sábado, novembro 11, 2017

Vale a pena!

Olá galera, tudo certo por aê? Eu já estou super empolgada com o natal, o Sinterklaas, o Christkindl e tudo que vem junto com o Natal! Mas apesar dessa empolgação hoje falarei sobre o quanto e porque vale a pena ser au pair, se jogar de cabeça nesse mundo.


Para muitas pessoas, uma das primeira dúvidas ao pensar em ser au pair é se realmente vale a pena, principalmente as que já tem um diploma universitário, um bom emprego, um namorado, independência e/ou estabilidade finaceira, etc. E será que vale mesmo?

Bom, já dizia o poeta "Tudo vale a pena. Se a alma não é pequena.", mas eu acho que se jogar nessa experiência vale a pena até mesmo se a alma for pequena! Eu tive um ano maravilhoso, não tenho uma reclamação a fazer então eu recomendo e muito essa loucura de "jogar tudo para o alto" e cair no mundo auperiano. 


Digo isso, porque essa experiência transformará vocês em pessoas novas, vocês nunca mais serão os mesmos. Aprenderão tanto sobre tantas coisas novas e diferentes, conhecerão gente de tudo quando é canto do mundo proporcionando uma troca cultural imensa que fará vocês mudarem a visão de mundo que tem, algumas ideias, conceitos e pré-conceitos, e até objetivos de vida. 

Nesses anos de pré e pós au pair eu vi de tudo, vi gente que largou o noivo praticamente no altar para ser au pair, gente que desistiu de sonho para ficar com o namorado, gente que foi e se arrependeu, que foi e não ficou nem 3 meses, gente para dizer que sim e gente para dizer que não, gente que foi e amou tanto que nunca mais voltou, gente que até a alma gemea encontrou.

Eu sempre tive muita certeza do que eu queria, não me arrependo nem por um segundo da minha decisão, mas eu sei que muitas pessoas não tem essa certeza toda, que tem medo, insegurança, receio de sair da zona de conforto e o que eu posso deixar como conselho para quem está nessa situação, é ir! Arrumar as malas (poucas) e se jogar nessa aventura, porque seja ela boa ou ruim pode ter certeza que algum aprendizado vocês conseguiram tirar. Além do velho e bom clichê que diz que é melhor ficar arrependida pelo resto da vida por ter tido coragem e quebrado a cara do que não ter se arriscado e ficado na dúvida se daria certo ou não.


É isso ae galera, eu fui muito feliz durante meu ano de au pair, amo minha host family, minhas kids, meus amigos do mundo inteiro que tive a chance de fazer, os sonhos que pude realizar, as viagens que eu tive a oportunidade de fazer e todas as histórias e lembranças que eu tenho para contar. Por isso posso dizer: vão em frente, com ou sem medo e sejam felizes! Boa sorte, até mês que vem, kusjes.


camihfeer@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário