessoal, tudo bem por aí? Por aqui tudo certo! Eu recebi um e-mail de uma leitora que me fez refletir muito sobre a coragem que precisamos ter para nos tornarmos au pairs. Antes de ir, enquanto estamos lá e para voltarmos também, aliás precisamor ter coragem sempre para levar a vida, por isso hoje vou falar um pouco sobre isso.


Quando eu disse que seria au pair, eu ouvi um milhão de vezes perguntas como: "Mas e se você não gostar de lá?", "E se a família não for legal, ou não te tratar bem?", "E se você sentir muita saudade de casa?", "E se não fizer amigos?". A minha resposta para essas e muitas outras perguntas similares era sempre: "Ué, pego as minhas coisas e volto!".

Quando eu decidi ser au pair eu "meti a cara" e fui, com um pouco de coragem, um pouco de fé, um pouco de sorte, um pouco de confiaça, um pouco de medo e muita esperança de que tudo dasse certo. Eu me dei bem, mas se não tivesse dado certo era só voltar. Claro que não é tão simples assim, precisa haver uma boa conversa com a host family, talvez com a agência, organizar tudo antes de partir e com tudo resolvido arrumar as malas e voltar para casa, porque ninguém é obrigado a nada.

Eu não quero "vender" o programa de au pair como um mundo colorido e perfeito, porque nem sempre é assim. Mesmo eu sendo muito feliz durante o meu intercâmbio na Holanda, tive problemas e precisei ser forte e ter coragem para enfrentá-los (sem mamãe, vovó, papai, amigos).

Foi preciso ter coragem para largar tudo e ser au pair do outro lado mundo. Também foi preciso ter coragem (e muita força) para aguentar todos os desafios da vida de au pair, morar longe da família e amigos, deixar a vergonha de lado e fazer novos amigos, superar os medos e o desconhecido, sair da zona de conforto... Eu confesso que as vezes eu sentia bastante medo, mas sempre erguia a cabeça e seguia em frente, porque eu sabia que seria incrível, e foi!

O meu lema é ser feliz e fazer o que me faz bem, sem prejudicar ninguém ou invadir o espaço do outro. Permitam-se ter pelo menos um pouquinho de coragem e se joguem rumo aos seus sonhos. Se tudo der errado, se vocês não forem mais felizes com determinada escolha, sejam corajosos o suficiente para escolher outro caminho.


Por hoje é isso galera, espero que tenha ajudado alguém, se tiverem dúvidas ou quiserem conversar vocês me encontram por aqui. Até mês que vem, kujses!


camihfeer@gmail.com 

0 comentários :

Postar um comentário