sábado, dezembro 02, 2017

Futura Au Pair na Holanda: minhas motivações.




Oi, gente.


Me chamo Rahysa, sou nova aqui no blog. Hoje é o meu primeiro post e gostaria de começar me apresentando e contando as razões que me fizeram querer viver um ano de Au Pair na Holanda.

Sou Designer gráfico, tenho 27 anos, sou libriana e bastante inquieta. Gosto de descobertas. E isso inclui lugares, pessoas e coisas novas. Também amo trocas. Troca de culturas, de experiências, troca de tudo que me acrescente de alguma forma. E foi por isso que decidi ser uma Au Pair.

Como uma boa inquieta, uma das coisas que eu mais gosto nessa vida é viajar. Na verdade, quem não, né? :) E esse foi um dos motivos que me fez decidir fazer um intercâmbio. Quero viajar, quero viver uma nova cultura por um tempo, aprender ou melhorar um novo idioma e, principalmente, quero sair do meu mundinho e enxergar coisas diferentes. Literalmente. Sei que será, também, um ano muito intenso e de muito aprendizado pessoal. 

Minha primeira motivação em fazer um intercâmbio foi a insatisfação profissional que eu estava vivendo. Sabe quando sua rotina vira automática e o seu trabalho não te dá mais prazer nenhum? Estava me sentindo assim. Precisava viver novos ares. E isso não seria necessariamente novos ares profissionais. Era pessoal também, pois eu acho que estava precisando fazer algumas descobertas em mim. Tipo aquele break. Então, decidi chutar o baldinho sem medo e ir atrás do que me preenchesse naquele momento.


Procurei todas as possibilidades de intercâmbio e decidi ir como Au Pair, por ser um intercâmbio mais acessível em relação aos outros. Acho que nem dá pra comparar, na verdade. Além do mais, trabalhar com crianças também é algo que eu gosto bastante. Pedacinhos de gente que possuem um coração tão puro, uma inocência e veracidade tão grandes, que, definitivamente, não tem como não ser um trabalho prazeroso. E, por fim, mas não menos importante, minha outra motivação foi o idioma. Eu sempre quis dar um up no meu inglês. E lá na Holanda todo mundo (ou quase) fala inglês, mesmo não sendo língua nativa deles. Portanto, escolha feita. E estou sendo bem feliz nela.

O meu destino, claro, não poderia ser outro. A Holanda. Sou apaixonada por esse país, minha gente. A arquitetura, a história, a cultura, as pessoas, as comidas... tudo lá eu adoro. Só não tenho muita certeza sobre o clima frio quase o ano inteiro. Mas dizem que quando a gente ama, ama até os defeitos, né? haha.

Já estive 3 vezes na terrinha das tulipas (2013, 2016 e 2017), e acho que, sempre que eu tivesse a oportunidade de viajar, era pra lá que eu iria. Tipo figurinha repetida mesmo. E esse ano eu pude fazer um mini intercâmbio de 3 meses e voltei pra casa já pensando em retornar. Logo, não tive dúvidas: meu intercâmbio seria lá. Quero repetir a figurinha again. haha. E já estou ansiosa pra voltar e comer pão com manteiga e granulado de chocolate no café da manhã novamente. :9

Posso dizer que fui feliz no meu processo de Au Pair. Tenho agora uma família linda e que  tive um feeling incrível (mas deixarei pra contar no próximo post). E agora só falta 1 mês e pouquinhos dias pra viajar. Por enquanto, apenas vou alimentando as borboletinhas que já habitam minha barriga, de tanta ansiedade! :)

Muito prazer,
Rahy.

:)
Doei!

Instagram: @rahysasantiago
A Ponte Blog: bloguinho que divido com a Dai. Espacinho que deixamos para contar nosso processo de Au Pair na Holanda + nossas experiências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário