terça-feira, novembro 07, 2017

Ajudando a escolher a próxima Au Pair: o que procuramos no application?

Meu povo!

Depois de um mês turbulendo e a decisão de encerrar minha segunda experiência de au pair antes dos 12 meses, venho compartilhar uma experiência que eu tive: a de ler uma infinidade de perfis a pocura da minha sucessora!


Agora você, que ainda não foi au pair, está por dentro do que uma host family procura quando lê um perfil? Baseada na experiência com a minha família, posso citar uns pontos importantes.

1. SINCERIDADE

Sim, você pode amar crianças, querer fazer parte da família, amar atividades ao ar livre, arts and crafts, ir ao cinema nas horas vagas, ler um livro, não gostar muito da vida noturna, ser easy-going e comunicativa. Você pode MESMO! But do you, really?

Porque acessando o aupairworld com o perfil da minha host, eu sentia que estava lendo o mesmo perfil over and over again apenas com a mudança das fotos. Digo novamente: você pode ter todas essas características mas, se pararmos pra pensar, não é todo mundo que tem.

Meu ponto: como diferenciar o seu perfil de todos os outros que contém a mesma informação? Você precisa se destacar de alguma maneira.

Os dois perfis (apenas dois) que nos chamaram a atenção eram de meninas com boas habilidades para a escrita. Meninas que conseguiram detalhar suas qualidades de uma forma diferente da original lista que sempre é feita. Uma contou histórias de quando criança, outra contou histórias que viveu no trabalho, na faculdade, qualquer parte da vida.

As quatro famílias com quem tive contato me elogiaram pelo perfil. Minha host atual ainda chora as pitangas por não ter encontrado nenhuma menina que tenha chamado a atenção dela como eu. E foram duas semanas buscando quase todos os dias, uma média de 120 meninas mandaram mensagem pro perfil deles, fora as meninas que a gente tinha encontrado por conta própria e lido o perfil.




Posso garantir que há inúmeros modos de você contar sua história e se destacar.

Obs.: tanto no meu perfil para os Estados Unidos quanto o da Holanda, eu escrevi que bebia e gostava de vida noturna.

2. SUAS FOTOS


Se não for pedir muito, adicione fotos de você com crianças.


No contexto "application de au pair", esse pedido soou desnecessário? Espero que sim, porque isso mostra que vc está fazendo o correto.

Porém, por incrível que pareça, quase 30% dos perfis que vimos não continha foto da pessoa com crianças. Ou, quando tinha, eram fotos com a menina fazendo uma pose ao lado do serumaninho, o que desagradou muito minha host. E decotes, tinha open bar de decotes com poses-tinder.

Aposte em fotos que mostrem que vc pode ser dinâmica, afinal, é isso que os pais procuram na au pair. Energia. Minha host disse que o que ela gostou das minhas fotos é que eu estava carregando crianças "de cavalinho" e fugindo de um dos meninos que cuidei enquanto uma calopsita estava pousada na minha cabeça. Se isso não foi original, não sei mais o que eu poderia ter feito.

3. MOSTRE INTERESSE

Uma ótima forma de você mostrar interesse pela família quando vai mandar uma mensagem se candidatando, é adicionar à mensagem partes do perfil da família com as quais vc se identifica.

Fuja do texto padrão que você escreveu no bloco de notas e vai só trocando o sobrenome da família quando vai mandar uma mensagem. Mostre afinidade. Dedique-se. No final, uns minutos perdidos ao desenvolver uma boa mensagem podem fazer toda a diferença.

Além de te proteger da famosa gafe de mandar mensagem pra uma família com o nome de outra.




4. (Em entrevista) PERGUNTE SOBRE AS CRIANÇAS.

Eu sei! Tive mais de uma experiência como au pair, passei por algumas entrevistas, eu chegava a me coçar pra saber se teria curfew, im de semana off e como seria meu quarto, AI MEU DEUS como seria meu quarto?

Porém, me prometa uma única coisa: quando a host family parar com o interrogatório e passar a bola pra você, foque nas crianças!

Pergunte sobre a personalidade de cada um, o mês de aniversário, o que eles gostam mais de comer e fazer no tempo livre, se possuem alguma restrição alimentar.

Minha host dispensou duas meninas que possuiam um bom perfil por não terem perguntado quase nada sobre as crianças no primeiro skype. Uma delas só queria mesmo saber se o salário daria pro mês.

Miga, sua loca, CLARO QUE NÃO DÁ!

Viver em Amsterdam é maravilhoso mas, ser au pair aqui é:


Sad but true!

Informe-se. Pra que esse tipo de pergunta não seja o que mais te importa na hora do skype.

Minha host teria entrevistado muitas outras meninas se elas tivessem seguido o que eu acabei de escrever. Então acredito muito que esses passos podem te ajudar, caso esteja nessa busca pela futura host family.

Boa sorte pra quem está nessa caminhada e vamo que vamo!

Um beijo e, da Holanda, um queijo!

Um comentário: