segunda-feira, setembro 11, 2017

Agências

Olá pessoal, tudo certo por aí? Hoje eu vou falar sobre agências, um assunto que a galera tem dúvida e que tem aparecido bastante para mim nos útimos tempos. Eu já falei um pouquinho sobre isso em um post bem antigo, que vocês podem conferir AQUI.


Antes de pensar em escolher agência, você precisa escolher para onde ir, existem destinos para todos os gostos, apenas tenha em mente que cada país tem suas regras e pré-requisitos para o programa de au pair e agências também. É muito complicado recomendar e escolher uma agência quando o destino não esta definido. A STB por exemplo, não oferece o programa de au pair na Europa, quando eu fui para a Holanda a CI oferecia, mas não tenho certeza se ainda oferecem

Além dsso, diferente dos USA, alguns países da Europa não exigem o intermédio de uma agência, o que significa que a au pair e a host family resolvem tudo sozinhos, desde a primeira entrevista até o contrato, nesse caso a busca pela família, pode ser feito atráves de sites como o APW

Caso você escolha um país que exija agência, como a Holanda (onde eu fui au pair) por exemplo, as opções aumentam ainda mais, pois existem as agências brasileiras como por exemplo: 

-Intercultural (uma amiga está inscrita por mais de um ano e até hoje não falou com nenhuma família), 
- World Study (eu ouvi bastante reclamação em relação ao programa de au pair na Europa), 
Travelmate (são atenciosos, tem um bom suporte, mas parecem não ser tão focados no au pair na Europa), 

e também as agências do país em questão que provavelmente terão apenas o serviço online no Brasil, na Holanda por exemplo:

- Triple C que eu super recomendo, não é a agência que eu fui, mas a que a minha host family escolheu para as próximas duas au pairs que nunca reclamaram sobre ela,
- Au Pair Amsterdam pela qual minha amiga foi e também não teve problemas. 
- HBN uma das mais famosas, a que eu fui e tive problemas, por isso não recomendo.

Além de todas essas agências que eu citei, existem várias outras, por isso a dica é: escolha o país, informe-se sobre as agências que oferecem o programa de au pair para lá, ouça a opinião de outras pessoas, visite as agências se possível, ou converse por vídeo com as agentes e escolha a que você se sentir melhor, mais confiante, melhor amparada. Eu sempre digo que a escolha da agência além de bem delicada e importante é algo muito pessoal, por isso eu não posso escolher por você, posso apenas dar minha humilde opinião.

Por hoje é isso pessoal, eu espero que vocês consigam ter uma ideia melhor de por onde começar a busca e tenham muita sorte com a escolha. Qualquer dúvida, sugestão, ideias, estamos por aqui, beijo, até dia 11!


camihfeer@gmail.com



0 comentários :

Postar um comentário