sexta-feira, novembro 17, 2017

Sobre o fim da faculdade e o início do processo para ser Au Pair!

Oi gente! Tudo bem com vocês?


Bom, eu sou a Valquíria! Este é meu primeiro post aqui e vou me apresentar brevemente: sou virginiana, tenho 26 anos, nasci em Aparecida e atualmente moro em São Paulo, onde estou finalizando o curso de psicologia (amo!).




Pra começar meu post devo dizer que sempre acreditei nessas coisas que “o que é pra ser, será”. Digo isso porque um dia eu estava num supermercado com uma amiga e encontrei uma colega do cursinho com quem mantinha um contato bem esporádico; no vai e vem da conversa ela me contou que se formou e que resolveu ir pros EUA ser Au pair e que já estava até "online” (confesso que na época, 4 meses atrás, eu nem sabia o que isso queria dizer hahaha). Ela falou sobre o limite de idade, que podia se inscrever no programa até os 26 anos e pouquinho. Eu pensei “poxa que legal”, e nisso fui embora pra minha casa e fiquei com aquela ideia na cabeça. Comecei a pesquisar, pesquisar, e nisso fui trocando mensagens com essa colega (que hoje é minha amiga e parceira de angústias e alegrias nesse processo)...até que uma hora pensei “ué, porque não?!”

Durante a faculdade eu havia cogitado outros intercâmbios mas acabei desistindo por inúmero motivos; o principal envolvia o desejo de me formar logo. Mas no fundo eu sabia que precisava viver novamente uma experiência internacional, porque eu fiz High School no Canadá, uns bons aninhos atrás, lá em 2009. Então eu sabia dos benefícios e do amadurecimento enorme que uma viagem assim traz pra gente. E também queria esse break para pensar qual área da psicologia tem mais a ver comigo. Bom, considerando esses fatores e os o fato de eu preencher os requisitos pra ser au pair, resolvi compartilhar com minha família, na base da brincadeira, que tinha decidido ser babá nos EUA! E eles riram.




                           (Cena do filme “The Nanny diaries)*


 Pois é, eles riram e meu pai inclusive disse “5 anos de psicologia pra ser babá lá fora?” Fiquei meio abalada pensando que sim, talvez eu devesse mesmo arrumar um emprego na minha área logo, porque eu já havia trocado de faculdade duas vezes e estava na hora de botar a mão na massa. No entanto, o fato de eu ter quase a idade limite (fiz 26 em setembro) e pensar "é agora ou nunca" falou mais alto! Não rolaria fazer intercâmbio nos próximos anos por conta de grana e esse seria o único possível, então isso acabou pesando.


Resumindo, depois de muitas reflexões e conversas com familiares/amigos e principalmente PESQUISAS, inclusive neste blog que vos escrevo, eu decidi arriscar! Aí veio todo o processo de escolher agência, preencher application, fazer o vídeo, arrancar os cabelos rs...até finalmente ficar online! E aí quando você sente o alívio de estar online começa a ansiedade pelo aparecimento das hosts families. E ufa! Haja coração! Digo que não está sendo nem um pouco fácil pra mim, como sei que não é pra ninguém. Conciliar o fim da vida universitária, os atendimentos na clínica psicológica, os relatórios infinitos, o tão temido TCC e ainda enfrentar todas essas etapas tem sido um teste diário. Mas sei que valerá a pena!















Por fim, algo que tenho gostado muito nesse processo todo é o compartilhamento de experiências das ex, futuras e atuais au pairs, sejam nos grupos do facebook, nos blogs, nos vídeos. É inegável o quanto as trocas/dicas/conselhos são fundamentais pra gente se fortalecer e seguir o baile, apesar das dificuldades....Mas o negócio é não se descabelar e pensar que é aquilo, o que é pra ser....vai ser! E pra finalizar quero dizer que eu estou muito feliz em fazer parte desse time das 30 au pairs! Será uma alegria dividir um pouquinho das minhas aventuras com vocês!

No próximo post eu conto um pouquinho mais sobre o meu processo e sobre o fim da minha vida universitária! Beijos e até o próximo dia 17! <3


4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Vai ser a au pair mais linda que o EUA já viu haha ♡

    ResponderExcluir
  3. Nossa, quantas coincidências !! Também fui para o au pair com 26 e fiz aniversário (naquela época) em setembro, e para decidir qual área da PSICOLOGIA eu gostava mais... fiquei sabendo do au pair por colegas e mais uma: também escrevo para este blog! hahaha
    Ahh, e quando você fez o highschool no canadá eu fiz o au pair nos EUA! Gente, que legal!
    Enfim, impossível passar pelo seu texto sem comentar! Seja bem vinda à nossa linda psicologia, ao blog e tenha um lindo ano de au pair! Acredite, este será o ano da sua vida!!!
    Beijoss, Julia! (PS- posto todo dia 05)

    ResponderExcluir
  4. Oi Julia!Caramba, que legal, adorei! hahaha Muito obrigada! vou te acompanhar por aqui também! <3

    ResponderExcluir