terça-feira, outubro 03, 2017

Um dia no Busch Gardens VIADO! (parte 1)


Gente do céu, olha como a pessoa já chega cheia de emoção quando vai contar de VIAGENS! Hahaha Isso que é vida de au pair, daquelas que junta os trocados, “parcela” no discover, mas não deixa de marcar presença! Já pedindo desculpas, mas post vai ficar quebrado por conta das fotos e de um vídeo que quero postar, então farei em suas partes.

Amores, a experiência desse parque foi absolutamente incrível! O lugar da pra perder de vista, muito local a se explorar e muita diversão pra todos os gostos. Alguns amigos acham o six flags igual/melhor, mas acredito que vai de cada um. Não preciso nem dizer que acho válido ter seguro de vida, porque haja coração viu e que quando era criança e amava chegar no parque na hora que abria e sair na hora que fechava, virei uma adulta lazarenta que passa mal em montanha russa (SIM! Quase morro). Passar um dia de rolê por este parque, me fez querer morar na flórida lógico (mas só pelo parque, porque o calor eu dispenso), foi um dia bem quente, cansativo mas bem maravilhoso. O parque possui opções de safari, você pode encontrar umas estações de trem bem fofinhas ao redor do caminho, onde tu consegue dar um rolezinho basicamente pelo gardens inteiro, isso claro, se você chegou cedo, tem tempo e as vezes não quer andar muito… Mas não dei sorte com os horarios, então fiquei na vontade! Andar foi bem divertido, principalmente acompanhado e nem aconselho ir sozinho na primeira vez, você pode ter muitas piadas e muitos medos a compartilhar então, CHAME AS MIGA!


Olha, a primeira montanha que encarei por lá foi a famosa Sheikra, tem aquela queda sinistra reta, você sente que tá descendo uma parede sem sim e que você já imagina segurando a mão de Deus e subindo… Mas cara que adrenalina, eu que dou umas frouxeadas consegui abrir os olhos e curtir um pouco, é um tipo de montanha que o carrinho vai por fora do trilho, as pernas balançando e uma coragem de ir novamente, só emoção! SUPER INDICO. 


A Stanley Falls Flume é uma opção mais relax, um passeio de “canoa na água” que tem umas viradas e uma caída bem molhada! (samba na cara da sociedade fazendo um vídeo com seu celular resistente a água porque o meu não era HAHA) Achei bem amigável, as crianças devem adorar, assim como é bem refrescante para os adultos também, não é tão hardcore mas após sair sacudida da Sheikra você vai aceitar esse rolê.


O Congo river rapids é um boião enoorme, que bota a negada toda junta pra sacodir o esqueleto. Apesar de dar umas boa sacodidas, achei bem tranquilo, ele vai descendo basicamente um "rio" onde colide com alguns obstáculos fazendo a boia girar de um lado pro outro e as vezes (quase sempre) entra água, molha a galera... essa é a parte mais divertida, quando a água cai nos outros! Não é de cair o queixo, mas se tiver naquele calor, ao final da ride vai ter uma surpresa muito boa.






A parte realmente cute do parque, pelo menos pra mim foi ver um pouco dos animais... Fiquei até um pouco surpresa, com aves de outros continentes que são tão lindas quanto as que temos no Brasil e isso merece uma nota para quem for visitar. Algo que me chocou foi ver PINGUINS por lá! Gente, queixo foi no chão! Claro, eles tem todo um ambiente preparado, com a temperatura adequada para eles e quando eu tocava no vidro de proteção estava realmente congelante, MAS eu ainda achei um pouco maldade, a cidade tão quente, e eles tendo que sobreviver horrores naquele ambiente climatizado... Quis nem imaginar se aquilo um dia parar, mas bom, foi lindo de ver. Vou deixar aqui algumas fotos que conseguimos registrar enquantos passeávamos. 





Não fiz beeem uma viagem, mas aproveitei que estava pela Flórida pra estudar e decidir (junto com uma amiga) ingressar 1 dia nessa loucura de BG.  Vou deixar um registro aqui da minha pré morte para o próximo episódio.. a foto antes da "queda".




Seguem dicas migs:

**Alerta economia**

Por ser um parque bem frequentado, as bebidas podem ficar um pouco "salgadas", existe a opção onde você pode comprar um copo temático cujo as cores e adesivos podem variar, mas ele te permite, beber as sodas da vida o dia inteiro free e claro, levar o maravilhoso copo de presente! Apesar que em vários postos, você pode entregar a sua carrafa de água e pedir para que abasteçam mesmo não sendo uma garrafinha comprada lá! (achei isso o máximo e salvou parte do meu dia)



Informações essenciais:

-Roupas leves, sapatos bem confortáveis (você irá andar como nunca)
- Pegue um mapa do parque na entrada (não seja vida loka e fique perdida como eu fiquei)
- Dias quentes é um mine inferninho, beba muita água/líquido
- Reserve os 12 dola extra pra pagar o locker (“cofre”, valor pelo dia)
- Se tiver uma GoPro, utilize o acessório de prender a sua camera no pulso/peito (ou não conseguirá usá- la pra gravar as rides)
- Existe a opção online de comprar entrada + comida/bebida (não inclui todos os restaurantes)
- Comprar online pode sair mais em conta do que pagar o ingresso na entrada


Amores, vou continuar a resenha e bagaceira no próximo post e tentar de coração subir o vídeo que ficou bem divertido! Como a maioria das montanhas russas não permitiam tralhas, eu acabava deixando tudo no locker pra curtir mais e não fiz muitas fotos/vídeos, mas o pouco que eu tiver farei questão de compartilhar com vocês, abraços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário